Terça-feira, 24 de Maio de 2011

O assalto ao cidadão na sua própria casa - por Luis Moreira

Recebo, como todos vós, imensas chamadas telefónicas a oferecerem-me o céu e a terra, tudo sem pagar mais e sem problemas acrescidos nenhuns.

 

Há muito que nem ouço o que têm para me dizer, embora, fique algo incomodado porque sei que do outro lado está um(a) jovem que ganha segundo o que vende e bem precisa que lhe compre alguma coisa. Mas não pode ser , é um bocado como na rua os pedintes não se pode dar a todos e, muito menos, todos os dias. A "caridadezinha" não resolve os problemas criados por este sistema que trucida uns e outros. Os que estão a começar e os que precisam de descansar e não serem incomodados.

 

Estava eu, mais ou menos a cumprir esta regra, eis senão quando o meu filho me fala numa maravilha que ele já tinha e que era imperioso eu também ter. E fui na conversa do "call center", telefone gratuito, internet e televisão mais barato do que estava a pagar, era um instantinho, chatice nenhuma eles tratavam de tudo.

 

Lá me estenderam mais uns cabos dentro de casa, andei uns dias a tentar perceber como é que a coisa funcionava e, quando estava a regressar ás minhas rotinas, eis que sou assaltado! Recebo uma factura da empresa que havia deixado com o mesmo valor de sempre e outra factura, esta da nova empresa fornecedora não com o montante que me haviam estabelecido mas com 30% mais!

 

No dia seguinte recebi um telefonema a perguntarem-me se estava tudo bem e a funcionar. Disse que não, que estava a pagar muito mais. Tinha que ir à loja. Lá fui a ferver, literal e figurativamente, debaixo da torreira do sol, lá me apareceu uma menina a "ler a cartilha", tudo com muita simpatia "até já" ! Pois sim, não pago nem a uma nem a outra, tirem-me o sinal e venham buscar o equipamento, quero tudo como estava e quando as "companhias modernaças" resolverem o problema entre elas, então voltarei a conversar, antes não!

 

E, pronto, estou assim, passei a ser mais um devedor com muita probabilidade de ver os rendimentos serem accionados pelo tribunal, o que me dará ainda mais dores de cabeça, tenho que meter advogado para levantar o ónus que recair sobre os meus bens,isto dura pelo menos dois anos, as empresas têm dinheiro para meter acções e, aceites fiscalmente, é o mesmo que dizer que quem paga ao tribunal é o estado, logo, estou a pagar uma parte da acção que a empresa meter contra mim e a pagar a minha....

 

São isto as empresas monopolistas que funcionam no mercado interno, tudo gente a ganhar muito bem porque são os melhores gestores do mundo!

 

 

 

publicado por Luis Moreira às 12:00
link | favorito
Domingo, 25 de Julho de 2010

O dr. Mexia diz que somos invejosos e preguiçosos!

Luís Moreira



Ó Sr. CEO, e mesmo que sejamos tudo isso que diz que somos, o que é que isso tem a ver com o facto de o senhor se ter sentado numa cadeira que outros compraram e ganhar milhões? Num país em que há tanta gente a viver mal?

Eu ponho-lhe uma velinha, se o Sr.Dr. ganhar esse dinheiro todo com uma empresa sua, em que tem uma ideia, mete lá o seu dinheirinho, vai competir em mercados abertos, sem cobertura e "golden shares" do governo, até lhe coloco duas, uma em Fátima e outra em S .Bento.Mas ganhar esse balúrdio num país pobre, numa empresa que tem como accionistas os grandes deste país, que aumenta o preço dos bens e serviços que vende tanto quanto for preciso, desculpe que lhe diga mas eu faço isso por metade do que ganha.

Porque terá o Sr. Dr. que aturar estes ingratos que morrem de inveja, quando poderá ganhar esse dinheiro todo num grande país, onde as pessoas ganham bem, num país rico? Nenhum de nós diria nada, a maioria até ficaria muito orgulhosa de ver um compatriota vencer na vida, mas numa empresa pública monopolista ganhar milhões? Onde o desemprego campeia, em que 20% da população é pobre?

Não tente desviar a conversa, Sr. Dr., ninguem está contra o facto de ganhar muito dinheiro, estamos é contra o facto de ganhar esse dinheiro à custa da miséria alheia, pois se o país não cria riqueza como poderá V. Exª ganhar dessa maneira? Diz V.Exª que 55% é relativo aos resultados das operações da empresa no exterior. E eu pergunto. Quando as operações no exterior derem para o torto devolve os prémios?

É uma pena, com uma cabeça dessas não ser um empresário, criar riqueza, postos de trabalho, arriscar o que é seu.Uma pena!
publicado por Luis Moreira às 13:35
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links