Segunda-feira, 21 de Junho de 2010

República nos livros de ontem nos livros de hoje - 31 e 32 (José Brandão)


A Desgraça da República na Ponta das Baionetas

José Freire Antunes

Livraria Bertrand, 1978

O militarismo é sacro no edifício militar clássico. Mas esse código de títulos e rituais pagãos – o culto do elitismo, a cadeia de comando, o vislumbre de aço, a espada cortante, a hierarquia empertigada – não é mais do que a expressão concentrada da arte militar acumulada pela burguesia, ao longo da sua ditadura classista. Esse exército gigantófono de milhões de homens e cintilante destreza servia às grandes potências, por um lado, para a contenção do proletariado e do campesinato e, por outro lado, para espezinhar e subjugar os povos dos países ocupados. As nações avançadas eram desterros militares para os operários.

Mas ao instituir o serviço militar obrigatório, ao familiarizar os deserdados no manejo das armas, porque a isso a obrigavam as necessidades do próprio curso desenvolvimentista, a burguesia amontoou lenha para se queimar. O exército dinástico tornara-se um exército popular.
________________________________________________

O Dezembrismo e a sua Política na Guerra

Eduardo de Sousa

Porto, 1919

(Discurso proferido na sessão da
 Câmara dos Deputados de 21 de Junho de 1919).

Sr. Presidente: como se vê nos termos da. minha moção, digo que o dezembrismo foi um crime. Todo o crime é repelente, o que não quer dizer que, quando o crime é cometido por diferentes indivíduos, todos eles tenham as mesmas responsabilidades, e que, portanto, a responsabilidade de cada um deva ser avaliada pelo mesmo padrão da dos outros. Mas a Câmara não é um tribunal criminal e, portanto, não vou agora julgar das responsabilidades deste ou daquele; trato apenas de apreciar o assunto politico na teia da discussão, - o dezembrismo, e de determinar se ele foi ou não um crime, um grave crime político. Que o foi, diz a minha moção e eu procurarei demonstrá-lo.
___________________
publicado por Carlos Loures às 18:00
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links