Quinta-feira, 23 de Junho de 2011

Domingo à tarde - por Carla Romualdo

 

 

 

 

 

  

Quando ela bate a porta e se afasta com passos trémulos sobre o empedrado, indiferente já aos olhares das vizinhas, ou às risadas atrevidas dos adolescentes a jogar futebol na rua, ela sabe que deixa entre os seus – os vizinhos – a certeza de que ela vai, todos os sábados e domingos, para um encontro amoroso.

 

Poderá ser que a imaginem numa história clandestina, dividindo o seu amante com outra mulher, a legítima, e por isso volte sempre sozinha a casa. O que não sabem, e talvez nunca venham a sabê-lo, é que ela passa as suas tardes no Vasco da Gama, sentada à mesa com uma bica que rende para a tarde inteira, e que os homens passam, e olham-na, e por vezes é preciso que passem muitas vezes até se atreverem a abordá-la, e que às vezes ela segue-os e outras vezes não, e isso depende da expressão que lhes vê na cara, se estão demasiado ávidos ou até parecem um pouco despectivos, se têm gestos rudes, que denotam um violento em potência, ou se parecem mansos, e às vezes depende tão-só de gostar ou não de cada um, porque em cada um põe mais, muito mais do que uma simples transacção, em cada um pousa, ainda que por instantes, a esperança de encontrar uma ilusão que lhe dure mais do que a tarde de domingo.


E por isso, Ana Maria senta-se a cada fim-de-semana, nua mesma mesa da praça da alimentação do Vasco da Gama, com os olhos carregados de rímel, calças justas ou saia curta, e um decote exageradíssimo, um decote que lhe deixa as mamas quase a descoberto, bordeadas pela renda negra do soutien de luxo, que ela só usa aos sábados e domingos, e se olharem para ela não verão mais do que uns olhos negros, muito negros, e talvez já nem desçam o olhar para o decote, porque quem sabe verão nesses olhos negros a ilusão que em alguém dia se cumprirá, nem que seja só por uns instantes. 

publicado por CRomualdo às 21:00
link | comentar | favorito
2 comentários:
De adao cruz a 24 de Junho de 2011
Lindo poema Carla, pois de um verdadeiro poema se trata.
De Luis Moreira a 24 de Junho de 2011
Mais uma caracterização fantástica a juntar a outras de igual nível.

Comentar post

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Este grupo de CYBER GURUS ajudou minha família a c...
VOCÊ ESTÁ PROCURANDO HACKERS ON-LINE? AMIGOS SE DE...
Palavras não são suficientes para expressar o níve...
VOCÊ ESTÁ PROCURANDO HACKERS ON-LINE? AMIGOS SE DE...
Eles são hackers formidáveis, compostos por hacker...
Eles são hackers formidáveis, compostos por hacker...
VOCÊ ESTÁ PROCURANDO HACKERS ON-LINE? AMIGOS SE DE...
Eles são hackers formidáveis, compostos por hacker...
VOCÊ ESTÁ PROCURANDO HACKERS ON-LINE? AMIGOS SE DE...
Eu realmente quero agradecer o micro-financiamento...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links