Terça-feira, 25 de Janeiro de 2011
Cinzas desta eleição (Adão Cruz) (Ilustração de Adão Cruz)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deu cabo deste país

Todo podre esburacado

E o povo ainda lhe diz

Sim Senhor muito obrigado.

 

Mais uma vez deu em nada

Nossa esperança e ilusão

Sempre a mesma cavacada

A escavacar a nação.

 

Foi tudo por água abaixo

S’alguma coisa inda houvesse

Só o povo fica sem tacho

Tem aquilo que merece.

 

Este povo é cegueta

Não vê nada para a frente

Não vai lá nem á marreta

Nem é povo nem é gente.

 

Não é povo nem é nada

Este rebanho dolente

Mesmo morto à paulada

Corre feliz e contente.

 

Nada mais tem a perder

A gente desta nação

Não vale a pena viver

Quando se perde a razão.



publicado por João Machado às 16:15
link do post | comentar

11 comentários:
De augusta clara a 25 de Janeiro de 2011 às 16:21
Muito bem, João. Chama-se ter ética.


De Luis Moreira a 25 de Janeiro de 2011 às 16:57
Ainda agora aqui cheguei
Já me pus a cantar
O Cavaco não abre a boca
mas está sempre a ganhar.

Está sempre a ganhar
e o povo a sofrer
e a esquerda burra
faz tudo para perder

Faz tudo para perder
e nada concerta
o cavaco aproveita
a vitória é coisa certa

A vitória é coisa certa
neste país injusto
há quem ganhe milhões
o trabalhador nem um tusto

o trabalhador nem um tusto
mas fortunas em mais valias
anda tudo a queixar-se
ninguém espera alegrias

ninguem espera alegrias
isto parece um funeral
o morto vai em pé
a estupidez é total

A estupidez é total
carpideiras a chorar
só nos resta ir pr'á rua
e com armas lutar

e com armas lutar
mas com esta estupidez
viramos as armas uns pró outros
acabamos isto de uma vez!


De augusta clara a 25 de Janeiro de 2011 às 17:13
Isto é um concurso de poesia "António Aleixo"?


De augusta clara a 25 de Janeiro de 2011 às 17:29
E se vocês se calassem
Faziam-me um grande favor
De Cavaco já estou farta
Tenham lá algum pudor


De augusta clara a 25 de Janeiro de 2011 às 17:50
Não se zanguem que isto é só a minha participação no concurso


De Luis Moreira a 25 de Janeiro de 2011 às 17:59
Tenham lá algo pudor
A Augusta com razão
na rua vai o andor
e em cima vai o ladrão

aos ombros do povo
vai toda a corporação
discutem entre charutos
qual é o seu quinhão

Entre dois wisquies
dão um grande arrôto
o povo trabalha
mas anda todo rôto

Ainda agora aqui cheguei
mas já me vou calar
vêm aí as finanças
com imposto pr'a pagar


De augusta clara a 25 de Janeiro de 2011 às 18:17
Ai, ai, ó Luizinho
Que paciência tenho eu
Vai lá ver o que se passa
Que o meu Jardim desapareceu


De Luis Moreira a 25 de Janeiro de 2011 às 18:30
Desapareceu o jardim
apareceu o colóquio
o mundo é mesmo assim
um mundo "floróquio"


De augusta clara a 25 de Janeiro de 2011 às 18:40
Obrigada. Está óptimo, embora não se consiga aceder a tudo. Mas o Jardim está lá registado, como é que não aparece? Não falo mais aqui que este sítio é do poema do Adão.


De Luis Moreira a 25 de Janeiro de 2011 às 18:54
Eu consigo aceder a tudo.Se carregares nas palavras a azul vais lá ter. experimenta "colóquio" vais ter ao programa...


Comentar post

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
Oi, tudo bom?Estou enviando este email para inform...
Este é um anúncio público para todos que querem ve...
Olá a todos!Eu sou Maria, atualmente moro no Porto...
Diante dos dados comprobatórios apresentados pelo ...
Umberto Eco no seu livro, "Não contem com o fim do...
Resposta curta: bayardbanque@gmail.comEu recomendo...
Em mim, o Venex Forte fez efeito, assim como anter...
Eu sou um indivíduo privado que oferece empréstimo...
Eu sou um credor de empréstimo privado e investido...
se alguém tiver conhecido o meu tio joaquim silva ...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links