Sábado, 31 de Julho de 2010

Poema a quatro mãos



Ethel Feldman e Luis Moreira

Eu só dei o mote que são os três primeiros versos, a Ethel, pegou numa coisinha muito simples e desenvolveu, dando sentido a uma ideia que sempre andou a dançar no meu espírito.Por isso, são três partes da Ethel e uma parte minha.



"Como posso esquecer-te
se tentando esquecer-me
me lembro de ti."

danço sem musica
procuro teu passo
na pausa me encontro
enquanto te perco

Como posso esquecer--te
se demoras em mim
quando esqueço que existo
tags:
publicado por Luis Moreira às 00:25
link | favorito
De Luis Moreira a 31 de Julho de 2010
Adão, é de amigo, mas não passo de um aprendiz.
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

CONTATE-OS PARA TODOS OS TIPOS DE TRABALHO DE HACK...
My name is Mohammed Ahsan I'm a financial Consulta...
CONTATE-OS PARA TODOS OS TIPOS DE TRABALHO DE HACK...
Olá a todos, Vocês precisam de serviços de hacking...
Olá a todos, Vocês precisam de serviços de hacking...
My name is Mohammed Ahsan I'm a financial Consulta...
Olá a todos, Vocês precisam de serviços de hacking...
Olá a todos, Vocês precisam de serviços de hacking...
Este grupo de CYBER GURUS ajudou minha família a c...
Este grupo de CYBER GURUS ajudou minha família a c...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links