Sábado, 22 de Janeiro de 2011

Cronologia da guerra Colonial - 1966 - 1/2 - por José Brandão

1966

 

JANEIRO

?

Início do bloqueio do porto da Beira pela Armada britânica, para impedir o fornecimento de petróleo à Rodésia.

1

Morre em combate em Angola 1 militar da CCav 742.

3

- Na Guiné ofensiva sobre o Cantanhez. Dois destacamentos de Fuzileiros, uma companhia de Páras e quatro companhias do Exército combatem a guerrilha na região de Darsalame e Cafal onde se encontra uma importante base do PAIGC na zona Sul.

- Morrem em combate na Guiné 2 militares. Um soldado da CCaç 720 e um cabo da CCaç 1423.

- Início de uma reunião da Conferência de Solidariedade Tricontinental, em Havana, com cerca de 500 delegados que adoptam uma linha dura contra o colonialismo, sendo criada a Organização de Solidariedade dos Povos da Ásia, África e América Latina.

4

- Morrem em combate na Guiné 3 militares da CCaç 1419.

- Instituindo o Serviço Postal Militar a cargo do Ministério do Exército, destinado a prestar apoio às forças militares ou militarizadas sempre que estas se encontrem em situação de dele necessitarem.

6

Morre em combate em Angola 1 militar da CCaç 1459.

8

- Parte para Moçambique o BArt 1882.

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 798.

10

Morre em combate na Guiné um alferes da CCaç 1485.

11

- Morrem em combate na Guiné 9 militares do BCav 757.

- Estabelecido o regime a que fica sujeito o exercício actividade de jornalista.

- Declaração da Associação dos Estudantes Portugueses na Universidade de Lausana (sobre o corporativismo e a guerra em Africa).

- Francisco Martins Rodrigues, dirigente do CMLP é preso pela PIDE. No mês seguinte será detido Rui d’Espiney.

12

Partem para Moçambique os BCav 1879 e 1880, e o BCaç 1878.

14

Morre em combate em Angola 1 militar da CArt 1407.

16

- Morre em combate em Angola 1 militar do BArt 1869.

- Morrem em combate na Guiné 2 militares da CCav 1482.

18

- Parte para Angola o BCaç 1875.

- Morrem em combate na Guiné 4 militares do Pelotão de Reconhecimento 963.

19

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCav 1482.

20

Partem para a Guiné os BCaç 1876 e 1877.

21

Reunião dos ministros africanos do Trabalho no Gana que pedem a expulsão de Portugal do OIT (Organização Internacional do Trabalho).

22

Parte para Angola o BCaç 1874.

23

Morrem em combate em Angola 2 militares da CCaç 551.

25

- A Assembleia-Geral da ONU reconhece que falharam todas as medidas decretadas pelo Conselho de Segurança e entende que Portugal intensificou mesmo a sua repressão em África.

- Resolução da Assembleia-Geral das Nações Unidas que recomenda a aplicação de um embargo ou bloqueio a Portugal, proibindo o trânsito de aviões e navios e o comércio com Portugal.

26

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CArt 644.

- Parte para Moçambique o BArt 1881.

- Proibida a circulação da História da Literatura Portuguesa, de António José Saraiva e Óscar Lopes.

27

Morrem em combate em Moçambique 4 militares. Dois são da CCaç 802 e dois da CCaç 1470 e 1475.

28

Morre em combate em Moçambique um furriel da CCaç 1460.

29

Acidente na Base Aérea 9, em Angola, provoca 5 mortes entre os militares.

31

Durante este mês as baixas nas forças portuguesas totalizaram 61 mortos. Em acções de combate morreram 35 militares.

 

FEVEREIRO

?

- Armamento utilizado pelo PAIGC: espingarda Lee Enfield Mark III 7.7, espingarda Mauser 7.9 m/1948, espingarda automática Browning m/1918, espingarda Mas m/1936 (França), mina A/P PMA-1, pistola-metralhadora Beretta (Itália), pistola-metralhadora Thompson (EUA), LG P-27 (Checa), mina A/C Mark 7 (Reino Unido).

- Chegam a Angola os BCaç 1874 e 1875.

- Chegam a Moçambique os BArt 1881 e 1882, os BCav 1879 e 1880, e o BCaç 1878.

5

Morrem em combate na Guiné 3 militares da CCaç 674.

7

Morre em combate em Angola 1 militar da 11ªCCaç/RINL

8

Morrem num acidente em Angola 3 militares do BCaç 3.

