Quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2011

Uma curiosidade de almanaque - por Carlos Loures

 

 

A Revolução Soviética ou Bolchevique é também chamada a “Revolução de Outubro”. De Outubro? Como, se eclodiu na madrugada  de 7 de Novembro de 1917? Eu sei que sabem a resposta – pelo calendário juliano em uso na Rússia, era 25 de Outubro, pelo calendário gregoriano, em uso na maioria dos países, era 7 de Novembro.

 

 O que talvez não saibam é que foi no dia 24 de Fevereiro de 1582 (faz hoje 429 anos) que o papa Gregório XIII promulgou o novo calendário, logo adoptado em Portugal. O nome do papa deu-lhe a designação.Gregório XIII aconselhado pelos astrónomos, decretou pela bula Inter gravissimas que quinta-feira, 4 de Outubro de 1582 seria imediatamente seguido de sexta-feira 15 de Outubro para compensar a diferença acumulada ao longo de séculos entre o calendário juliano e os registos astronómicos.

  

Os países católicos adoptaram-no imediatamente, mas aqueles onde o luteranismo predominava não se apressariam a pô-lo em vigor: a Baviera

 e a Prússia e demais estados germânicos, só em  1700, a Inglaterra em 1751. Mas nem só os luteranos e anglicanos resistiram à mudança: a

a China só o empregou em 1912; a Bulgária em 1917; a Rússia em 1918;

 a Roménia em 1919; a Grécia em 1923 e a Turquia em 1927. Na Suécia a discussão foi de tal natureza que passou a haver um  dia 30 de Fevereiro.

 

  Como se vê, a mudança arrastou-se até ao século XX, facto que provoca confusões

 na datação de acontecimentos históricos, como é o caso da Revolução Russa. 

 Há países que ainda não o aplicam, tais como a Argélia, Israel, Irão,

 Índia,  Bangladesh, Paquistão, , etc.

 

  

 O calendário anterior, o juliano imposto por Júlio César, em 46 a.C, sofreu

 algumas alterações, embora basicamente o gregoriano seja semelhante. Continua

 a ser utilizado pelos cristãos ortodoxos em vários países. Nele,  os  anos

 bissextos ocorrem sempre de quatro em quatro anos, enquanto no

 calendário gregoriano não são bissextos os anos seculares excepto os múltiplos

 de 400, o que acumula uma diferença para o calendário gregoriano de 13 dias.

 

 

 «E o que temos nós a ver com isso?», perguntarão. Responderei - Peço desculpa,

 mas hoje não resisti à tentação de escrever sobre uma curiosidade de

 almanaque.  Sempre tive uma grande atracção pelos almanaques – principalmente daqueles do tempo em que se escrevia almanach (em França insistem teimosamente em escrever assim). Já pensei escrever um “almanach de inutilidades & de conhecimentos perfeitamente desnecessários e até inconvenientes”. E começava-o assim: "Por que razão a Revolução de Outubro foi em Novembro?"

  

Hoje seria, pelo calendário juliano, o dia 11 de Fevereiro de 2011. Não era mau – sempre ganhávamos 13 dias.

 

 

 

 

publicado por Carlos Loures às 12:00
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links