Segunda-feira, 2 de Maio de 2011

Ontem foi o Dia da Minha Mamã - José Magalhães

COMO SE FORA UM CONTO

 

 

De mão dada, passinhos curtos como convém, lá passeamos pelo jardim que ladeia a avenida,

 

a minha mamã e eu.

Não a minha mãe como agora se usa.

Fui habituado a trata-la por mamã. Nessa altura, a da minha juventude e aprendizagem da vida, de entre as minhas relações só dois dos meus amigos tratavam as respectivas mães por mãe.

“Ó mãe … “, diziam, e essa maneira de as tratarem fazia-me impressão. Parecia-me duro, ainda hoje me parece de uma excessiva dureza, ou melhor dito de uma excessiva falta de doçura. Mas aceitava, claro, como hoje aceito, embora hoje tudo seja diferente e esse tratamento se tenha banalizado.

Para mim, no entanto, eles eram diferentes de nós, conquanto amigos até hoje. Até no restante das suas maneiras de falar eu notava diferenças. Tinham uma pronúncia diversa da minha e tudo. Tinham nascido lá mais para o sul do País. Um era ribatejano, do meio dos cavalos e dos touros, e outro beirão, do sopé da serra grande. De qualquer modo o chamar a nossa mãe por mãe estendeu-se a todo o País e hoje, chama-la por mamã, quase não é “bem”. É lamechas, démodé, velho, antigo, diferente.

Não para mim. Para mim a minha mamã será sempre

a minha mamã.

 

publicado por atributosestrolabio às 18:00
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 20 de Abril de 2011

Floresta - José Magalhães

 

 

 

publicado por atributosestrolabio às 18:00
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 18 de Abril de 2011

Em Trás-Os-Montes - José Magalhães

 

 

 

publicado por atributosestrolabio às 18:00
link | comentar | favorito
Sábado, 16 de Abril de 2011

No Planalto Transmontano - José Magalhães

 

 

 

publicado por atributosestrolabio às 18:00

editado por Luis Moreira às 17:18
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 15 de Abril de 2011

As Minhas Mãos Queridas - José Magalhães

 

 

 

publicado por atributosestrolabio às 18:00
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 12 de Abril de 2011

O Meu Porto VII - José Magalhães

 

 

 

publicado por atributosestrolabio às 18:00
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Abril de 2011

Porto, A Minha Cidade VI - José Magalhães

 

 

 

publicado por atributosestrolabio às 18:00
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 8 de Abril de 2011

Gerês - Fotografia - José Magalhães

 

 

 

publicado por atributosestrolabio às 18:30
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 7 de Abril de 2011

AMARANTE - Fotografia - José Magalhães

 

 

 

publicado por atributosestrolabio às 18:30
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 4 de Abril de 2011

Acabemos Com os Idiotas do Nosso País

.

ESTOU A FICAR COM UNS TIQUES ESQUISITOS, ASSIM A MODOS QUE DE DITADOR!

.

Isto, para os meus lados, anda a ficar esquisito.
Nunca gostei muito de partilhar decisões, mas sempre partilhei o poder que tive. Em toda a minha vida deleguei poderes responsabilizando as pessoas pelas suas decisões. Sempre entendi que entre todos se pode chegar a decisões que sejam boas para toda a gente, e que não há nem pode haver os que ganham com a perda dos outros.
Vem isto a propósito das greves que têm grassado por todo o País, em especial as que, debaixo da capa da defesa intransigente dos seus (deles) direitos, para além de visarem o prejuízo das entidades patronais e do País, se reflectem com toda a força no vulgar cidadão, tanto no momento imediato como nos momentos futuros, que em nada deveria ser chamado à liça.
Não posso pôr em causa as razões que assistem aos trabalhadores da Carris, do Metro, da CP, dos STCP, da TAP e de outros, de lutarem pelos seus direitos, mesmo que, como é o caso, queiram ser mais e melhores que o resto da população, uma vez que, desta vez e nos casos dos dias de hoje, estarão em causa os vencimentos que o governo deste nosso País, mandou reduzir a todos os que são funcionários públicos.
O direito que lhes assiste para essa luta, está consagrada na Lei.
publicado por atributosestrolabio às 18:00
link | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 31 de Março de 2011

Fotografia IX - José Magalhães

 

 

 

publicado por atributosestrolabio às 18:00
link | comentar | ver comentários (5) | favorito
Terça-feira, 29 de Março de 2011

Fotografia - José Magalhães

 

 

