Sexta-feira, 15 de Julho de 2011
Sempre Galiza! no Estrolabio - arquivo

publica-se às 3ªs e 6ªs

coordenação Pedro Godinho

O arquivo do

Sempre Galiza! no Estrolabio

está em

sempregalizanoestrolabio.blogspot.com






publicado por Pedro Godinho às 10:00
link do post | comentar

Terça-feira, 12 de Julho de 2011
Sempre Galiza! – Ernesto Guerra da Cal: Ramalhete de Poemas Carnais, “In Memoriam” de Ricardo Carvalho Calero - III Desencontro

publica-se às 3ªs e 6ªs

coordenação Pedro Godinho

 

  

De Ernesto Guerra da Cal – para ler, reler e partilhar

 

os sete poemas de:

 

Ramalhete de Poemas Carnais

"In Memoriam" de Ricardo Carvalho Calero

 

 

[ dia 28/6 - I ESFINGE ]

 

[ dia   5/7 - II FADO CHORADO SOBRE UM AMOR PASSADO ]

 

hoje: III DESENCONTRO

 

 

 

I.M. Carvalho Calero/ G. da C.

 

III

DESENCONTRO

********************

       
     

No te quiero más castigo

     

que estés durmiendo con otro

     

y estés soñando conmigo”.

       

(Copla popular andaluza)

     
   

Os Olhos mutuamente

 

fechados e perdidos

     

cada um

     

no seu longínquo Olhar

     
   

Os Lábios mutuamente

 

colados e arredios

     

e cada um

     

entregue

     

a um alheio Beijar

     
   

Os Corpos enlaçados

 

e evadidos

     

cada um

     

para um ausente Lugar

     
   

E ambos os Corações

 

remotos e abstraídos

     

cada um

     

no seu independente Latejar

     
 

E a única Emoção presente:

     

o agoniante Esforço errante

     

da Imaginação

       

- a imaginar!

 
 

LONDRES

6 de Outubro

1990

           

 

 

 

[ dia 19/7 - IV EUCARISTIA SACRÍLEGA ]

 

 



publicado por Pedro Godinho às 10:00
link do post | comentar

Sexta-feira, 8 de Julho de 2011
Sempre Galiza! – wiki-faq AGAL (19) : Movimento reintegracionista - A comunidade reintegracionista

 

publica-se às 3ªs e 6ªs

coordenação Pedro Godinho

 

 

wiki-faq do reintegracionismo

( http://agal-gz.org/faq/ )

 



Movimento reintegracionista

A comunidade reintegracionista


A comunidade reintegracionista

A comunidade reintegracionista é umha parte pequena mas muito ativa da comunidade galecófona, polo qual é muito difícil enumerá-la na sua totalidade. Porém esperamos sermos bastante abrangentes.

Centros sociais

Os centros sociais som espaços físicos autogeridos situados nas principais cidades e vilas galegas que servem para acolher as atividades e propostas do movimento associativo vinculado a eles. Som lugar de reuniom, formaçom, convivência e lazer onde a vida decorre ao 100% em galego. Cada centro social tem as suas caraterísticas e particularidades, respondendo em cada caso às necessidades determinadas pola cidade em que estám situados. Há centros sociais independentistas, anarquistas, ocupados… mas em todos eles o reintegracionismo está presente em maior ou menor medida.

 

Bertamiráns       Boiro       Compostela
A Fouce   Aturujo       A Gentalha do Pichel       Henriqueta Outeiro    
             
Corunha   Estrada
    A Casa das Atochas   Atreu   Gomes Gaioso   Setestrelo
             
Ferrol    Ginzo     Lugo   Marim  
Artábria   Aguilhoar   Mádia Leva   Almuinha
             
Noia    Ourense    Ponte Areias    Pontevedra 
    Roi Soga de Lobeira           A Esmorga       Baiuca Vermelha   Reviravolta
             
    Vigo     
    Faísca   A Revolta    

Cultura

Associaçons culturais

Língua

Música

Editoras

Atraves Editora Editora Estaleiro
Editora Abrente
Editora A Fenda Edições da Galiza

