Segunda-feira, 2 de Maio de 2011

Encontros Imaginários nº 7 - Hélder Costa

Em principio este é o ultimo aviso .

Dia 2 de Maio, 21, 30 no Bar da Barraca -  Encontro com Damião de Góis, Mussolini e Marilyn Monroe

Confronto entre o humanista Damião de Góis e o fascista Mussolini seduzidos pela beleza de Marilyn .

Que, surpreendentemente , não entra nas anedotas das loiras burras..o que não deixa de ser uma agradável novidade para todos os seus admiradores.

RESERVAS : 213965360

 

 

 

DAMIÃO de GÓIS (1502 – 1574)

 

 

Fidalgo de Alenquer, dirigiu a feitoria de Flandres, foi aluno de Erasmo e da Universidade de Pádua e reitor da Universidade de Lovaina, onde foi preso durante um ano pelos invasores Franceses.

 

 

 

 

 No regresso a Portugal foi professor do príncipe herdeiro, filho de D. João III, e mais tarde responsável pela Torre do Tombo.

 

Entre outras obras escreve a Crónica de D. Manuel, o que o levará a cair nas garras da Inquisição, sendo condenado a reclusão no mosteiro de Alcobaça, e posteriormente assassinado numa estalagem durante a noite. Considerado um dos músicos mais importantes do seu tempo, foi pintado por Dürer e trouxe para Portugal “ As Tentações de Santo Antão” de Bosch, sinais claros da sua intima ligação aos movimentos culturais da sua época.

 

BENITO MUSSOLINI  ( 1883 -1945)

 

 

 

Politico e jornalista Italiano, foi o “duce” do fascismo.

Em jovem foi socialista revolucionário e chegou a director do “ Avanti”, órgão oficial do partido socialista.

Com a 1ª Grande Guerra começou a sua transformação ideologica apoiado por D’Annunzio, criando  os “fascio”, grupos de combate financiados pelos terratenentes do Sul e pela alta burguesia industrial da Lombardia.

Aliado de Hitler durante a 2ª Grande Guerra foi preso e fuzilado pela Resistência Italiana na aldeia de Dongo, perto do lago de Como.

 

 

 

MARILYN  MONROE (1926 – 1962)

 

 

Marilyn Monroe é um verdadeiro mito.

Em meia dúzia de anos ganhou o mundo e fez-se a si própria, repudiando o comercialismo gratuito de Hollywood e lutando pelo seu aperfeiçoamento profissional e intelectual.

Estudou com Charles Laughton e Strasberg e trabalhou com Billy Wilder e Lawrence Olivier, assinalando a história do cinema com papéis inesquecíveis.

De vida privada tumultuosa, teve dois casamentos falhados com DiMaggio, herói do baseboll, e com Arthur Miller, célebre escritor e dramaturgo .

Colocou-se ao lado de Miller na época do McCarthismo, não cedendo às chantagens de Reagan e Nixon, na altura respectivamente presidente e advogado do sindicato dos actores.

Foi encontrada morta no dia 5 de Agosto de 1962 e poucas mortes terão merecido tanta especulação.

Ficou para sempre um ícone imperecível dos anos 60, época de utopias e transformações Universais.

 

 

 

 

publicado por Carlos Loures às 10:00
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links