Sábado, 11 de Junho de 2011

Muammar Gaddafi : antes morrer que ceder aos interesses neo-colonialistas!.

 


Gaddafi Aberto e sem Censura

Lembranças da Minha Vida: Coronel Muammar Gaddafi, líder da Revolução.

05 de Abril de 2011.

Em nome de Deus, Clemente, e Misericordioso...

Durante 40 anos, ou mais, já nem me lembro direito, eu fiz tudo que pude para dar ao meu povo casas, hospitais, escolas, e quando eles estavam com fome, dei-lhes comida.

Eu mesmo tornei Benghazi de uma região desértica e sem agua numa região irrigada e fértil transportando agua a longa distancia, enfrentei os ataques daquele cowboy Reagan, quando ele matou a minha filha órfã adoptiva, ele que estava tentando me matar, ao invés disso matou aquela pobre criança inocente.

Ajudei meus irmãos e irmãs da África doando dinheiro para a União Africana.

Fiz tudo que pude para ajudar as pessoas a entender o conceito de uma verdadeira democracia, onde os comités do povo governavam o nosso país. Mas isso nunca parece ter sido suficiente, como alguns me disseram, mesmo as pessoas que tinham casas com dez quartos, roupas e móveis novos, nunca estavam satisfeitos e como os egoístas que eram, queriam sempre mais. Esses mesmos quem disseram aos americanos e outros visitantes, que precisavam de "liberdade", " de democracia" que o meu sistema não prestava sem perceber que o sistema americano é constituído por algozes famintos onde o maior cão come os outros, mas eles ficaram encantados com aquelas palavras, não percebendo que nos Estados Unidos, não existe cuidados médicos ou hospitais de graça, moradia gratuita, educação e comida grátis, excepto se as pessoas forem pedintes ou então passar horas em longas filas para obter uma miserável sopa.

Não, não importa o que eu tenha feito, nunca foi o suficiente para alguns,mas para outros, eles sabem que eu sou o filho de Gamal Abdel Nasser, o
único árabe e verdadeiro líder muçulmano que tivemos desde Salah al-Deen,quando ele reivindicou o Canal de Suez para o seu povo, como eu reivindiquei também a Líbia, para o meu povo tentando seguir os seus passos para manter o meu povo livre da dominação colonial - dos ladrões globais que roubam de nós tudo o que podem.

Agora, eu estou sob o ataque da maior força da história militar, Obama, quem considero o meu pequeno filho Africano, quer me matar, para tirar a
liberdade do nosso país, para tirar do nosso povo a habitação gratuita, os nossos medicamentos gratuitos, o nosso ensino gratuito, a nossa comida de graça, e substituí-la pelo roubo de estilo americano, chamado "*capitalismo*", mas todos nós do Terceiro Mundo sabemos o que isso significa, isso significa que as grandes corporações gerem os países, gerem o mundo e as pessoas sofrem. Assim, não há alternativa para mim, devo enfrentar tudo com firmeza e, se Deus quiser, irei morrer, seguindo o Seu caminho, o caminho que tornou o nosso país rico em terras agrícolas, com alimentos e saúde, para todos e que até mesmo nos permitiu ajudar nossos irmãos e irmãs árabes e africanos trabalhando aqui connosco, na Jamahiriya Líbia.

Eu não quero morrer, mas se tiver que chegar a esse ponto para salvar esta terra, o meu povo, os milhares que são todos meus filhos, então que assim seja.

Que este testamento seja a minha voz para o mundo, que eu enfrentei e combati os ataques dos Cruzados da NATO, combati a crueldade, combati a
traição, enfrentei e combati o Ocidente e as suas ambições colonialistas, e que eu estive sempre do lado dos meus irmãos Africanos, os meus verdadeiros árabes e irmãos muçulmanos, como um farol de luz. Quando os outros estavam construindo castelos, eu morava numa casa modesta, e numa tenda. Eu nunca esqueci a minha juventude, em Sirte, não gastei o nosso tesouro nacional *loucamente, e tal como Salah al-Deen, o nosso grande líder muçulmano, que resgatou Jerusalém para o Islão, tirei pouco para mim ...

No Ocidente, alguns me chamaram de "louco", "excêntrico", opressor, mas sabendo eles a verdade ainda continuam a mentir, eles sabem bem que a nossa terra é independente e livre, e não sob o jugo colonial, e que a minha visão e o meu caminho, é e tem sido claro para o meu povo e que vou lutar até meu último suspiro para nos manter livres, que Deus todo-poderoso nos ajude a
permanecer fiéis e livres.

c: Col. Muammar Qaddafi, 2011/05/04

Copyright Col. Muammar Gaddafi, - Mathaba.Net

Publicado no site www.mathaba.net/

* Nota A líbia sempre manteve mais de 89% do tesouro nacional nos bancos do governo sendo a maior parte do tesouro Líbio constituído por ouro. Segundo dizem alguns é por isso que a elite global só pôde congelar as contas externas da Líbia, e que quando a invasão terminar, ai poderão livremente pilhar os cofres da Líbia, o petróleo a agua na qual a Franca esta interessada e etc. etc.

Baseado na tradução Professor Sam Hamod, Ph.D. e no artigo original escrito em Árabe.

Gaddafi nasceu em 1942 na área costeira de Sirte filho de pais nómadas.

publicado por Luis Moreira às 23:00
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links