Sábado, 12 de Fevereiro de 2011

AS MÃOS DOS PRETOS - por Luís Bernardo Honwana *

Enviado por Clara Castilho

 

Uma história sobre a igualdade dos homens, para além das suas cores.

Já não sei a que propósito é que isto vinha, mas o senhor Professor disse um dia que as palmas das mãos dos pretos são mais claras do que o resto do corpo porque ainda há poucos séculos os avós deles andavam com elas apoiadas ao chão, como os bichos do mato, sem as exporem ao sol, que lhes ia escurecendo o resto do corpo. Lembrei-me disso quando o Senhor padre, depois de dizer na catequese que nós não prestávamos mesmo para nada e que até os pretos eram melhores que nós, voltou a falar nisso de as mãos serem mais claras, dizendo que isso era assim porque eles andavam com elas às escondidas, andavam sempre de mãos postas, a rezar.

Eu achei um piadão tal a essa coisa de as mãos dos pretos serem mais claras que agora é ver-me não largar seja quem for enquanto não me disser porque é que eles têm as mãos assim tão claras. A Dona Dores, por exemplo, disse-me que Deus fez-lhes as mãos assim mais claras para não sujarem a comida que fazem para os seus patrões ou qualquer outra coisa que lhes mandem fazer e que não deve ficar senão limpa.

O Antunes da Coca-Cola, que só aparece na vila de vez em quando, quando as Coca-Colas das cantinas já tenham sido vendidas, disse que o que me tinham contado era aldrabice. Claro que não sei se realmente era, mas ele garantiu-me que era. Depois de lhe dizer que sim, que era aldrabice, ele contou então o que sabia desta coisa das mãos dos pretos. Assim:

- Antigamente, há muitos anos, Deus, Nosso Senhor Jesus Cristo, Virgem Maria, São Pedro, muitos outros santos, todos os anjos que nessa altura estavam no céu e algumas pessoas que tinham morrido e ido para o céu fizeram uma reunião e resolveram fazer pretos. Sabes como? Pegaram em barro, enfiaram em moldes usados de cozer o barro das criaturas, levaram-nas para os fornos celestes; como tinham pressa e não houvesse lugar nenhum ao pé do brasido, penduraram-nas nas chaminés. Fumo, fumo, fumo e aí os tens escurinhos como carvões. E tu agora queres saber porque é que as mãos deles ficaram brancas? Pois então se eles tiveram de se agarrar enquanto o barro deles cozia?!

Depois de contar isto o Senhor Antunes e os outros Senhores que estavam à minha volta desataram a rir, todos satisfeitos.

Nesse mesmo dia, o Senhor Frias chamou-me, depois de o Senhor Antunes se ter ido embora, e disse-me que tudo o que eu tinha estado para ali a ouvir de boca aberta era uma grandessíssima pêta. Coisa certa e certinha sobre isso das mãos dos pretos era o que ele sabia: que Deus acabava de fazer os homens e mandava-os tomar banhai num lago do céu. Depois do banho as pessoas estavam branquinhas. Os pretos, como foram feitos de madrugada e a essa hora a água do lago estivesse muito fria, só tinham molhado as palmas das mãos e dos pés, antes de se vestirem e virem para o  mundo.

Mas eu li num livro que por acaso falava nisso, que os pretos têm as mãos assim mais claras por viverem encurvados, sempre a apanhar o algodão branco da Virgínia e de mais não sei onde. Já se vê que Dona Estefânia não concordou quando eu lhe disse isso. Para ela é só por as mãos deles desbotarem à força de tão lavadas.

Bem, eu não sei o que vá pensar disso tudo, mas a verdade é que, ainda que calosas e gretadas, as mãos dum preto são mais claras que todo o resto dele. Essa é que é essa!

A minha mãe é a única que deve ter razão sobre essa questão das mãos dos pretos serem mais claras do que o resto do corpo. No outro dia em que falámos nisso, eu e ela, estava-lhe eu ainda a contar o que já sabia dessa questão e ela já estava farta de rir. O que achei esquisito foi que ela não me dissesse logo o que pensava disso tudo, quando eu quis saber, e só tivesse respondido depois de se fartar de ver que eu não me cansava de insistir sobre a coisa, e esmo até chorar, agarrada à barriga como quem não pode mais de tanto rir. O que ela disse foi mais sou menos isto:

- Deus fez os pretos porque tinha de os haver. Tinha de os haver, meu filho, Ele pensou que realmente tinha de os haver…. Depois arrependeu-se de os ter feito porque os outros homens se riam deles e levavam-nos para casa deles para os pôr a servir de escravos ou pouco mais. Mas como Ele já não os pudesse fazer ficar todos brancos, porque os que já se tinham habituados a vê-los pretos reclamariam, fez com que as palmas das mãos deles ficassem exactamente como as palmas das mãos  dos outros homens. E sabes porque é que foi? Claro que não sabes e não admira porque muitos e muitos não sabem. Pois olha: foi para mostrar que o que os homens fazem é apenas obra dos homens…Que o que os homens fazem é efeito por mãos iguais, mãos de pessoas que se tivessem juízo sabem que antes de serem qualquer outra coisa são homens. Deve ter sido a pensar assim que Ele fez com que as mãos dos pretos fossem iguais às mãos dos homens que dão graças a Deus por não serem pretos.

