Sexta-feira, 7 de Janeiro de 2011

Podem destruir as escutas, nada abafa o roubo do BPN. - por Carlos Mesquita

 Toda a corrupção e fraudes envolvendo políticos e figurões da nossa sociedade têm merecido a tolerância dos portugueses. Encolhe-se os ombros dizendo que andam todos a gamar, é tudo a mesma coisa, se os de uma seita roubam os outros também; e com estes exemplos até parece que está tudo equilibrado. O roubo do BPN é caro mas essa despesa está a abrir os olhos de todos. Pela primeira vez está a começar a generalizar-se o entendimento de que o “Estado somos todos nós”, que o dinheiro do Estado sai dos impostos que os portugueses pagam, e da austeridade que somos obrigados a viver.

 

Diz-se hoje que os dois milhões de euros de produtos tóxicos do BPN serão para “dissolver” em dez anos, sendo inscritos no défice público. O tal défice que impede a maioria dos portugueses de ter uma vida razoável.

 

Agora que há consciência de que serão todos os portugueses a pagar as falcatruas do BPN, não há maneira de esconder o escândalo. E Cavaco meteu o caso de tal forma na campanha presidencial que já não sai sem ser esclarecido.

 

Digo que foi Cavaco Silva que introduziu o caso na campanha porque podia tê-lo evitado; ou talvez não pudesse evitá-lo e seja esse o problema. Cavaco nunca se demarcou da ex-administração e accionistas do BPN que está acusada pela Justiça, a maioria seus correligionários ou amigos ou companheiros de governo e partido. Até Dias Loureiro teve de ser afastado do Conselho de Estado pela incomodidade dos outros conselheiros, a contra gosto do presidente.

 

Cavaco como candidato tem sido desastroso a gerir o caso BPN, terá sido apanhado de surpresa porque o encobrimento planeado está a falhar. É claro que o plano agendado de lançar suspeições sobre os adversários políticos, como as escutas a Sócrates que tinham sido mandadas destruir pelo Supremo, são contra medidas infantis. Já não é possível desviar as atenções. Pelo contrário, apoiantes de Cavaco como os editorialistas de economia, criticam o argumento injusto de acusar a actual administração do BPN pelos problemas existentes, Cavaco sabe que o Governo Inglês e Irlandês injectaram milhões na sua banca e que no BPN não são problemas de contágio com “produtos tóxicos”, mas fraudes, contas escondidas, avenças a políticos, bancos inventados, desvios de capitais, negócios ruinosos para todos os portugueses excepto para aqueles que usufruíram das maroscas, que receberam dinheiro roubado, distribuído por Oliveira e Costa e companhia.

 

Os candidatos à presidência da República querem saber a quem o candidato Cavaco Silva comprou as acções da SLN e a quem as vendeu passado um ano com o lucro de 140%, mesmo Fernando Nobre que não queria entrar por este campo diz que Cavaco deve explicar a quem comprou e a quem vendeu. Em qualquer país civilizado não é possível alguém candidatar-se a um cargo político, muito menos a Presidência da República, sem prestar contas pelos actos da sua vida económica. Neste caso de corrupção ao mais alto nível, o maior escândalo da nossa história envolvendo políticos e fraudes económicas, é no mínimo, exigível uma explicação. Pelos vistos Cavaco Silva não é capaz de dar uma resposta que o afaste do envolvimento no caso BPN. Fica a suspeição para sempre de que lhe foi oferecido o dinheiro. Os portugueses não gostam de ser enganados nem de pagar o que não compraram. Este caso nada tem a ver com as guerrinhas entre os partidos, é sobre a honestidade, e em cargos públicos, quando necessário, demonstra-se.

 

(2011-01-05  in Semanário Transmontano)

publicado por Carlos Loures às 11:00
link | favorito
8 comentários:
De Jorge Candido S. C. Viana a 7 de Janeiro de 2011
Queridos amigos, "passeando" pela net, me deparei com este blog, naveguei um pouco lendo algumas matérias, achei interessante e, digamos, de utilidade pública, porque tem assuntos de interesse de uma grande maioria da sociedade, estou me inscrevendo para receber novas notícias e artigos pelo email, e aproveitando a oportunidade faço-lhes um convite para que entrem nos meus blogs: http://ramosdodireito.blogspot.com neste blog estou postando artigos de direito e; http://coutoviana.blogspot.com, neste estou disponibilizando o Código de Processo Penal, onde estou postando um artigo por dia, comentando-o, os artigos estão sendo postado como: O PROCESSO PENAL NO CAMPO DAS NULIDADES", além disso, poderemos discutir assuntos de seu interesse e de interesse geral.

Às mulheres em geral formulo o convite para visitarem o blog destinado principalmente a vocês, independentemente da profissão que exerçam, assim não deixem de clicar em http://produtinhosnocabelo.blogspot.com tenho certeza de que encontrarão sempre algo novo que as deixarão ainda mais bonitas... por fora, porque por dentro já o são.

Colocamos também no ar um blog destinado às pessoas e empresas que tem problemas com restrição ao crédito, onde tentaremos ajudar aconselhando e mostrando o melhor caminho para resolver o problema, deixando um canal de comunicação diário onde o seguidor do blog: http://reabiliteocredito.blogspot.com, poderá expor o seu problema que em seguida daremos a resposta.

