Terça-feira, 28 de Junho de 2011

O ESCRIBA ABOMINÁVEL - A Corte na Aldeia - por Vasco de Castro

 

 

 

 

 

 

Este último “dez de Junho”, em patriótica celebração da corte cavaquista, ofereceu-nos ainda, em cristianíssimo Gólgota, o espalhar das cinzas socráticas que restavam, melancolicamente. Espectáculo sorumbático, bem pífio, sem panache. Já ninguém acredita no destino, senão em salvar a pele

 

 

Está à vista que este cavaquismo tão funcionário após a fase fugaz, desastrada do enriquecimento fácil, nunca primou pela imaginação e sempre se conformou na sua condição genética, de pequenos burgueses tementes, mas ávidos. Agora, entaramelados com o purgatório de Loureiros e Rendeiros, para memória mais prudente.

 

O novo “príncipe” Coelho, e o seu mentor Correia (curiosamente ausente na farsa beirã) já o terão percebido. Vão procurar amansar a fera, esforçar-se em domesticar a tão imunda e imprevisível plebe, que lhe dá nas ganas, por vezes, de arreganhar a dentuça e até morder.  Todos os cuidados serão poucos.

 

Enfim, a corte exibiu-se com os esperados penduricalhos ao peito, distribuídos em contida soberba, a fingir-se elite em manga de alpaca, cinicamente pacificante, a decantada “pose de Estado”!Resolvido o trauma infeliz
de Saramago com a reforma para a viúva, muito agradecida e já arredada, os escritores, artistas e cientistas de mérito, os que haverá, não se enxergaram na farsa serrana. Ou já terão os seus penduricalhos e prebendas, ou são cavaquistas de menor confiança, ou.. simplesmente… foram esquecidos, não constam da agenda.

 

Desfilaram fardas, com pompa, em ginasticados manequins circenses, inocentes criancinhas balbuciaram o caduco hino anti-braganças e o povoléu, aparvalhado, aplaudiu. E sucederam-se depois as habituais lérias.

 

Lérias ressonadas e já tão debitadas nos palcos das têvês, que é um fastio vão… Que a economia prima, pior, que a agiotagem no poder, aqui e além decidem, que vamos pagar mais,retórica tosca e redonda, foi assim, será?...

 

Seja, vamos pagar mais, uns mais do que outros, haja Deus!, a famigerada troika ameaça e não perdoa, negócios são negócios!

 

O universitário António Barreto, sociólogo patentado, de longo passado como «velho do Restelo», mostrou-se, Marchou, sapiente, por sobre as águas lôbregas. Espera obviamente suceder em Belém, a um Cavaco envelhecido e atarantado. Que o milagre da multiplicação dos pães que anunciava… já foi, sequer os seus acólitos acreditam. A Barreto resta esperar a hora das súplicas sebásticas, por sobre as ruínas da Babilónia que nem chegou a  acontecer.

 

Estranha anedota a ausência do habitual cardeal romano. Que se passa?! Neste último fôlego cavaquista, haverá caso de conspirações na sombra, entre lobos e lóbis a abocanhar os restos?!...O altar já não conta?!...nesta permanente guerra civil de séculos, ora quente, ora morna, da barões engalfinhados a abocanhar a carne, como foi a história pátria de séculos?!...

 

Será esta a última novidade, já sem delírios de 5º Império, nem destinos por mares, Índias e Brasis. Tão-só, finalmente, o pomar lusitano, o regresso à Europa de origem, sofridos, em tempestades de sangue, os tempos passados e apodrecidos. Releia-se Antero e Oliveira Martins.

 

O fontismo, versão betão, gaguejou ainda nesta farsa cavaquista como nevoeiro deu, obscura ameaça… porra!... merecemos melhor. Basta!

 

publicado por Carlos Loures às 15:00

editado por João Machado em 27/06/2011 às 22:39
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links