10

Fulbert Youlou, apeado do poder em Brazzaville, encontra-se secretamente com Salazar em Lisboa.

11

- Morre em combate em Angola 1 militar da CCaç 804.

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCav 1485.

- É decidido o primeiro “auto de processamento” referente ao caso da morte de Humberto Delgado. São pronunciados criminalmente, como co-autores de homicídio premeditado, nove indivíduos, dos quais só dois (Ernesto Maria Bisogno e Mário de Carvalho) correspondem a figuras reais conhecidas.

13

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCav 1485.

14

Morre em combate na Guiné um furriel da CCav 1483.

15

- Morre em combate em Moçambique 1 militar da CCav 1506.

- Na Colômbia morre em combate o padre colombiano Camilo Torres que trocou o exercício do sacerdócio pela actividade de guerrilheiro.

16

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 674.

17

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCav 789.

18

Morre em combate em Angola 1 militar da 7ªCCaç/RINL

19

Em Moçambique 2 militares do BCaç 1870 morrem em combate e 1 da CCaç Tete é dado como desaparecido.

20

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCav 1485.

23

Remodelação do Comité Director do MPLA, donde saem Mário de Andrade e Manuel Lima, que chefiava o Departamento da Guerra.

24

- Morrem em combate na Guiné 2 militares. Um furriel da CCaç 2663 e um soldado CCaç 763.

- Morrem em combate em Moçambique 2 militares. Um soldado da CCav 1505 e um cabo da CCaç Tete.

- D. L. n.° 46881. Altera as normas relativas ao recrutamento e preparação do pessoal militar da Força Aérea.

25

Morre em combate em Moçambique 1 militar da CEng 1531.

26

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 1416.

28

- No segundo “auto de processamento” das autoridades judiciais espanholas, é incriminado o cidadão marroquino Elie Tapero, proprietário do carro onde Arajaryr Campos foi transportada, já morta.

- A viúva e os filhos de Humberto Delgado dirigem uma queixa-crime directamente dirigida ao Procurador da República em Roma, no sentido de “requerer as indagações possíveis sobre pessoas de cidadania italiana (Ernesto Maria Bisogno) ou residentes em Itália (Mário de Carvalho), indicadas como tendo participado no plano criminoso em consequência do qual o general Humberto Delgado apareceu morto em território espanhol em Fevereiro do ano findo”, O objectivo da queixa-crime é a abertura da instrução preparatória em Itália.

- Realiza-se, em Bruxelas, o I Encontro dos Estudantes Portugueses no Estrangeiro.

- Em finais de Fevereiro são presos pela PIDE. João Pulido Valente, Sebastião dos Santos, João Martins, Manuel Gonzalez, Vítor Catarino da Silva, José Luís Machado Feranha e Rui D’Espiney.

- Durante este mês as baixas nas forças portuguesas totalizaram 46 mortos. Em acções de combate morreram 21 militares.

 

MARÇO

?

- Efectivação do bloqueio naval pela Inglaterra ao porto da Beira, com a presença, em média, de duas fragatas ou destroyers, um navio auxiliar e aviões Schackleton da RAF, que usavam a base malgache de Majunga.
- Intensificação do esforço do MPLA de penetração na área de Songololo.

- Visita a Moscovo de uma representação da CONCP chefiada por Vítor Maria, acompanhado de Luís de Andrade, Amílcar Cabral e Marcelino dos Santos.

- Encerramento, em Luanda, da Sociedade Cultural de Angola.

- Chegam a Angola os BCav 1883 e 1884.

1

- Morre em combate em Angola 1 militar da CCaç 1490.

- Morre em combate em Moçambique 1 militar da CCaç 71.

3

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 1499.

- Morrem em combate em Moçambique 2 militares da CCav 1510.

- Devido a acidente morre o tenente da Força Aérea Joaquim Braga Gonçalves.

- Em telegrama enviado de Rabat, Henrique Cerqueira faz acusações graves a Mário Soares, enquanto advogado no “caso Delgado”, Os meios de comunicação portugueses divulgam este telegrama, bem como uma declaração de Henrique Cerqueira à agência EFE (dia 9) mas a Censura impede a publicação da resposta de Mário Soares (datada de 10). Este recorrerá ao Presidente do Conselho para conseguir o exercício do direito de resposta, legalmente previsto, sendo a sua declaração parcialmente publicada na Imprensa.

4

Morrem em combate na Guiné um alferes da 1ª CCaç e um soldado da CCaç 1424.

