Sábado, 22 de Janeiro de 2011

A luta armada contra a ditadura (6) -Os 50 anos da “Operação Dulcineia” – 22 de Janeiro de 1961 – por Carlos Loures

1961 foi, como referi num outro texto, um «annus horribilis» para o regime de Salazar. Na madrugada de 22 de Janeiro de 1961, começava a longa sucessão de acontecimentos que iria culminar, no último dia do ano, com o ataque ao quartel de Infantaria 3, em Beja. Pelo meio, ficava o desencadear da guerra colonial, o golpe de Estado do general Botelho Moniz, a perda do Forte de São João Baptista de Ajudá, encravado no território do Daomé, o desvio de um avião da TAP, realizado por Palma Inácio, que lançou depois panfletos sobre diversos pontos do País, a União Indiana invadiu Goa, Damão e Diu, pondo fim á secular presença portuguesa no subcontinente …

 

O que se passou no dia 22 de Janeiro de há 49 anos? Um comando do DRIL (Directório Revolucionário Ibérico de Libertação), composto por portugueses e por galegos ex-combatentes da Guerra Civil, dirigido por Henrique Galvão e Jorge Sottomayor, pôs em marcha a «Operação Dulcineia», tomando de assalto o paquete Santa Maria, ao  largo do mar das Caraíbas e crismando-o de «Santa Liberdade». Antes de vos falar da «Operação Dulcineia», vou apresentar o seu comandante: Henrique Galvão.

 

Militar de carreira, Henrique Galvão (1895-1970) foi um dos apoiantes de Sidónio Pais e participou no golpe  militar de 28 de Maio de 1926. Salazarista convicto, foi, em 1934, o primeiro director da Emissora Nacional. Esteve em África, onde organizou acções de propaganda do regime. Nomeado governador de Huíla. Angola, escreveu uma livros brilhantes sobre a antropologia e a zoologia vida das colónias de África.

 

O ter vivido o regime por dentro levou-o à desilusão. Esteve envolvido numa conspiração em 1952. Foi preso e expulso das Forças Armadas. Em 1959, durante uma consulta médica no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, fugiu e refugiou-se na embaixada da Argentina, vindo a conseguir, tal como o general Humberto Delgado, exílio político na Venezuela.

 

Foi durante o exílio que começou a preparar uma acção mais espectacular, mediática: o desvio do paquete de luxo “Santa Maria” cheio de passageiros. A operação que parecia megalómana, de difícil concretização, preparou-a de colaboração com Delgado, exilado no Brasil.

O “Santa Maria", com mais de seis centenas de passageiros e 350 tripulantes a bordo, largara em 9 de Janeiro de La Guaira, Venezuela, numa viagem para Miami. Galvão embarcou clandestinamente em Curaçao, nas Antilhas Holandesas. A bordo já se encontravam os 20 elementos do DRIL, encarregados de executar a operação.

 

Cumprindo uma ordem de operações cuidadosamente elaborada por Galvão, a acção foi desencadeada na madrugada de 22 de Janeiro - a ponte de comando foi tomada. Um dos oficiais, um ex-graduado da Mocidade Portuguesa, ofereceu resistência e foi morto a tiro. Os restantes, segundo Galvão, apressaram-se a render-se. Vergonhosa e cobardemente, comentaria depois Galvão.

 

O navio mudou o seu rumo e dirigiu-se a África. Galvão pretendia atingir a de Fernando Pó, no golfo da Guiné,  na época, colónia espanhola,  partindo daí para atacar Luanda: Este seria o início de uma operação mais vasta destinada a derrubar as duas ditaduras peninsulares.

No entanto o paquete, do qual nada se sabia, com natural apreensão dos familiares de passageiros e tripulantes, foi avistado por um cargueiro dinamarquês, que imediatamente avisou a guarda costeira americana. Começaram a chegar navios de guerra, inclusivamente uma fragata britânica.

Não sendo possível prosseguir com o plano traçado, que exigia o factor surpresa, Galvão e Sottomayor decidiram dirigir-se ao Brasil e render-se às autoridades brasileiras. O novo presidente,  Jânio Quadros (19171992) , um homem de esquerda, foi empossado em 31 de Janeiro de 1961, vindo a renunciar em 25 de Agosto desse mesmo ano (declarando que "forças terríveis" o obrigavam a esse acto).

 

Rumaram então ao Recife onde pediram asilo político, o qual foi prontamente concedido. Desembarcaram no Rio de Janeiro os passageiros. O presidente Jânio Quadros recusou-se a entregar os revoltosos às autoridades portuguesas. O navio esteve em poder dos revolucionários até 2 de Fevereiro, dia em que uma força de fuzileiros da Marinha Brasileira assumiu o seu controlo.

 

O assalto ao Santa Maria, que forneceu tema para um filme de Joaquim Manso, foi naquele Janeiro de 1961 um assunto de grande exposição mediática internacional – jornais de actualidades, canais de televisão, jornais, magazines, dedicaram-lhe grande atenção. Foi o primeiro golpe daquele ano que Salazar iria abominar, o ano de todos os prodígios em que os oposicionistas tiveram motivos para ter esperança na queda da (aparentemente inabalável) ditadura a qual, no entanto, ainda se aguentaria por treze anos mais.

 

http://bp2.blogger.com/_67BHDDKqaNg/SJXRHeUe0II/AAAAAAAAIHc/imsgkQoZFOo/s400/F+008+%5B1024x768%5D.jpg

http://bp3.blogger.com/_67BHDDKqaNg/SJXS6gKm2_I/AAAAAAAAIIU/wRfM1lO3CiM/s400/F+017+%5B1024x768%5D.jpg

 

 

 

 

publicado por Carlos Loures às 12:00
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links