Desporto

Activismo sociopolítico

Organizaçons políticas

Organizaçons juvenis

  • AMI Assembleia da Mocidade Independentista

Direitos Civis

Internacionalismo

Feminismo

Diversidade sexual

Ensino

Associaçons de maes e pais

Comunicaçom e opiniom

Meios de comunicaçom social

Blogues reintegracionistas



publicado por Pedro Godinho às 10:00
link do post | comentar

Terça-feira, 5 de Julho de 2011
Sempre Galiza! – Ernesto Guerra da Cal: Ramalhete de Poemas Carnais, “In Memoriam” de Ricardo Carvalho Calero - II Fado Chorado Sobre Um Amor Passado

publica-se às 3ªs e 6ªs

coordenação Pedro Godinho

 

 

De Ernesto Guerra da Cal – para ler, reler e partilhar

 

os sete poemas de:

 

Ramalhete de Poemas Carnais

"In Memoriam" de Ricardo Carvalho Calero

 

 

dia 28/6 - I ESFINGE ]

 
hoje: II FADO CHORADO SOBRE UM AMOR PASSADO 

 

 

 

I.M. Carvalho Calero/ G. da C.

 

II

FADO

CHORADO

SOBRE UM AMOR

PASSADO

************

       
     

Las pisadas de arena que la ola

     

soñolienta y fatal borra en la playa”.

       

JORGE LUÍS BORGES

   
 

Pelo teu corpo

 

de limão maduro

 

desço

 

seguro

 

ao fundo

 

do mais fundo

 

rincão

 

do meu adorabundo coração

 

Que

 

ainda contigo agora

 

na saudosa desora

 

do passado

 

chora

 

a fio

 

como um rio

 

pelo jasmim errado

 

cuja doce e equívoca fragrância

 

amargando está em mim

 

inveterado

 

a tal

 

astral

 

distância

 
 

ESTORIL

Janeiro

1989

 

 

[ dia 12/7 - III DESENCONTRO ]

 

 



publicado por Pedro Godinho às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (2)

Sexta-feira, 1 de Julho de 2011
Sempre Galiza! – wiki-faq AGAL (18) : Movimento reintegracionista - Que é a AGAL?

 

publica-se às 3ªs e 6ªs

coordenação Pedro Godinho

 

wiki-faq do reintegracionismo

( http://agal-gz.org/faq/ )

 



Movimento reintegracionista

Que é a AGAL?

A Associaçom Galega da Língua (AGAL) é umha entidade sem ánimo lucrativo constituída em 1981 na Galiza para defender:

  • Umha estratégia reintegracionista para a língua da Galiza (a visom e a vivência da mesma como umha variedade do sistema lingüístico galego-português.
  • A sua plena normalizaçom lingüística.

Em 1983, a sua Comissom Lingüística editou um estudo crítico das normas ortográficas e morfológicas do idioma galego. Em 1989, a segunda ediçom, corrigida e acrescentada, incluía a proposta normativa da Agal

 

Para levar a cabo a sua missom, tem utilizado diferentes formatos:
Portada do Sempre em Galiza, editado recentemente pola editora da AGAL. Mais informaçom clicando na imagem.
 

Que atividades tem feito a AGAL no passado?

A Comissom Linguística da Agal elaborou um estudo crítico das NOMIGA e posteriormente elaborou a sua própria proposta normativa (ortografia e morfologia gerais) para a nossa língua que em 2010 foi adatada seguindo diretrizes do Acordo ortográfico.

 

A Agal organizou entre 1984 e 1996 seis congressos da língua galego-portuguesa na Galiza bem como numerosos seminários, jornadas e simpósios.

 

Em 1985 nasce a Agália, revista de ciências sociais e humanidades que alcançou recentemente o número 100.

Até à apariçom do novo selo da associaçom, Através editora, fôrom publicados 50 livros em diferentes coleçons (Universália, Criaçom, Clássicos).

Em 2001 nasce o Portal Galego da Língua, sítio na rede da atualidade da língua na Galiza, e que para além de umha fecunda secçom informativa conta com vários sites formativos.

 

Que atividades realiza a AGAL na atualidade?

O atual conselho, eleito em junho de 2009, promove umha estratégia dupla:

Como se organiza a AGAL?

A direçom e a administraçom da Associaçom som exercidas polo Presidência, polo Conselho (= Junta Diretiva) e pola Assembleia Geral.