6

- Tropas comandos, depois de intensivo treino com os helicópteros Allouette III, efectuaram em 6 de Março, na zona de Jabadá, a 1ª heliportagem de assalto a uma base da guerrilha. A operação “Hermínia”, nome com que foi designada, pela surpresa dos meios e da hora a que teve lugar (cerca das 13H00 de um domingo), saldou-se por um elevado número de baixas entre a guerrilha, a população que albergava e as tropas assaltantes.

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 674.

- Morrem em combate em Moçambique 2 militares da CCav 1505.

7

Morrem em combate em Moçambique 1 alferes e uma praça da CCav 1505.

8

Morre em combate em Moçambique um sargento pára-quedista do BCP 31.

10

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 1438.

11

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 1438.

- Morre em combate em Moçambique 1 militar da CTpts 736.

- Julgamento e condenação de um grupo de artistas e intelectuais negros, em Lourenço Marques. A 25 do mês é julgado outro grupo.

12

Morre em combate na Guiné um alferes da CArt 732.

13

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCav 1482.

- Fundação da UNITA (União Nacional para a Independência Total de Angola), em Muangai, chefiada por Jonas Savimbi.

14

Morrem em combate em Moçambique 3 pára-quedistas do BCP 31.

16

Morre em combate em Moçambique 1 militar da CCaç 696.

18

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 797.

- Morrem em combate em Moçambique 3 militares. Dois da CCaç 1478 e um da CCav 1509.

- Abertura da frente leste de Angola, por parte do MPLA, com uma acção no Moxico.

20

Morrem em combate na Guiné 2 militares da CCaç 1427.

21

- Morre em combate em Angola 1 militar da CArt 632.

- Celebração de um protocolo entre o Senegal e o PAIGC que estabelecia as modalidades de cooperação entre as respectivas autoridades.

22

Morrem em combate em Moçambique 2 militares da CCav 1510.

23

Morre em combate em Moçambique 1 militar do BCaç 729.

24

- Morre em combate na Guiné 1 militar do PelMort 1041.

- Oliveira Salazar concede uma entrevista ao New York Times.

25

Portugal queixa-se de violações das suas águas e espaço aéreo em Moçambique, por parte da Grã-Bretanha.

28

- Entre Faquina Fula e Faquina Mandinga, zona de Cuntima, 30 elementos de um Grupo de Cmds helitransportados para a fronteira para uma acção de nomadização que se previa durar quarenta e oito horas, depararam com um grupo da guerrilha a limpar as armas dentro do acampamento. Do ataque resultou a captura de 2 ML Degtyarev, 2 Simonovs, 1 PM Thompson, 1 PM Shpagim, 1 PM Beretta, 1 espingarda Mauser e granadas de mão e de RPG.

- Morrem num acidente em Angola um alferes, um sargento e um furriel da Força Aérea.

- Morre em combate em Angola o tenente da Força Aérea Manuel Fernandes Moreira.

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 799.

- Terceiro “auto de processamento” das autoridades espanholas que incrimina António Gonçalves Semedo, agente da PIDE, no assassínio de Humberto Delgado. Contudo, a sua extradição de Portugal para Espanha nunca foi solicitada.

29

Morre em combate em Moçambique 1 militar da CCaç 687.

31

- Morre em combate em Angola 1 militar do BCaç 3.

- Início de uma reunião de chefes de Estado e de Governo da África Central e Ocidental em Nairobi, em cujo comunicado final se inclui uma referência aos esforços a favor da libertação dos territórios portugueses.

- Durante este mês as baixas nas forças portuguesas totalizaram 58 mortos. Em acções de combate morreram 37 militares.

 

ABRIL

?

- Instalação de dispositivos militares de defesa do porto e aeroporto da Beira, Moçambique.
- Ian Smith debate com Jorge Jardim e com o embaixador Freitas Cruz formas de tornear o bloqueio britânico ao porto da Beira.
- O PAIGC reorganiza as Forças Armadas Revolucionárias Populares (FARP).

2

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 1421.

5

- Morre em combate em Angola 1 militar da CArt 1409.

- O governo publica legislação para travar a emigração clandestina.

7

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 1424.

8

Morre em combate em Moçambique um sargento da CCaç 803.

10

Morrem em combate em Moçambique 2 militares da CCaç 687.

12

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCav 1485.

- Início da formação, em Lamego, da 3ª Companhia de Comandos, apoiada pelo Centro de Instrução de Operações Especiais (CIOE), a primeira a ser instruída e organizada pelo Comandante da Companhia.

