Quinta-feira, 9 de Junho de 2011

Os medíocres “quando em rebanho são perigosos”

enviado por Adão Cruz

 

Vi os resultados eleitorais fabricados pelas oficinas da comunicação dita social e não permitindo que a mediocridade me continuasse a importunar reduzi ao silêncio o televisor.

 

Olhei em redor e, de entre muitos, fixei-me nalguns livros: «A formação da mentalidade submissa e A intoxicação linguística, ambos de Vicente Romano» «Reflexões sobre a vaidade dos homens de Matias Aires (1750)» «A Arte de Furtar do Padre Manuel da Rocha (1650)» e porque os medíocresquando em rebanho são perigosos” e a mediocridade é virulenta, fixei-me no «El hombre medíocre de José Ingenieros (1915)»

 

E fui relendo:

 

«A mediocridade é moralmente perigosa e globalmente nociva em certos momentos da história em que reina o clima da mediocridade.

 

Épocasem que o equilíbrio social se inclina em seu favor. O ambiente torna-se refractário a todo o anseio de perfeição; os ideais esgotam-se e a dignidade ausenta-se; os homens acomodatícios têm a sua primavera florida. Os Estados convertem-se em mediocracias; a falta de aspirações, que mantenham um alto nível moral e cultural aumentam continuamente o lamaçal.

 

Embora isolados passem despercebidos, em conjunto constituem um regímen, representam um sistema especial de interesses inalteráveis. Subvertem a escala de valores morais, falseando nomes, desvirtuando conceitos; pensar é um desvario, a dignidade é irreverência, é lirismo a justiça, a sinceridade é tontice, a admiração uma imprudência, a paixão ingenuidade, a virtude uma estupidez.

 

Vivem da mentira, nutrem-se dela, semeiam-na, regam-na, podam-na, e colhem-na. Assim cresce um mundo de valores fictícios que favorecem o horizonte dos obtusos

 

Fechei o livro e abri ainda mais o leque das preocupações.

publicado por Luis Moreira às 23:50
link | favorito
Sábado, 4 de Junho de 2011

Amanhã no Estrolabio - Debate eleitoral

Temos evitado o tema das eleições legislativas dada a saturação a que os media e as máquinas partidárias sujeitam os cidadãos.  No entanto, o tema não nos é indiferente. Pelo contrário.

 

 

Desejaríamos poder discuti-lo num ambiente sereno, sem influências deletérias, nem manipulações oportunísticas. Porém, na medida do possível, queremos deixar o nosso contributo. Assim, organizámos este debate. Um grupo dos nossos colaboradores disponibilizou-se para comentar os resultados eleitorais e a dar a sua opinião sobre as perspectivas expectáveis a partir desses resultados. Tudo o que disserem, pode ser apoiado, contestado, desenvolvido, pelos comentários que todos podem fazer.

 

 

Esteja com o nosso blogue, amanhã, Domingo, dia 5 de Junho, a partir das 20:00.

publicado por Carlos Loures às 16:00

editado por Luis Moreira às 12:31
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links