Quarta-feira, 2 de Março de 2011

A corrida ao espaço

 Luis Moreira

 

 

 

 

Hitler encorajou o seu chefe de aeronáutica espacial, Walter R.Dornberger, a realizar experiências em Peenemmund, uma aldeia costeira alemã nas margens do Báltico. Filmes mostravam ao ditador que essas naves subiam a sessenta milhas de altura e que poderiam vir a ser o instrumento que precisava para "dar a volta" ao desfecho da guerra. No final da década de 30 os foguetões eram cada vez maiores e com maior alcance. Em 1942 um destes foguetões alcançava 3 300 milhas/hora uma velocidade muito superior a qualquer outro avião tudo numa altura em que o exército alemão invadia a Rússia e o Japão chegava à costa australiana.

 

Depois de os Aliados terem bombardeado a fábrica, Hitler mandou construir outra fábrica muito mais sofisticada nas montanhas de Hartz, no norte da Alemanha. Dez mil operários, a maioria escravos com origem dos países capturados, trabalharam no programa espacial Alemão. Produzida às centenas, a chamada "arma da vingança" começou a ser lançada sobre o sul de Inglaterra. Eram as primitivas V-1 que se podiam ver a partir do solo. O revolucionário V-2 era capaz de se dirigir a alvos colocados a centenas de Kms. Mísseis ar-ar foram desenvolvidos para abater bombardeiros inimigos.

 

Mas a guerra mudava de rumo e o exército Russo capturou a fábrica  em Peenemmund, bem como, a fábrica subterrânea dos V-2, onde encontraram ferramentas, peças inteiras, planos, mapas e, operários especializados, mas poucos cientistas. A maioria dos cientistas - 116 - tinham-se entregado aos Americanos, entre eles Werner Von Braun, com apenas 33 anos, o mais experiente engenheiro de foguetões. O V-2 acabou por ser a base do míssil Redstone no ínicio do programa espacial americano.

 

A Rússia, enquanto Von Braun progredia, tinha o seu mais experientte engenheiro espacial a trabalhar nas minas de ouro, por ter sido considerado traidor numa das muitas purgas estalinistas. Sergei P. Korolev foi libertado e foi-lhe entregue o programa espacial. Sob a sua chefia, e debaixo de uma pressão extrema das autoridades, Korolev e a sua equipa foram vencendo todas as grandes questões técnicas. O seu V-2 aperfeiçoado, em 1949, já estava a colocar cães e coelhos no espaço exterior, viajando nas suas pequenas cápsulas onde eram filmados. Uma das barreiras ultrapassadas foi a de que se sabia agora que era possível as comunicações desde o espaço exterior. Em 1957, o SPUTNIk 1, alcançava a órbita da terra em 95 minutos e os seus sinais foram captados na terra, incluindo na América.

 

Em 1959, o SPUTNIK 2, bem maior e sofisticado, levava no seu interior a cadela Laika que não regressou viva à terra mas que deu importantes informações sobre o comportamento de um organismo vivo no espaço. Em 1958, os americanos conseguem colocar em órbita um satélite de comunicações para transmitir imagens e palavras, tornando-se notícia em todo o mundo.

 

Mas os Russos estavam há muito na dianteira!

 

PS: com Geoffrey Blainey - Uma breve história do século XX.

 

continua...

publicado por Luis Moreira às 23:00
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links