Sábado, 28 de Maio de 2011

Como Se Fora Um Conto - Uma História Interminável - José Magalhães

Ia eu por ali a passar, subindo e descendo por uma ladeira acima, quando ouvi dois tiros. Pum!, Pum!. Horríveis, assustadores, medonhos.

Juntou-se muita gente, muita gente, muita gente, e eu também, ansioso, na esperança de ajudar a solucionar ou até mesmo resolver de uma vez o acontecido. Não se sabe se há mortos, feridos ou estropiados.

Os tiros, pum!, pum!, foram ouvidos a muitas léguas, e as gentes chegavam em catadupa.

O pum, pum dos tiros, terá chegado também aos ouvidos da autoridade que, lesta, enviou um agente para, de imediato, tomar conta da ocorrência.

Chegou o polícia e disse: - Está tudo preso!

- Menos eu, senhor guarda, eu não, disse eu.

- Então porquê?, retorquiu o agente da autoridade.

- Porque eu sei tudo!

- Sabe tudo?

- Sei sim senhor.

- Ora então conte lá!

- Olhe senhor guarda, disse eu pigarreando e aclarando a voz,

que quer que lhe diga? Foi assim: Ia eu por ali a passar, subindo e descendo por uma ladeira acima, quando ouvi dois tiros, pum!, pum!. Horríveis, assustadores, medonhos. Juntou-se muita gente, muita gente, muita gente, e eu também, curiosos, ansiosos, todos na esperança de ajudar a solucionar ou até mesmo a resolver de uma vez o acontecido. Não se sabe se há mortos, feridos ou estropiados. Ora os tiros, pum, pum, foram ouvidos a muitas léguas, e as gentes chegavam em catadupa. O pum, pum, dos tiros terá também chegado aos ouvidos das autoridades que, lestas, enviaram um agente para, de imediato, tomar conta da ocorrência. Assim sendo, chegou o polícia e disse: - Está tudo preso!

-Menos eu, senhor guarda, eu não, disse eu!

- Então porquê? Retorquiu o agente da autoridade.

- Porque eu sei tudo, respondi.

- Sabe tudo?

- Sei sim sô guarda.

- Ora então conte lá! Disse o senhor polícia.

- Olhe, disse eu pigarreando e aclarando a voz, que quer que lhe diga? Foi assim: Ia eu por ali a passar, subindo e descendo por uma ladeira acima, quando ouvi dois tiros, pum!, pum!. Horríveis, assustadores, medonhos. Juntou-se muita gente, muita gente, muita gente, e eu também, curiosos, ansiosos, todos na esperança de ajudar a solucionar ou até mesmo a resolver de uma vez o acontecido. Não se sabe se há mortos, feridos ou estropiados. Ora os tiros, pum, pum, foram ouvidos a muitas léguas, e as gentes chegavam em catadupa. O pum, pum, dos tiros terá também chegado aos ouvidos das autoridades que, lestas, enviaram um agente para, de imediato, tomar conta da ocorrência. Assim sendo, chegou o polícia e disse: - Está tudo preso!

-Menos eu, senhor guarda, eu não, disse eu!

- Então porquê? Retorquiu o agente da autoridade.

- Porque eu sei tudo, respondi.

- Sabe tudo?

- Sei sim sô guarda.

- Ora então conte lá! Disse o senhor polícia.

- Olhe, disse eu pigarreando e aclarando a voz, ………

……………………………….

……………………………………

……………………………………………

publicado por atributosestrolabio às 18:00
link | favorito
1 comentário:
De Luis Moreira a 28 de Maio de 2011
eheheh é mais ou menos a conversa dos políticos...

Comentar post

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links