Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011

Sistema Nacional de Saúde e Democracia

 

 

 

João Machado

 

 

…"uma nação educada (culta), saudável e confiante é mais difícil de governar" , daí que muitos governantes não desejem um povo culto, saudável e confiante! Baseado no Reino Unido, constitui uma lição de democracia e educação cívica.

 

O nosso amigo e colaborador Carlos Leça da Veiga, que é também um grande médico, encaminhou-nos o vídeo abaixo, acompanhado do texto acima. A frase entre é de Tony Benn, entrevistado neste filme por Michael Moore. Nesta época, em que se põe em causa, em vez de reforçar, um sistema tão importante para o nosso bem-estar (e mesmo para a nossa civilização!), julgo que ver este filme é de grande oportunidade.

 

 

 

 

publicado por João Machado às 16:00

editado por Luis Moreira às 02:07
link | favorito
10 comentários:
De Carlos Mesquita a 13 de Janeiro de 2011
Luís. Primeiro queria recordar-te que não defendes o SNS, és contra o SNS.
O que tens escrito é o que Cavaco responde quando lhe perguntam se é a favor do Serviço Nacional de Saude; Saúde de qualidade para todos, blá blá, hospitais privados, blá blá, Misericórdias, blá blá, concorrência, blá blá,com o Estado a pagar a todos.
A destruição do SNS vem de longe, a maior machadada foi feita pelo teu amigo Sócrates, com o apoio à privatização da Saúde, o que não é socialista , é anti-socialista.
As Parcerias Publico Privadas não têm nada de mal, são um modelo de financiamento como outro qualquer.
O primeiro problema das PPPs é a taxa de rendibilidade negociada com os privados, foi exorbitante (hoje já é menos excessiva se considerarmos os juros que pagamos na colocação da divida) e não é comportável com a taxa de crescimento da nossa economia.
Mas o principal problema das PPPs, foi no nosso modelo, incluirem a prestação de cuidados de saúde, e não apenas a construção de hospitais. A privatização de 20% do SNS, com a exigência dos "Mellos" para entregar 50% aos privados é que pode dar cabo do SNS.
De Carlos Loures a 13 de Janeiro de 2011
Carlos, dou-te um doce se encontrares uma só vez em que eu ataque o SNS. Mais, sou um idefectível defensor do SNS, a ponto de tu mesmo num texto meu teres ficado surpeendido por eu defender o SNS ( tu meteste na cabeça que eu sou um perigoso homem de direita). O que eu digo é que as PPP na saúde são o ataque mais directo e mais perigoso ao SNS pela mão do PS...tu Carlos tens dificuldade em aceitar uma opinião contrária da tua, passas a vida a por-me na boca coisas que eu não digo. Eu não te faço isso a ti.Abraço

Luis Moreira
De Carlos Loures a 13 de Janeiro de 2011
Carlkos, desculpa, mas tu não sabes o que são as PPP na saúde.
De maria monteiro a 13 de Janeiro de 2011
Cada um de nós pelas nossas experiências pessoais e/ou profissionais vamos-nos apercebendo que há muita sacanaisse dourada de boas práticas de de... tanta coisa. Eu própria estou sempre a aprender mas não desisto da minha(nossa) saúde. Não desisto do meu (nosso) ensino.Também eu "brigo" moderadamente contigo Luís mas lá nos vamos entendendo porque ambos queremos que esta m.... mude.
Uma boa noticia: daqui a dez dias estamos todos a votar e... há mais um voto útil, o do Tomás. A coisa aqui está preta mas... vai mudar pela ... saúde paz, pão, habitação
Abraços
maria
De Luis Moreira a 13 de Janeiro de 2011
Maria, eu também defendo a escola pública mas a escola pública não tem que ser estatal, e defendo a concorrência como forma de melhorar resultados e, custos. Não se quer a escola privada porque a comparação de resultados faz doer...
De maria monteiro a 13 de Janeiro de 2011
mas podem vir todas as escolas privadas, deste e do outro mundo mas que sejam apenas e só geridas com dinheiros privados. O que já está a começar a fazer doer é a remodelação do ensino publico que ... reduz a procura no privado.
De Luis Moreira a 13 de Janeiro de 2011
Os dois comentários anteriores são meus. As PPP na área da saúde são tudo o que tu rejeitas nas escolas privadas mutiplicado por 1000. Constroem o hospital, o estado fica a pagar uma renda a que acresce um subsídio por doente e/ou actos médicos praticados. Claro que o estado nunca mais recebe o hospital de volta porque não tem dinheiro e, desta forma está a concretizar a passagem de uma importante fatia do SNS para o sector privado. Este assunto tem sido repetidamente sublinhado por mim, chamando a atenção que se trata do primeiro passo para a redução ou mesmo o desmantelamento do SNS! Ora este comportamnero é de quem defende o SNS não de quem o ataca. Os privados em Portugal já representam cerca de 30% da actividade do sector. Tenho aí vários textos a chamar a atenção para a necessidade de defender a maior conquista de Abril.

Comentar post

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links