 

publicado por atributosestrolabio às 18:00
link | comentar | favorito
Domingo, 27 de Março de 2011

Demissão do governo - depoimento de José Magalhães

ELEIÇÕES ANTECIPADAS

NÃO ME INTERESSAM PARA NADA

 

 

 

Esta coisa da demissão do senhor nosso Primeiro-ministro, provocada pelo próprio com as atitudes desonestas que são do domínio público, acrescidas das razões indecorosas e de cobiça que assistiram à oposição para tomarem as atitudes que o senhor nosso Primeiro esperava, e ainda, os ditos dos responsáveis máximos da dita oposição após o desfecho anunciado, fizeram-me pensar ainda mais que de costume.

 

Pelo que se entende da situação, iremos ter eleições antecipadas, o que, pensando bem, é coisa na qual não estou minimamente interessado. Nesta já pré-campanha eleitoral vejo o que a mesma virá a ser, e desde já me desinteresso dela. A campanha eleitoral que se aproxima não vai esclarecer ninguém, sendo que unicamente irá servir de pasto para alimentar troca de acusações e insultos pessoalizados. É certo que irei votar quando chegar a altura devida, mas, pelo andar da carruagem, dificilmente terei oportunidade de escolher em quem.

 

No que respeita aos partidos com assento no lado central e no lado direito do Parlamento, as suas direcções, a do PS, a do CDS e a do PSD, à qual se podem juntar os que à volta dela gravitam, são compostas por uma cambada de idiotas servis e manipuladores que ambicionam o poder que lhes dará, a uns, o acesso a não perderem os tachos já conquistados, a outros, o acesso ao 'direito' aos mesmos.

 

No que respeita aos que habitam o lado esquerdo do mesmo Parlamento, as suas direcções, a do PCP e a do BE, acrescidos da parte Verde dos comunistas e também dos que à volta deles se colocam, não passam de um punhado de desqualificados cinzentões que anseiam pelas migalhas miseráveis de um lugar nos poucos assentos destinados aos seus grupos parlamentares, sendo esta uma das maiores razões para não aceitarem a redução do número de deputados da Assembleia.

 

De todos estes, embora todos reclamem para si uma ideologia, só o CDS e o PCP a detêm, sendo que desse ponto de vista, nenhum dos outros existe.

Nestes anos pós-revolução, construímos uma falsa democracia. Os mandantes não a praticam, os menos mandantes também não e os outros quase se limitam a dizer 'yess sir'. O povo não manda, ou porque não quer (está cada vez mais desinteressado e preguiçoso), ou porque o não deixam. Em muitos dos aspectos da vida corrente, vivemos numa ditadura mais assanhada do que aquela em que anteriormente vivíamos, apesar dos rótulos de liberdade que temos em cima de nós. O Estado é o primeiro a derrubar as linhas pelas quais um Estado de direito se deveria reger, e o povo, desinteressado e preguiçoso, já o disse, quer (ou já não pode deixar de querer) que a sua soberania continue a ser praticada indirectamente pelos seus representantes, eleitos sem a existência de círculos uninominais, mantendo assim o 'status quo', o que satisfaz plenamente os que estão na esfera do poder. 

 

O ideal seria podermos mudar este estado das coisas. Mudar o tipo de democracia que temos, mudar o Estado que temos, mudar o tipo de governação que temos, e essencialmente e acima de tudo, mudar a mentalidade que temos.

 

E não é com este espectro político que vamos a caminho dessa mudança, razão pela qual me irá ser muito difícil escolher em quem votar, quando chegar a altura para o fazer.

 

publicado por Luis Moreira às 22:00
link | comentar | ver comentários (2) | favorito

Porto A Minha Cidade IV

 

 

 

publicado por atributosestrolabio às 18:30
link | comentar | favorito

Porto A minha Cidade III

 

 

 

publicado por atributosestrolabio às 18:00
link | comentar | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Jestem osobą fizyczną oferującą pożyczki międzynar...
I got my already programmed and blanked ATM card t...
Meu nome é Valeria Marco. Há 6 meses atrás, meu ne...
Meu nome é Patricia Martins, de Portugal, mãe solt...
Você está interessado em um empréstimo? nós oferec...
Sera que não vai sair do roupeiro? ? E a roupa fic...
Hoje entrou uma para o meu roupeiro e não a consig...
Para todas as suas necessidades de financiamento p...
Para todas as suas necessidades de financiamento p...
Para todas as suas necessidades de financiamento p...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links