Terça-feira, 26 de Abril de 2011

Meses mais tarde...

Meses mais tarde...

 

...a direita, o capital e a CIA puseram fim à Revolução. Pela minha parte, nunca perdoarei àqueles que, como elementos do MFA, tinham feito o 25 de Abril e, em 25 de Novembro, o traíram e lhe desvirtuaram os objectivos, invertendo-lhe o rumo. Augusta Clara de Matos

 

 

 

 

 

 Mas, certamente, esqueceram uma semente nalgum canto de jardim

 

 

 

 

 

Que é feito do mês de Abril?  José Fanha (1951)

 

 

Que é feito do sol de Abril
que nos circulou pelas veias?
Que é feito das ruas cheias
quando o sol era um balão
e andava tudo ao contrário
as estátuas vinham ao chão
e o sonho era nosso horário?

Que é feito do mês do sonho
quando o sonho era concreto
e tinha forma de casas
portas abertas
e pão,
quando o sonho que sonhámos
era um filho colectivo
parido pela multidão!

 

                                   Que é feito do mês de Abril?

 

Foi então
num país
de repente sem fronteira
foi a feira
a desgarrada
foi o espanto dos abraços
na arquitectura sem margem
duma terra a conquistar.
Foi um país que acordou
com planícies no olhar
e a concertina a tocar
dentro do peito.
                                      Que é feito do mês de Abril?

 

Que é feito do mês de Abril?
Soldados a quem dissemos
amigos eh! pá irmãos
operários que descobriram
um espaço para além das mãos
e as mulheres trabalhadeiras
que rasgaram seus vestidos
para as bandeiras de alegria
com que Abril foi envolvido.

 

                                        Que é feito do mês de Abril?

 

Foi um país impaciente
que de pé se quis em flor
foi o riso das guitarras
cansadas de choro e dor
foi a alegria fabril
foi a força da razão.

 

                                   Não esqueças o mês de Abril!
                                   Não esqueças que és multidão!

 

 

 

 

 

(In Poemabril, 2ª edição , Coimbra, 1994)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Augusta Clara às 19:00
link | favorito
1 comentário:
De Carlos Loures a 26 de Abril de 2011
His Master's Voice - como o cãozinho do gramofone, escutaram a voz do dono, ou dos donos, em 25 de Novembro. Em Abril apenas tinham ouvido os seus corações... Há quem lhe chame pragmatismo, sentido da realidade, coisas assim. Para mim são eufemismos - estou de acordo contigo - traíram Abril, traíram todos os que acreditaram que tinha havido uma Revolução, todos os que, afinal acreditaram neles. Enfim, a História os julgará.

Comentar post

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links