Quarta-feira, 29 de Junho de 2011

A República nos livros de ontem nos livros de hoje - CXCVII e CXCVIII, por José Brandão

O “28 de Maio”

 

I – Na Génese do Estado Novo

 

Arnaldo Madureira

 

Editorial Presença, 1978

 

Só as circunstâncias extremamente difíceis vividas em Portugal durante cinquenta anos podem justificar a carência de estudos dedicados a tão importante período da vida nacional, a reduzida discussão pública do tema necessária para refutar conceitos, eliminar equívocos, desfazer sofismas e mentiras e contribuir para conhecer com nitidez os intuitos, as sucessivos manobras verificadas antes e durante o desenrolar dos acontecimentos, e o desfecho que teve o movimento militar iniciado na madrugada de 28 de Maio de 1926.

 

Na realidade, a história, a análise e a exposição dos factos, dos pormenores das operações, das sucessivas tentativas para desviar o «movimento» num ou noutro sentido, dos constantes ziguezagues políticos e compromissos dos diferentes sectores populacionais, estão em grande parte por fazer.

 

___________________

 

O “28 de Maio”

 

II – Na Hora do Corporativismo

 

Arnaldo Madureira

 

Editorial Presença, 1982

 

No primeiro volume da presente obra – Na Génese do Estado Novo – fez-se a análise dos factos históricos decorridos desde a preparação e início das operações do 28 de Maio até ao isolamento e subsequente queda de Mendes Cabeçadas. Neste segundo volume, não se trata já de analisar passo a passo o curso dos acontecimentos, mas antes de estudar e alinhar as opções que se apresentaram ao País, todas elas apostando num projecto nacional dos sectores conservadores, expresso económica e socialmente no corporativismo.

 

O autor propõe-se determinar: o significado do afastamento de Mendes Cabeçadas: os objectivos reais de cada uma das facções em que a direita se desdobrou após a queda daquele; (…) o papel desempenhado pelas organizações republicanas e pelos representantes da classe operária.

publicado por João Machado às 17:00
link | favorito
Quinta-feira, 17 de Março de 2011

A Republica nos livros de ontem nos livros de hoje, XXIII, por José Brandão

Da I República ao Estado Novo

 

António Viana Martins

 

Iniciativas Editoriais, 1976


O Partido Republicano Português gozava de grande prestígio, nomeadamente em Lisboa. Nesta cidade de 400 000 habitantes, ao apelo do partido, formavam-se manifestações de dezenas de milhares de pessoas. Em 1908, depois dos assassinatos de D. Carlos e do príncipe herdeiro terem posto fim à ditadura do primeiro-ministro João Franco, apoiado pelo trono, 200 000 pessoas desfilaram em homenagem aos regicidas; as obsequias do rei e do príncipe tinham sido uma cerimónia quase clandestina.

 

O Partido Republicano também exercia uma influência considerável no exército e, sobretudo, na marinha de guerra. A Carbonária, a organização secreta da insurreição, contaria cerca de quarenta mil homens armados. No plano constitucional, os republicanos obtinha êxitos importantes. A vereação de Lisboa seguia-lhe as directivas desde 1908.

publicado por João Machado às 17:00
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links