Terça-feira, 17 de Maio de 2011

A República nos livros de ontem nos livros de hoje - CXI e CXII, por José Brandão

O Meu Depoimento

 

 

 

 

(Da proclamação da República à primeira guerra mundial)

 

António Maria da Silva

 

Publicações Europa-América, s. d.

 

Período conturbado da nossa história, o da I República. Apresentado pelo Estado Novo como a «balbúrdia sanguinolenta» que teria deixado a Nação depauperada moral e economicamente e pelos opositores ao regime como um universo de fraternidade democrática e de progresso social, é-nos aqui pintado pelo autor com os seus pormenores mais relevantes: os meandros da baixa política, as tricas partidárias, a violência de certos sectores que se proclamavam «defensores do povo», as tentativas de restauração da monarquia, a indefinição política e ideológica...

 

Trata-se de uma obra de alto valor documental que consegue demonstrar que ambas as partes (os que atacavam e os que defendiam a I República) tinham razão: esse período foi uma época de profundas aspirações democráticas e de cegas paixões pessoais ou políticas...

 

______________________

 

 

O Milagre Segundo Salomé

 

 

José Rodrigues Miguéis

 

Editorial Estampa, 1982

 

Portugal, 1917. O país vive uma grande agitação política e social e diz-se que em Fátima a virgem apareceu a três pastorinhos. Salomé, uma jovem vinda da província, é uma das muitas raparigas que animam um dos mais conhecidos bordéis de Lisboa, mas é uma rapariga tão especial que um dia um senhor de posses convida-a para viver em sua casa e apresenta-a à alta sociedade de Lisboa. Mas o seu passado não deixará de a perseguir e Salomé, que pensava que este seria para ela o começo de uma nova vida, vai afinal acabar por perder tudo ao tornar-se personagem involuntária desse milagre que agitou o país...

 

Há quem ponha a República acima de todas as divergências. Entre baixezas, hipocrisias, traições e especulações, há sacrifícios sem conto, heróis e mártires impolutos. As melhores figuras do regime isolam-se, desgostosas, ou esgotam-se, na tarefa inglória de o defender.

________________________________

publicado por João Machado às 17:00
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links