Sábado, 28 de Maio de 2011

A 6ª feira da crise - por Luis Moreira

Na China, aproveita-se tudo o que é proteína:

 

 

 

 

Restaurantes cheios com famílias inteiras à espera de lugar, é o que se vê nos restaurantes da moda em Lisboa.

 

Sexta-feira, terminada a semana, inicia-se a descontracção, alivia-se a pressão dos afazeres profissionais e é ver o que não parece estar em conformidade com os avisos sobre a crise e sobre as dificuldades que se avizinham.

 

Isto é mais uma demonstração que a sociedade está cada vez mais fracturada entre os que têm emprego e rendimentos e os que caíram no desemprego. No meio, há um enorme vazio que é muito perigoso e que terminará com implosões sociais. Os que têm rendimentos são também os que têm capacidade reivindicativa pelo que este fosso alargar-se-á. Há, cada vez mais frequentemente, mesmo entre nós, fenómenos de violência social, assaltos ao multibanco, violência entre pessoas.

 

Ontem, junto a amigos, tivemos que acelerar para chegar bem cedo, parques automóvel cheios, mesas ocupadíssimas, marcação prévia...

 

Essa, invenção da social-democracia, almofada de desencontros, que é a classe média, está a desaparecer, ou a sofrer grandes golpes. Em todos os países onde não há classe média há problemas sociais, Olof Palme, o saudoso primeiro ministro Sueco ( nunca se descobriu quem o assassinou em plena rua) dizia que "tal como no futebol é no meio campo que se desenham as grandes soluções".

 

É, incompreensível, que numa situação tão grave como a que atravessamos se continue a apoiar e a reivindicar os "direitos adquiridos" mesmo os que se podem prescindir sem que daí venham prejuízos significativos para quem tem muito mais que a maioria.

 

O sítio era agradável, a companhia também mas a digestão foi complicada. Não me parece que isto, ainda para mais com as medidas que aí vêm (pelos vistos ninguém sabe bem a sua gravidade, agora apareceram, não um mas dois documentos "troika" ) não desagúe em complicações sociais graves.

publicado por Luis Moreira às 13:00
link | favorito

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links