Sexta-feira, 4 de Março de 2011

Sempre Galiza! Polvo à feira

coordenação Pedro Godinho

 

  

«O homem põe tanto do seu carácter e da sua individualidade nas invenções da cozinha, como nas da arte.»

            Eça de Queiroz

 

 

Um povo, a sua cultura, é também o que cozinha e come, e como o faz.

Depois do caldo, trazemo-vos a simplicidade do Polvo à feira (também chamado de polvo à galega por quem não é da terra); da feira porque sempre presente em feiras e romarias da Galiza.

 

 

POLVO À FEIRA (ou À GALEGA)

 

ingredientes

 

1 polvo grande

3 dentes de alho

Azeite a gosto

1 colher de sopa de pimentão doce

Sal

1 cálice de aguardente

 

preparação

 

Lavar bem o polvo e dar-lhe uns bons golpes. Escaldar o polvo três vezes em água a ferver e,depois, cozê-lo numa panela coberta durante cerca de 1 hora (ou 30 minutos numa panela de pressão) até estar tenro. Deitar a aguardente e esperar uns minutos. Tirar o polvo da panela, cortá-lo em pedaços e envolvê-lo numa mistura de azeite, pimentão, alhos picados e sal. Deixar repousar e servir, quente ou frio, com pão ou batatas cozidas na água do polvo.

 

 


publicado por Pedro Godinho às 11:00
link | favorito
Terça-feira, 1 de Março de 2011

Sempre Galiza! Caldo galego

coordenação Pedro Godinho

 

 

hoje dormireis num leito

feito de palhinha triga,

junto do lar que vos quente

coa borralhinha acendida,

e comereis um caldinho

com patacas e nabiças.

 

  Cantares Galegos

  Rosalia de Castro

 

 

 

Vem comer o caldo, neno,

deixa ir o cam pra fora;

que vaia espelir as patas

e cuidar do que há na horta.

 

E trai la-la-lá,

e trai la-la-lá;

o galego nunca

castrapo será.

 

Nom fagas o xordo, neno,

e vem-te comer o caldo;

que logo vai ser a hora

de ires apastar o gado.

 

E trai la-la-lá,

e trai la-la-là;

o galego nunca

castrapo será.

 

  Cantigas galegas

  Ricardo Flores

 

 

CALDO GALEGO

 

A minha receita de caldo galego.

 

ingredientes

 

2 l de água
1 osso de presunto
1 osso de novilho ou vaca
100 g feijão branco
1 molho de grelos
1 kg de batatas
1 chouriço
Sal 

 

preparação

 

Deitar os ossos e o feijão - demolhado do dia anterior, numa panela com água e sal. Cozer durante uma hora.
Descascar as batatas e cortar em pequenos cubos. Tirar os ossos da panela e deitar as batatas junto com o chouriço. Deixar cozer.
Lavar bem os grelos. Numa outra panela cozer os grelos com sal. Quando começarem a ferver retirar do lume de imediato.

Deitar os grelos na panela onde estão as batatas, deixar cozer tudo durante 15 minutos.
Servir bem quente

 

 

E um outro caldo galego (irmão), música do grupo Trifulka:

 

 

publicado por Pedro Godinho às 11:00
link | favorito
Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2011

Dia das Beiras - Beira Baixa – Gastronomia/Bordados

Estrolábio

 

Pratos típicos:

Doces:

Outros:

  • Empadas de Castelo Branco
  • Sopa de Matação
  • Cabrito Assado
  • Laburdo
  • Fígado de cebolada
  • Perdiz no forno
  • Cabrito recheado (Alcains)
  • Fritada (matança) e Enchidos (morcela, chouriço, farinheira) em Póvoa de Rio de Moinhos
  • Ensopado de Cabrito em Tinalhas
  • Fressura com ervas, Ensopado de cabrito e Seventre (matança) em S. Vicente da Beira
  • Bucho Recheado em Lardosa
  • Maranhos (festa de Verão) em Salgueiro do Campo
  • Miga de Batata co tomate em Ninho do Açor
  • Sopa de Grão (casamentos) em Monforte da Beira
  • Miga de Peixe em Malpica do Tejo
  • Sopa de massa em Cebolais de Cima
  • Papas de Carolo
  • Arroz Doce
  • Tijeladas
  • Broas de Mel
  • Biscoitos de azeite
  • Bolo de festa
  • Borrachões
  • Pão-de-Ló
  • Bola de Páscoa
  • Filhós fritas e Filhós fintas
  • Minutos (S. Vicente da Beira)
  • Bicas (Escalos de Cima, Lousa, Salgueiro do Campo, Caféde, Sarzedas)
  • Cavacas
  • Fascias ou Xurrilhos (Monforte da Beira)
  • Papas de milho e Cavacões (Benquerenças).

 

Queijos:

  • Queijos de Castelo Branco
  • Queijo amarelo da Beira Baixa
  • Queijo picante da Beira Baixa

 

As colchas ...

De inspiração oriental, as colchas de Castelo Branco são conhecidas, pelo menos, a partir de meados do século XVI. De constituição semelhante ás colchas de Toledo e de Guadalupe, foram durante séculos a dignidade do enxoval de qualquer noiva desta região, fosse ela plebeia ou nobre.

 

Bordadas com fio de seda em pano de linho, os seus elementos decorativos têm simbologia singular. Assim, a albarrada representa o lar e a árvore da vida; os pássaros juntos os desposados, quando não estão representados por simbólicos bonecos; os encadeados, a cadeia indestrutível do matrimónio; os cravos representam o Homem, e as rosas a Mulher; os lírios, a Virtude; os corações, o Amor; as gavinhas, a Amizade; a hera, a firme afeição; os jasmins, a virtude da castidade; as romãs e as pinhas, a solidariedade e união da família; os frangos e os galaripos, a prole bendita; e os lagartos, os amuletos da felicidade tão desejada.

 

Encontram-se em exposição e fabrico no Museu Tavares Proença Júnior e loja da Vila, Rua da Misericórdia - Castelo Branco.

 

 

publicado por siuljeronimo às 06:00

editado por Luis Moreira às 01:18
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links