Depois de dizer isso tudo, a minha mãe beijou-me as mãos.

Quando fui para o quintal, para jogar à bola, ia a pensar que nunca tinha visto uma pessoa a chorar tanto sem que ninguém lhe tivesse batido

 

 

 


* Luís Bernardo Honwana nasceu na cidade de Maputo em 1942. Cresceu em Moamba, no interior tendo estudado jornalismo. Em 1964, tornou-se militante da Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO), tendo sido preso em 1964 e permanecido encarcerado por três anos pelas autoridades coloniais. Após a independência, Honwana foi alto funcionário do governo e

presidente da Organização Nacional dos Jornalistas de Moçambique.

Desempenhou também funções de diretor do gabinete do Presidente Samora Machel e Secretário de Estado da Cultura. Publicou Nós Matámos o Cão-Tinhoso em 1964. Em 1969, ainda em pleno colonialismo e com a guerra colonial no auge, a obra é publicada em língua inglesa (com o título

de We Killed Mangy-Dog and Other Stories) e obtém grande divulgação e reconhecimento internacional, vindo a ser traduzida para vários outros idiomas.

 

 

CANTIGA DO FOGO E DA GUERRA

Sergio Godinho

 

Musicada por José Mario Branco

SONETO ANTICOLONIALISTA

 

Joaquim Pessoa

 

 

Ah diogo! Ah cão! Em que de Zaire

Pretendes colocar o teu padrão?

El-rei morreu – as naus de clarear

São agora de um povo nosso irmão.

 

Dispensámos as balas e os escravos

E mais para diante navegámos.

Negreiros não. Dissemos sim aos cravos.

O mar não dói. E a terra não tem amos.

 

Ah! Digo! Ah! Cão! Que resultado

Esperavas deste povo a ver morrer

O seu corpo na farda de soldado ?

 

Esta nau do future há-de vencer!

Mash á cães que só ladram o passado

Porque o presente é duro de roer!

publicado por Carlos Loures às 19:00

editado por Luis Moreira às 01:19
link | favorito
De jay samuel a 31 de Dezembro de 2015

Olá Sir / Madam,
Se você precisa de um trabalho urgente para estabelecer o crédito, ou você precisa de um empréstimo para saldar a sua dívida, você precisa de um empréstimo de refinanciamento? Você precisa de crédito para comprar um carro ou uma casa? Sim, se você se preocupar agora, oferecemos todos os tipos de empréstimos sem verificação de crédito com uma taxa de juros adequada !!! Entre em contato com um dos líderes mundiais em empresas privadas hoje por e-mail. (sterlingunicornfunds@gmail.com)
Obrigado.
De anatiliatextileltd@gmail.com a 24 de Maio de 2017
Apply now for all kinds of loans and get it urgently! The interest rate is at 1% Choose between 1 and 25 years of repayment. Choose between Monthly and annual repayment plan. Terms and conditions of the loan flexibility. All these plans and more, please contact us.
LOAN INFORMATION NEEDED:
Name :
Country :
Phone number :
Amount Needed as Loan :
Purpose of Loan :
Have you applied for loan online before (yes or no)
Email : bdsfn.com@gmail.com
Emaill: anatiliatextileltd@gmail.com
Mrs. Magaret Becklas
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Páginas

Página inicial
Editorial

.Carta aberta de Júlio Marques Mota aos líderes parlamentares

Carta aberta

.Dia de Lisboa - 24 horas inteiramente dedicadas à cidade de Lisboa

Dia de Lisboa

.Contacte-nos

estrolabio(at)gmail.com

.últ. comentários

Philip Mark Financial Corporation, Inc.We are priv...
Philip Mark Financial Corporation, Inc.Somos credo...
eu preciso de um empréstimo urgente em fredlarrylo...
Empréstimo expressoVocê precisa de um empréstimo c...
Dia bomVocê quer ser empresário, iniciar um projet...
Dia bomVocê quer ser empresário, iniciar um projet...
Oi pessoal eu admiro muito as osgas pois lido com ...
Olá!Você está em alguma confusão financeira ou pre...
Olá e bem-vindo ao Spotlight Global Financial Serv...

.Livros


sugestão: revista arqa #84/85

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

.links