 

A Presidência é designada pola Assembleia Geral e o seu mandato durará quatro anos, renovável por outro de quatro anos. O Conselho está formado pola Presidência, a Vice-Presidência, a Secretária e a Tesouraria bem como um mínimo de três vocais.

 

Na estrutura organizativa da Associaçom também se integram, como órgaos de carácter ténico, a Comissom Lingüística, a Comissom de Informática e a Comissom de Publicaçons.

Qual é a atual diretiva da AGAL?

 Atual conselho da AGAL

O dia 6 de maio de 2009 decorrêrom as eleiçons para o conselho da AGAL havendo umha única candidatura encabeçada por Valentim R. Fagim com umha equipa formada por Miguel R. Penas (vice-presidência), Eugénio Outeiro (Secretaria), Manuel César Vila (Tesouraria), Gerardo Uz (Vogal), Jéssica Beiroa (Vogal)e Suso Sanmartim (Vogal). O programa da candidatura foi disponibilizado on-line. Ao existir umha única candidatura era preciso atingir 2/3 dos votos, quota que se atingiu.

Que sites tem a AGAL?

Os sites da Agal por ordem cronológica som:

 

2001: Portal Galego da Língua

 

2005: Dicionário e-estraviz

 

2005: Planeta NH (Desativado para o público geral o 2 de Abril de 2011)

 

2005 Blogues

 

2008 Foros (Fôrom desativados o 31 de Dezembro de 2010).

 

2010 Loja imperdível

 

2011 Wiki-faq da Agal e do reintegracionismo

Que relaçom tem a AGAL com outros coletivos galegos que promovem a mesma estratégia para a língua?

O reintegracionismo é um movimento multilinear em que caibam grande pluralidade de filosofias e práticas, desde culturais até sóciopolíticas. Nesse quadro amplo, a AGAL tem como missom a difusom do reintegracionismo e normalizaçom lingüística.

 

A AGAL mantém relaçons fluídas com todas as associaçons e entidades reintegracionistas sendo muitos dos seus promotores e promotoras, por sua vez, associados e associadas da Agal. Cada entidade reintegracionista tem diferentes ámbitos de atuaçom quer geograficamente: internacional, nacional e local, quer setorialmente: cultural, académico, partidário, comunicaçom…

Que relaçom tem a AGAL com outras entidades galegas?

A AGAL é a associaçom que aglutina as pessoas partidárias de construir o galego moderno tendo em conta o português. Conseqüentemente, promove que a nossa língua seja codificada seguindo a tradiçom gráfica galego-portuguesa. Porém, ainda que seja considerada a associaçom mais importante desta tendência cultural, a AGAL fai parte de um movimento muito mais amplo, conhecido como Reintegracionismo, que estende a sua influência a entidades sociais de todo o tipo, nom exclusivamente lingüístico-culturais.

 

Assim, desde organizaçons políticas, feministas e ambientalistas até coletivos musicais e desportivos integram umha ampla rede social que nom está dirigida por nengumha associaçom lingüística.

 

O Reintegracionismo é neste sentido multilinear, umha vez que nom se limita a umha proposta ortográfica, mas a umha conceçom do País que é assumida em diferentes graus por umha boa parte dos coletivos galegos de base nom dependentes das instituiçons. Com todos estes coletivos, a AGAL mantém umha relaçom mui íntima, de apoio e assessoramento lingüístico e para facilitar a troca cultural com outros países lusófonos.

 

Ainda, a AGAL pretende ser um ponto estável para o diálogo com outras entidades nom afins ao Reintegracionismo e até contrárias a ele, permitindo-lhes informarem-se quanto à nossa proposta cultural sempre que o desejarem. A intençom da AGAL é manter um relacionamento fluído com todas aquelas entidades galegas que tenhem como guia melhorar a qualidade de vida da cidadania galega. Neste sentido temos as nossas portas abertas a qualquer entidade e regularmente tentamos de abrir canais de contacto com o tecido social da Galiza.

Como associar-se à AGAL?

A forma mais ágil para se associar é através do nosso site Na ficha som requeridos umha série de dados pessoais e o tipo e quantia da quota. Outra hipótese é imprimir a folha de inscriçom e enviá-la para algum dos nossos apartados de correios.
 
 

Que é a revista AGALIA? Como a podo adquirir?