Quarta-feira, 29 de Junho de 2011

XAILE DE FITAS, por Paxiano

 

 

 

 

 

 

 

(Adão Cruz)

 

Sobre os teus ombros nus

Cai um lindo xaile de fitas

Delicadas e sedosas

Discretas e silenciosas

Que nesse corpo ágil habita

 

 

Nesse teu corpo suave, esguio

Pendem longas e solenes fitas

E desses lábios, doce sorriso

Soltam-se palavras nunca ditas

E do cândido e sereno olhar

Se escapa o desejo de abraçar

 

 

Nunca um sorriso pintou melhor

Um rosto que o alimenta

Nunca um xaile tapou um corpo

Tão cheio de paixão sedenta

 

 

No xaile se escondem ternuras

Que só brilham nas noites escuras

publicado por João Machado às 10:00

editado por Augusta Clara às 01:25
link | favorito
1 comentário:
De adriano pacheco a 29 de Junho de 2011
Que belo adorno do Adão a encimar o poema do xaile de fitas.

Obrigado aos três:Augusta Clara,João Machado e Adão Cruz

Adriano

Comentar post

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links