Aproveito para desejar a todos um FELIZ ANO DE 2011
De Luis Moreira a 7 de Janeiro de 2011
Percebe-se o desespero, Carlos, mas é muito dificil perceber-se as razões. Primeiro quem acusa é que tem que provar, o Cavaco não pode esclarecer nada que já não seja do conhecimento de todos. Comprou acções, vendeu-as com lucro num banco que, à altura dos factos, crescia imenso e valia muito dinheiro. Um banco que era supervisionado por Vitor Constâncio no BdP e Teixeira dos Santos na CMVM ( coincidências...)
De Luis Moreira a 7 de Janeiro de 2011
Obrigado, Jorge. Volte sempre!
De Carlos Mesquita a 7 de Janeiro de 2011
Luís. A CMVM controla a bolsa, não os outros mercados.
A supervisão falhou em todo o mundo, as pressões que existem é para que continue a falhar. A.Pinto barbosa indicado pelo PSD para olhar para as Contas Públicas sempre certificou como boas as contas do BPP e não deu pelo buraco de 1.200 milhões de euros, estavam fora do balanço, e ele estava dentro do banco (do BPP).
No BPN o Dias Loureiro foi falar com António Marta que era o responsável pela supervisão (e não Vitor Constâncio) para que eles "deixassem de perseguir o BPN", alguma coisa o BP perseguia, não foi lesto na perseguição, falhou, ninguém diz o contrário. O que é uma enormidade é acusar o BP pela fraude e desculpabilizar quem roubou e quem beneficiou com o roubo. O BPN era um esquema, cada dia se percebe melhor como funcionava, muita gente ganhou rios de dinheiro com várias maroscas, umas ilegais outras à primeira vista legais. Entre as legais estão as acções do grupo que valorizavam não se sabe como, em espiral tipo D.Branca; e como no caso D.Branca uns ganharam milhões e os últimos a sair perderam tudo. O que está em causa nestas tramóias não são os investidores oportunistas que aproveitam as ondas para ganhar dinheiro, é uma forma reles de vida mas é legal, são os outros que estando por dentro dos esquemas ou com informação privilegiada de quem está dentro, sabem quando devem vender. É jogo viciado.
Na pressa de defender Cavaco, Marques Mendes deu mais umas dicas, diz ele que Cavaco perdeu(?) dinheiro, pois houve quem vendesse no mês seguinte mais caro.
Pergunta-se. Qual é o palerma que com a cotação a subir vende acções?? O que sabia Cavaco para se livrar das acções passado tão pouco tempo de as deter? O responsável da SLN Valor, disse-o na RTP1.
É assim Luís, disseste ontem ou antes de ontem, que o caso era "um flop, um negócio privado entre dois privados e ninguém tem nada com isso". Enganaste-te.
É óbvio que toda a gente quer saber o que estes negociantes privados andaram a fazer; há negócios privados entre privados que prejudicam o colectivo da sociedade. É um buraco de 2.000 milhões de euros - euros que andam por aí e pelas off-shores.
Cavaco pode voltar a ser eleito, mas já não é a mesma coisa.
De adão ctuz a 7 de Janeiro de 2011
Lúcido Texto.
Penso Luis, que a tua indiscutível e louvável vontade de ter um pensamento correcto e isento contém alguma ingenuidade. Coisas destas não são inocentes. Ninguém me convence de que não houve grossa marosca, com muitos intervenientes, e ninguém me convence da "honestidade", da "legalidade" e do "afastamento" de Cavaco, não só em relação às acções mas a todo o processo do caso BPN. Olha, olha!!! Em relação ao que o Carlos Mesquita diz "não há branco mais branco". A falta de esclarecimento convincente é incompatível com o cargo que ocupa e com a candidatura a novo cargo.
De augusta clara a 7 de Janeiro de 2011
Caro amigo Jorge Cândido S.C . Viana, muito obrigada pela sua simpatia mas as mulheres do Estrolabio , modéstia à parte, são todas uma beleza também por fora.
De Luis Moreira a 7 de Janeiro de 2011
Eu sou tudo menos ingénuo. Infelizmente, andei muitos anos a trabalhar com bancos e estive 5 anos num ministério como director geral. Não tenho dúvidas sobre o que se passou como nunca tive sobre o freeport, por isso fui dos poucos que disse na blogoesfera que Sócrates nunca tinha recebido dinheiro nenhum, e não gosto dele, mas isso é outra coisa, também é fácil perceber o que se passou aqui. Mas não há por onde lhe peguem. Pode haver razões éticas, mas onde acaba e onde começa a ética? O livro sobre Macau do Soares, o filho e a filha de Sampaio na PT e nos gabinetes dos ministros, o dinheiro de Macau no PRD...e no entanto são gente do mais impoluto, têm que viver, não podem ser cidadãos menores por terem sido Presidentes da republica.
De Carlos Mesquita a 7 de Janeiro de 2011
Adão. Nos Estados Unidos (só para falar no modelo de tanta gente) em algum dia, depois disto, seria possivel uma personagem como Cavaco Silva ser candidato a alguma coisa? Sairia de imediato da cena política.

Comentar post

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links