Segunda-feira, 18 de Abril de 2011

Dia Mundial do Livro, a 23 de Abril

O dia 23 de Abril é o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. O Estrolábio apresentará uma programação especial nesse dia para mostrar a a relevância que dá a esta data. Hoje apresentamos o cartaz que está a ser distribuido pela DGLB - Direcção-Geral dos Livros e das Bibliotecas, da autoria de João Vaz de Carvalho. Recorda-se que o dia 23 de Abril foi escolhido no seguimento da tradição catalã de, neste dia, um cavalheiro oferecer a uma dama uma rosa e ela lhe retribuir com um livro.

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por João Machado às 09:00
link | favorito
27 comentários:
De Pedro Godinho a 18 de Abril de 2011
Só pode ser invenção masculina: em troca duma rosa ganhamos um livro. É o que se chama troca desigual.
De ethel feldman a 18 de Abril de 2011
mais que desigual - quase um insulto!
De João Machado a 18 de Abril de 2011
Mas, oh Pedro, oh Ethel, expliquem-se, por favor. Uma rosa por um livro, como é uma troca desigual? Qual dos dois vale mais? E quase um insulto? Como pode ser? Quem foi insultado?
De ethel feldman a 18 de Abril de 2011
JOÃO,

Peço desculpas pelo tom que dei ao comentário. Os simbolos não nascem do nada. À mulher cabe uma rosa, poético - sim, senhor. Ao homem cabe o livro - o conhecimento.
Diz-me tu, o que achas disto.
Beijinho
Ethel
De Augusta Clara a 18 de Abril de 2011
Também não vejo qual é o mal. Há tantos homens a precisarem de ler... E, de rosas, gosto sempre :-))

Assinado: a feminista sectária
De Carlos Loures a 18 de Abril de 2011
Que história é esta de uma rosa por um livro (ou vice-versa)?

Com que então, Augusta Clara, há muitos homens a precisar de ler. As mulheres não precisam, já leram tudo... Esses clichés sexistas... Olha, recomendo-te um curso de literatura, este

http://youtu.be/LsXWia_Jna0
De Augusta Clara a 18 de Abril de 2011
Mas eu, ao menos, sou assumida. E não gosto de cursos de literatura. Sei muito bem fazer as minhas escolhas.
De Augusta Clara a 18 de Abril de 2011
Mas tens razão, Carlos. Este curso eu recomendo a toda a gente.
De Augusta Clara a 18 de Abril de 2011
E, também, recomendo ao SAPO que me deixe fazer comentários sem ter que estar, de cada vez, a meter o endereço e a password .
De Pedro Godinho a 18 de Abril de 2011
Eu só quis lançar a provocação para ver se dava discórdia. Gosto sempre quando mordem o isco.
De Augusta Clara a 18 de Abril de 2011
E deu, foi óptimo. Até tivemos direito a Gato Fedorento e tudo.
De ethel feldman a 18 de Abril de 2011
só me faltou mastigar a rosa e engolir o livro.
De João Machado a 18 de Abril de 2011
Mas já emudeceram? Oh Ethel , não estou nada zangado. E se estivesse, tinha dois trabalhos, um estar zangado, outro deixar de estar. Afinal qual vale mais, a rosa ou o livro?

Para a Ethel em especial: tanto os homens como as mulheres (ou ao contrário, tanto as mulheres como os homens) apreciam as rosas e os livros, igualmente. É o que acho. Embora, pessoalmente, às rosas prefira um cravo bem vermelho.
De Carlos Loures a 19 de Abril de 2011
Só depois percebi que se referiam ao Sant Jordi e à tradição da rosa e do livro. È uma antiga tradição e, Augusta Clara, Ethel e feministas em geral, ajuizar épocas passadas por conceitos dos nossos dias, não faz lá muito sentido. E não esqueçam que antes, durante um longo segmento da Idade Média, reinara um preconceito oposto - ler era coisa de clérigos, damas e mariconços . Um homem não aprendia essas mariquices.
De Augusta Clara a 19 de Abril de 2011
Não percebi nada do que disseste, mas está bem. A minha erudição não chega a tanto. Sou uma pobre feminista de tempos mais recentes. Mas ainda conheço por cá muita gente da Idade Média. E, para mim, L'Important c'est la rose"...
De ethel feldman a 19 de Abril de 2011
agora apetece cantar: "Hoje eu quero a rosa mais linda que houver /Quero a primeira estrela que vier Para enfeitar a noite do meu bem (...)"
De Pedro Godinho a 19 de Abril de 2011
O que vale mais um livro ou uma rosa, pergunta o João.
Que livro? (há muito lixo por aí)
Que rosa? (imagina se é socratista)
Se for "O nome da rosa" conta como livro ou como rosa?
De ethel feldman a 19 de Abril de 2011
queria cantar a rosa, e só me lembrava da melodia fita amarela. sempre achei que era uma rosa amarela e não uma fita. como vês, o inconsciente é malandro. não gosto das brumas de avalon, mas gosto do "nome da rosa"...
Oh, Pedro! Depois da provocação, leva lá com a rosa que o livro não te dou.
De Augusta Clara a 19 de Abril de 2011
E eu não te dou nem rosa nem livro para não seres malandro. Mas uma rosa, é uma rosa, é uma rosa. nem me tinha lembrado dessa "Noite do meu bem".Sobre um livro não é preciso dizer nada.
De Luis Moreira a 19 de Abril de 2011
E a rosa arredonda a saia?
De Augusta Clara a 19 de Abril de 2011
A rosa arredonda a saia dou-te eu já sabes porquê.
De João Machado a 19 de Abril de 2011
É a minha vez de pedir que não se zanguem. E que digam de vossa justiça qual acham que vale mais, a rosa ou o livro. Ou será que acham que valem o mesmo?
De Luis Moreira a 19 de Abril de 2011
As rosas que eu mando `a Augusta para ela nao se zangar comigo valem mais que todos os romances juntos da Corin Tellado...
De Ethel Feldman a 19 de Abril de 2011
na borda da ROSA, quase no fim, a título póstumo bordaram:

"AQUI,
JAZ o vermelho tinto de DOR

O branco perdido de AMOR

A quem souber do paradeiro

daquele que fugiu da COR

Reze pela ALMA do pecador "


Vou pedir ao Senhor José uma tesoura emprestada. Corto a DOR fico com com a COR. Recorto a ALMA - salvo o AMOR. No leitor de CD's coloco um JAZZ.
Não sei NADA de inglês - que venha alguém que reze por mim!

Comentar post

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links