Sábado, 28 de Maio de 2011

Como Se Fora Um Conto - Uma História Interminável - José Magalhães

Ia eu por ali a passar, subindo e descendo por uma ladeira acima, quando ouvi dois tiros. Pum!, Pum!. Horríveis, assustadores, medonhos.

Juntou-se muita gente, muita gente, muita gente, e eu também, ansioso, na esperança de ajudar a solucionar ou até mesmo resolver de uma vez o acontecido. Não se sabe se há mortos, feridos ou estropiados.

Os tiros, pum!, pum!, foram ouvidos a muitas léguas, e as gentes chegavam em catadupa.

O pum, pum dos tiros, terá chegado também aos ouvidos da autoridade que, lesta, enviou um agente para, de imediato, tomar conta da ocorrência.

Chegou o polícia e disse: - Está tudo preso!

- Menos eu, senhor guarda, eu não, disse eu.

- Então porquê?, retorquiu o agente da autoridade.

- Porque eu sei tudo!

- Sabe tudo?

- Sei sim senhor.

- Ora então conte lá!

- Olhe senhor guarda, disse eu pigarreando e aclarando a voz,

que quer que lhe diga? Foi assim: Ia eu por ali a passar, subindo e descendo por uma ladeira acima, quando ouvi dois tiros, pum!, pum!. Horríveis, assustadores, medonhos. Juntou-se muita gente, muita gente, muita gente, e eu também, curiosos, ansiosos, todos na esperança de ajudar a solucionar ou até mesmo a resolver de uma vez o acontecido. Não se sabe se há mortos, feridos ou estropiados. Ora os tiros, pum, pum, foram ouvidos a muitas léguas, e as gentes chegavam em catadupa. O pum, pum, dos tiros terá também chegado aos ouvidos das autoridades que, lestas, enviaram um agente para, de imediato, tomar conta da ocorrência. Assim sendo, chegou o polícia e disse: - Está tudo preso!

-Menos eu, senhor guarda, eu não, disse eu!

- Então porquê? Retorquiu o agente da autoridade.

- Porque eu sei tudo, respondi.

- Sabe tudo?

- Sei sim sô guarda.

- Ora então conte lá! Disse o senhor polícia.

- Olhe, disse eu pigarreando e aclarando a voz, que quer que lhe diga? Foi assim: Ia eu por ali a passar, subindo e descendo por uma ladeira acima, quando ouvi dois tiros, pum!, pum!. Horríveis, assustadores, medonhos. Juntou-se muita gente, muita gente, muita gente, e eu também, curiosos, ansiosos, todos na esperança de ajudar a solucionar ou até mesmo a resolver de uma vez o acontecido. Não se sabe se há mortos, feridos ou estropiados. Ora os tiros, pum, pum, foram ouvidos a muitas léguas, e as gentes chegavam em catadupa. O pum, pum, dos tiros terá também chegado aos ouvidos das autoridades que, lestas, enviaram um agente para, de imediato, tomar conta da ocorrência. Assim sendo, chegou o polícia e disse: - Está tudo preso!

-Menos eu, senhor guarda, eu não, disse eu!

- Então porquê? Retorquiu o agente da autoridade.

- Porque eu sei tudo, respondi.

- Sabe tudo?

- Sei sim sô guarda.

- Ora então conte lá! Disse o senhor polícia.

- Olhe, disse eu pigarreando e aclarando a voz, ………

……………………………….

……………………………………

……………………………………………

publicado por atributosestrolabio às 18:00
link | comentar | favorito
1 comentário:
De Luis Moreira a 28 de Maio de 2011
eheheh é mais ou menos a conversa dos políticos...

Comentar post

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Jestem osobą fizyczną oferującą pożyczki międzynar...
I got my already programmed and blanked ATM card t...
Meu nome é Valeria Marco. Há 6 meses atrás, meu ne...
Meu nome é Patricia Martins, de Portugal, mãe solt...
Você está interessado em um empréstimo? nós oferec...
Sera que não vai sair do roupeiro? ? E a roupa fic...
Hoje entrou uma para o meu roupeiro e não a consig...
Para todas as suas necessidades de financiamento p...
Para todas as suas necessidades de financiamento p...
Para todas as suas necessidades de financiamento p...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links