Terça-feira, 8 de Março de 2011

O Fantasporto de 2011 Acabou no Sábado - José Magalhães

 

Foi com o 'Baile dos Vampiros' que encerrou, no passado Sábado à noite, o Fantasporto deste ano.

 

Ao longo da noite, Adolfo Luxúria Canibal, letrista e música dos 'Mão Morta', foi o mestre de cerimónias, apresentando os convidados musicais, sempre num tom agradavelmente literário.

O baile teve a presença de inúmeras figuras do cinema, muitas delas mascaradas e caracterizadas. Algumas pessoas, de entre o público anónimo, entravam já mascaradas mas muitos aguardavam pinturas ou caracterização.

O 31º Fantasporto teve mais espectadores que o do ano passado. Foram exibidos 307 filmes, sendo 233 curtas-metragens e 74 longas de entre os quais 90 eram Portugueses, sendo que estiveram em competição119.

Foram apresentados 242 filmes inéditos em Portugal. A maior parte dos filmes apresentados eram Europeus e cerca de 10% eram asiáticos. Os filmes norte-americanos foram em número residual.

.

O vencedor da secção oficial de Cinema Fantástico do Fantasporto 2011, foi o filme "Two Eyes Staring" do Holandês Elbert Van Strien, um thriller psicológico que retrata a história de uma menina de 9 anos visitada pelo suposto fantasma da sua tia materna.

Na 21ª Semana dos Realizadores - prémio Manoel de Oliveira, o prémio para o melhor filme foi para "The Housermaid" do Sul-Coreano Im Sang-soo, filme que também arrecadou os prémios para melhor actor e melhor actriz.

 

O prémio Orient Express, foi ganho pelo filme "I Saw The Devil" do também Sul-Coreano Kim Jeewoon. Este filme também teve o prémio de melhor realização.

 

O Prémio da Crítica foi para "Rabies" dos Isrealitas Aharon Keshales e Navot Papushdo.

 

O Prémio do Público foi ganho por "The Extraordinary Adventures of Adèle Blanc" do realizador Francês Luc Besson.

.

Para o próximo ano, há mais.

 

Mário Dorminsky já pensa em 2012.

Em declarações aos jornalistas lamentou o desenvestimento que o estado fez, que se traduziu em cerca de 120 mil euros, e pediu desculpas em tom irónico, a alguns meios de comunicação social, pelo facto de não ter havido incêndios no Rivoli, com mortos, ambulâncias do Inem ou sangue a correr nas ruas do Porto.

 

Manifestou a esperança de que os políticos pensem, discutam e arranjem soluções, mas teme as palavras actuais dos responsáveis pelo nosso País, que só falam de crise e praticam o centralismo, bem assim como a ausência de voz que o Norte cada vez mais, tem.

 

 

publicado por atributosestrolabio às 18:00
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links