Sábado, 19 de Fevereiro de 2011

O lado negro - Manel Cruz

coordenação de Augusta Clara de Matos

 

Hoje quem fala (e canta) é o Manel Cruz

 

Manel Cruz O lado negro

 

 

 

 

(ilustração de Manel Cruz)

 

 

Viver é como caminhar sobre um rio gelado. Criar é como dançar em  cima dele. Nada melhor do que o abismo para emoldurar  o nosso desenho do medo.

 

A eminência do chão se partir ou de vermos aqueles que  amamos rumarem ao nosso passado é um enunciado duro, mesmo que vivamos uma vida com sorte, dentro do que qualquer vida permite.

 

É lógico celebrar este chão, porque este chão existe, mas precisamos de mais do que de sapatos. Precisamos de uma vontade, mesmo quando nada faz  sentido. E muitas vezes o sentido revela-se sugado pela falta dele mesmo.

 

O nascimento da morte é um nascimento, um olhar sobre o escuro é uma  visão. Tudo, menos não viver. Para não viver é melhor estar mais morto ainda.

 

Daí ver este livro como mais um acto de coragem dentro desta família disfuncional que é a humanidade.

 

A entrega à nossa essência  não tem de ser um bom negócio, apenas um negócio.

 

Participar vale  qualquer esforço ou desafio. Participar em tudo quanto viva.

 

Como  mergulhar no escuro para ver peixes de néon. E acabo por ver este  livro da mesma forma. Vai-se chamar “O lado negro", ouvi, sentado numa  mesa de café, de uma boca que fumava e falava entusiasmada. Mais um  gole na meia de leite. Mais um cigarro.

 

Algumas imagens montaram-se na minha cabeça como que a tentar recodificar visualmente o que eu ouvia. Umas que me pareceram valer a pena, outras não.

 

A que mais me agradou foi a de um homem a caminhar num  bosque escuro com uma lanterna e a falar: "Está aí alguém?"

 

A pior  foi a do mesmo bosque sem homem. Faça-se luz, no escuro.

(Pequeno prefácio de Manuel Cruz a um pequeno livro de um amigo)

publicado por Augusta Clara às 14:00
link | favorito
2 comentários:
De Luis Moreira a 19 de Fevereiro de 2011
Esta família partilha uma série de talentos. Equipa maravilha!
De augusta clara a 19 de Fevereiro de 2011
Temos que pôr o Manel na lista dos estrolabianos .

Comentar post

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Transcrevi este artigo n'A Viagem dos Argonautas, ...
Sou natural duma aldeia muito perto de sta Maria d...
tudo treta...nem cristovao,nem europeu nenhum desc...
Boa tarde Marcos CruzQuantos números foram editado...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Conheci hackers profissionais além da imaginação h...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Esses grupos de CYBER GURUS ajudaram minha família...
Eles são um conjunto sofisticado e irrestrito de h...
Esse grupo de gurus cibernéticos ajudou minha famí...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links