Terça-feira, 2 de Novembro de 2010

Dicionário Bibliográfico das Origens do Pensamento Social em Portugal (22), por José Brandão

História do Movimento Operário e das Ideias Socialistas em Portugal

I – Cronologia

Carlos da Fonseca

Publicações Europa-América, s. d.

Obra de referência sobre a história do movimento operário português entre 1800 a 1974. O volume I é uma cronologia exaustiva dos acontecimentos políticos, económicos, sociais e culturais mais marcantes de todo o período em análise. O volume II aborda os congressos operários ocorridos no período de 1865-94. O volume III analisa a relação entre a Igreja Católica e o movimento operário no período compreendido entre a encíclica Rerum Novarum à implantação da República. O último volume desta obra ainda incompleta propõe-se estudar as greves e agitações operárias no período de 1852 a 1910.

_____________________
 
História do Movimento Operário e das Ideias Socialistas em Portugal - II

Os Primeiros Congressos Operários


Carlos da Fonseca

Publicações Europa-América, s. d.

Toda a pesquisa é viciada, titubeante e prolixa quando baseada em hipóteses e na ignorância de documentos. Num caminho onde se dão actualmente os primeiros passos, as conclusões precipitadas arriscam a asfixia no terreno movediço.

Era inútil lembrar que se desconhece a esmagadora maioria dos trabalhos dos congressos operários, se, feitas as contas, se não tratasse dos diplomas mais genuínos dos movimentos de trabalhadores. Há pois que relê-los, reconhecendo-os como emanação das vanguardas, e articula-los com um operariado mais vasto e menos definível

O carácter esparso e parcelar da documentação não é da nossa responsabilidade. Trata-se duma lacuna intrínseca ao movimento, dum obstáculo intransponível para quem dispunha de tão parcos meios humanos e materiais.

___________________
 
História do Movimento Operário e das Ideias Socialistas em Portugal III

O Operariado e a Igreja Militante

Carlos da Fonseca

Publicações Europa-América, s. d.

Em Janeiro de 1974 conhecemos no seminário de G. Haupt (École des Hautes Etudes des Sciences Sociales) um investigador espanhol cuja tese se intitulava «Sindicalismo obrero católico en Espana».

Ao trocarmos impressões sobre as pesquisas que empreendia sob a direcção de Pierre Vilar, Juan José Castíllo perguntou-nos se não tinha existido um movimento equivalente em Portugal. A surpresa invadiu-nos. Os nossos conhecimentos limitavam-se às vinte e três páginas redigidas por N. Rodrigues, com informações tão vagas que nos parecia não valer a pena insistir sobre o assunto. Baseando-se no exemplo espanhol, logo o nosso interlocutor nos persuadiu a aprofundar uma matéria que de dia para dia se tornava apaixonante e vasta, ao ponto de nos ver-mos coagidos a limitá-la cronologicamente até a queda da monarquia.

___________________

 
História do Movimento Operário e das Ideias Socialistas em Portugal IV

Greves e Agitações Operárias

Carlos da Fonseca

Publicações Europa-América, s. d.

Para se fazer história, ensina-nos Werner Sombart, não basta coleccionar estatísticas mais ou menos completas, mais ou menos corrigidas. De há dois séculos a esta parte, a investigação económico-social fez tão grandes progressos, dotou-se de tais instrumentos, que foi possível arquitectar grandes sínteses sem a utilização constante e maçuda de «exercícios contabilísticos».

Simplesmente, tal hipótese suscita do leitor imediata objecção: para que as grandes construções dum Max Weber fossem possíveis, quanto terreno não foi desbravado na recolha de dados brutos, quantos exercícios estatísticos se não empreenderam, quantas sínteses parciais não prepararam na obscuridade os alicerces do edifício?

Fenómenos como as greves, repetitivos e mensuráveis, não podiam logicamente abordar-se sem um sistema de pesos e medidas.

______________________
publicado por Carlos Loures às 18:00
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links