13

Os representantes dos municípios de Angola designam Salazar como cidadão honorário e pedem-lhe que os visite.

14

- Granadas de morteiro 82 lançadas da outra margem do rio Cacheu, explodem junto às instalações militares do BCav 490, causando 1 ferido.

- Morre em combate em Moçambique 1 militar da CCaç 804.

15

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 764.

- Morre em combate em Moçambique 1 militar da CCav 1507.

- Partem para Angola os BCav 1883 e 1884.

16

A Rodésia corta relações diplomáticas com a Grã-Bretanha.

17

Morrem em combate em Moçambique 5 militares da CCav 1505.

18

- Morre de doença na Guiné o capitão-de-fragata Joaquim Calado Cortes.

- Início da Revolução Cultural na China.

19

Morre em combate em Moçambique 1 militar da CCaç V. Cabral.

20

- Parte para a Guiné o BCaç 1888.

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 1424.

21

Morre em combate na Guiné 1 militar da CArt 1526.

22

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCav 702.

23

Partem para Moçambique os BCaç 1889 e 1990 e o BArt 1885.

24

Morre em combate em Moçambique 1 militar da CCav 1508.

25

Morre em combate na Guiné 1 militar do PelRec 998.

26

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCav 1485.

27

Aprovado o novo texto do Estatuto do Funcionalismo Ultramarino.

28

- Durante a operação “Grifo”, realizada no corredor de Guileje, na Guiné, morre em combate o capitão Pára-quedista Luís António Sampaio Tinoco de Faria.

29

Em 29 de Abril, Cabral reuniu-se com os seis primeiros cubanos que chegaram à Guiné-Bissau, três deles médicos, Labarrere, Rómulo e Domingo, e 3 artilheiros, Aldo, Verdecia e Salabarria.

30

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 1501.

- Morre em combate em Moçambique 1 militar da CCaç 1480.

- Parte para Moçambique o BCaç 1891.

- Durante este mês as baixas nas forças portuguesas totalizaram 51 mortos. Em acções de combate morreram 26 militares.

 

MAIO

?

- Primeiro recontro entre tropas portuguesas e guerrilheiros do MPLA na Zona de Intervenção Leste, em Angola.
- Criação das Tropas Especiais (TE’s) em Angola.

- Conjura de oficiais contra o chefe de Estado-Maior do ELNA, Miguel Pedro Vita, na base de Kinkusu.

3

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 1417.

5

- Morrem em combate em Moçambique 5 militares. Dois são da CCaç 71 e dois da CEng 651.

- Início de um congresso da Internacional Socialista, em Estocolmo, com a presença da FRELIMO como «convidado fraternal» em que se reafirma a condenação do colonialismo e se manifesta particular preocupação pela situação em Angola, Moçambique e Guiné.

6

Morre em combate na Guiné 1 militar da CArt 1526.

7

Parte para a Guiné o BCaç 1887.

8

Morre em combate em Moçambique 1 militar do BCaç PA.

9

Morrem em combate em Moçambique 2 militares da CCaç 1474.

10

Morre em combate em Moçambique 1 militar da CCaç 696.

11

Morrem em combate na Guiné 4 militares. São das CCaç 799, 816, 1477 e 1549.

12

Morre em combate em Moçambique um furriel da CCaç 62.

14

Morrem em combate em Moçambique 2 militares da CCaç 687.

16

- Determinação nº 1 do Ministro do Exército sobre o novo modelo dos emblemas a usar no peito e na boina aos militares com a especialidade de "Comandos".

- Considerado feriado oficial em todo o território português, em comemoração do 40° aniversário da Revolução Nacional; o dia 28 de Maio de 1966.

17

- Morre em combate na Guiné um furriel da CCaç 1422.

- Morre em combate em Moçambique 1 militar da CCav 1509.

- Autorizado o Ministério o Exército a celebrar contratos para a aquisição imediata de material de guerra e outro equipamento.

18

- Apresentação de uma proposta da URSS na Comissão de Descolonização da ONU para conhecimento das medidas tomadas sobre a suspensão da assistência técnica a Portugal por causa da sua política colonial, com a presença de Mário de Andrade e Amílcar Cabral.

- XIX Assembleia da OMS (Organização Mundial de Saúde), em Genebra, em que é aprovada uma resolução que afasta Portugal da sua Comissão Regional para a África e suspende a assistência técnica ao Governo de Lisboa.

20

Morre em combate em Angola 1 militar da CCaç 1460.

21

- Morre em combate em Angola um furriel da CCaç 1461.

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 1566.

22

- Morrem em combate na Guiné 2 militares. Um da Força Aérea e um CCav 787.

- Morrem em combate em Moçambique 5 militares do BCaç Beira.

23

Morre em combate em Moçambique um fuzileiro especial do DFE 5.

27

- Morrem em combate em Angola 2 militares da CCav 1402.

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 1418.

- Parte para Angola o BArt 1886.

28

- Comemorações do 40. º Aniversário do movimento militar que deu origem ao Estado Novo. As cerimónias. Decorrem em Braga, onde Oliveira Salazar se desloca, de avião, fazendo o seu baptismo de voo, como a Imprensa assinala.

- Morrem em combate em Moçambique 2 militares da CCaç 1569.

29

- O Conselho de Segurança da ONU decreta sanções contra a Rodésia.

- Criação do Vicariato Castrense Português com um corpo de capelões e um bispo.

31

Durante este mês as baixas nas forças portuguesas totalizaram 62 mortos. Em acções de combate morreram 36 militares.

 

JUNHO

?

- A ONU retira à África do Sul o mandato sobre o Sudoeste Africano, mas Pretória não acata a decisão.

2

- Morrem em combate em Moçambique 2 militares do BCaç 1873.

- Em Leopoldville (Congo), acusados de conspiração, são enforcados quatro ministros (entre eles o ex-primeiro-ministro Kimba) perante duzentas mil pessoas.

3

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 816.

4

Morre em combate em Angola 1 militar da CEng 842.

8

Morre em combate em Angola 1 militar da CCaç 794.

9

Morre em combate na Guiné um furriel da 4ªCCaç.

11

- Morrem em combate na Guiné 2 militares da CCaç 1546.

- Queixa do Congo-Brazzaville junto do Conselho de Segurança em virtude do bombardeamento de aldeias congolesas pela aviação portuguesa.

12

- Morre em combate na Guiné 1 militar da 1ªCCaç.

- Morre em combate na Guiné o capitão Dinis Almeida Corte Real da CCaç 1422.

13

Proibida e apreendida a 2ª edição do romance Seara de Vento, de Manuel de Fonseca.

15

Morre em combate em Angola 1 militar da CCaç 794.

17

Morrem em combate em Moçambique 2 militares da CCaç 1470.

18

A Comissão de Descolonização da ONU ouve, em Argel, depoimentos de desertores portugueses acerca das guerras coloniais.

20

Em Moçambique, na cidade da Beira, uma brigada da PIDE procede, por determinação superior, à apreensão de doze exemplares do livro Lolita, da autoria de Vladimir Nabokov.

21

- Morre em combate em Angola 1 militar da CArt 1544.

- Morrem em combate na Guiné 2 militares da CCaç Quelimane e da CTpts 736.

- Parte para Angola a 6ª CCmds.

22

- Morre em combate em Angola 1 militar da CCaç 1458.

- Morre em combate na Guiné 1 militar da CCaç 1420.

- Morre em combate em Moçambique 1 militar do BCaç 1890.

24

- Morrem em combate na Guiné 3 militares da CCav 789.

- Morre em combate em Moçambique 1 militar da CCav 1505.

- Parte para a Guiné a 3ª CCmds.

25

Morre em combate na Guiné um furriel da CCav 789.

27

Morre em combate na Guiné 1 militar da CCav 789.

28

Na zona do Oio, um Grupo de Cmds capturou 4 pessoas nas imediações da base de Uália. Do assalto resultou a destruição de uma dezena de casas de mato ocupadas pela guerrilha e de vinte e cinco casas que serviam de abrigo à população sob o controle do PAIGC.

No decorrer da acção foi encontrada a enfermaria da zona e capturada a respectiva enfermeira responsável pela base, que, por documentos encontrados, se veio a saber ser a mulher de Pedro Ramos, na altura responsável pela instalação de meios rádio do PAIGC.

29

- Estabelecidas novas normas de recrutamento e preparação de voluntários para a Força Aérea.

- Manifestação dos trabalhadores dos Serviços Municipalizados de Gás e Electricidade do Porto, por aumentos de salários.

30

- Leopoldville passa a chamar-se Kinshasa.

- Durante este mês as baixas nas forças portuguesas totalizaram 53 mortos. Em acções de combate morreram 26 militares.

publicado por estrolabio às 18:00

editado por Carlos Loures em 21/01/2011 às 22:33
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links