Sábado, 9 de Julho de 2011
Caricaturas e imagens - por Carlos Godinho

 

 

 

O desporto tem tido grandes jornalistas, caricaturistas e fotógrafos. Estão aqui exemplos, de um tempo sem a tecnologia de hoje mas, mesmo assim, de grande nível.

 



publicado por Luis Moreira às 10:00
link do post | comentar

Domingo, 26 de Junho de 2011
Em económica - por Carlos Godinho

in Todos Somos Portugal

 

 

O Primeiro-Ministro trocou o seu bilhete de executiva por um de económica na viagem para Bruxelas dando início, aparentemente, a uma nova forma de encarar este tipo de questões e veremos se terá continuidade noutras áreas. Claro que muitos dirão que é oportunismo, populismo ou outros ismos. Pode ser isso tudo, mas é uma novidade.                                                                                                                                       

 

Ontem mesmo desloquei-me ao Porto com o Seleccionador Nacional, Paulo Bento, viajando naturalmente em económica, mas quando entrámos no avião a executiva estava completa com tripulantes da TAP que seguiam provavelmente para outros vôos. Privilégios de empresa (quase falida) pública. No regresso, de novo em económica, duas filas à nossa frente, viajava Belmiro de Azevedo, um dos homens mais ricos do país. Pode ser populismo e demagogia de Passos Coelho, até pode. Não é fundamental, não é. Não vai resolver nenhum problema do país, não vai,  mas funciona como um sinal para a sociedade e talvez aqueles tripulantes da TAP se sintam ligeiramente embaraçados.                                                           

 

Ah! Para que conste, não votei em nenhum dos partidos da coligação nem acredito nas ideologias das forças suas componentes.

 

 

Cromos da Bola

 

No tempo em que a televisão tinha ainda pouco impacto nas nossas vidas, só sentíamos o futebol, ouvindo a rádio, lendo os jornais, assistindo aos jogos e, os mais jovens, coleccionando cromos, que era de facto uma actividade bastante apreciada pelos miúdos. O passado ainda aqui quase ao virar da esquina.



publicado por Luis Moreira às 11:00
link do post | comentar

Sábado, 18 de Junho de 2011
1961 - 50 anos depois - por Carlos Godinho

 1961 - 50 anos depois

in Todos Somos Portugal

Não tinha ainda falado neste blog, da homenagem pública que a FPF realizou no passado dia 4 de Junho, durante o intervalo do Portugal/Noruega, aos Campeões da Europa de Juniores de 1961. Estive envolvido na sua organização desde o primeiro momento e esta foi consequência de uma promessa feita a quatro pessoas, Nogueira, Amândio, Manuel Rodrigues e Dr. David Sequerra, três ex-jogadores e o seleccionador dessa equipa. A cada contacto individual nascia imediatamente empatia com esses homens e a sua resposta foi unânime, lá estaremos.                                   

 

Não foi possível contactar um jogador, de seu nome Faria. Todos os outros, com excepção de Simões e Peres, ausentes no estrangeiro por motivos profissionais e ainda Serafim já falecido, estiveram no relvado da Luz e reviveram um momento fantástico das suas vidas. O treinador José Maria Pedroto, também falecido, foi lembrado por sua esposa Cecília Pedroto. O Prof. José Esteves, preparador físico da equipa, com 91 anos de idade, adoeceu no próprio dia e também esteve ausente. Um momento muito digno que serviu para honrar aqueles que foram os primeiros vencedores europeus do futebol português

 

 

 

 

 Adeptos

 

Os jovens adeptos da NBA com originais equipamentos: futuros campeões!

 

 




publicado por Luis Moreira às 11:00
editado por Augusta Clara em 16/06/2011 às 18:38
link do post | comentar

Sábado, 11 de Junho de 2011
Futebol de véu islâmico - por Carlos Godinho

in Todos Somos Portugal

 

 

"Proibida pela FIFA de usar o tradicional véu islâmico em campo, a selecção feminina do Irão acabou por faltar ao jogo com a Jordânia, na corrida para os Jogos Olímpicos de 2012.

Situação idêntica já se tinha verificado no ano passado, e a federação iraniana adoptou algumas alterações no equipamento, mas foi confrontada com uma nova proibição que não entende. «Na verdade, este equipamento não tem qualquer conotação religiosa ou política, nem coloca em risco outra jogadora. Isto estava provado, e Blatter aceitou», disse Farideh Shojaei, responsável por esta selecção, citado pelo «Guardian».

As jogadoras apresentaram-se em campo com o corpo quase todo tapado, com excepção feita ao rosto, algo que foi considerado ilegal pelo delegado ao jogo. Uma fonte da FIFA já revelou à Associated Press que apoia a decisão, entendendo que o véu pode colocar em causa a integridade física."

In: maisfutebol
Mais uma vez os ortodoxos dirigentes iranianos não permitiram a liberdade das suas jovens para usarem o equipamento tradicional do futebol. Estou completamente de acordo com a decisão da FIFA mas tenho sinceramente pena que as iranianas não possam competir com as outras adversárias. O que está a mais não é só o véu, são estas pessoas ultrapassadas que deveriam ser afastadas da direcção dos países.
Beleza
Esta é uma foto estupenda de grande beleza, simétrica, única, onde a ginasta surge como se de uma estrela de quatro pontas se tratasse. Dizer mais da fotografia será sempre pouco para tudo o que de positivo ela representa. O desporto na sua máxima expressão. Victoria Veinberg Filanovsky, chama-se a ginasta em acção no recente europeu de ginástica ritmica de Minsk.


publicado por Luis Moreira às 11:00
link do post | comentar

Sábado, 28 de Maio de 2011
A beleza no Futebol e no Ténis - por Carlos Godinho

in Todos Somos Portugal

 

A beleza no futebol:

O futebol na sua verdadeira dimensão não tem idade, a beleza do gesto do guarda-redes, evitando ou não o golo, nunca o saberemos, os olhares atentos do público que enchia o recinto que desconheço qual era, mas penso ter sido em Lisboa, superam tudo o resto que envolve a modalidade. Os verdadeiros valores do futebol, o respeito, o espectáculo, hoje, como há sessenta anos ou mais, são e serão sempre os mesmos. O jogador, a base de tudo, a bola, a baliza, o estádio, o público, tudo é real. O resto verdadeiramente não conta, mas esgota-nos.

 

A beleza no Ténis :

 

Maria Sharapova concentrada durante o primeiro jogo de Roland Garros. Excelente fotografia onde se pode analisar cada detalhe da sua face.



publicado por Luis Moreira às 11:00
link do post | comentar

Sábado, 21 de Maio de 2011
Ryder Cup - Carlos Godinho
Aqui está a prova da popularidade do Golfe, o da estrada não o dos buracos! Mas dizem-me que o 19º buraco vale a pena jogar. É uma bela cerveja fresquinha na esplanada do campo.

Portugal perdeu para a França a possibilidade de organizar a Ryder Cup, que teria lugar nos terrenos da Comporta. Sempre que alguém em Portugal pensa organizar um empreendimento desta natureza, surge de imediato a comparação com o Euro 2004. Neste caso, vejam bem, o que foi dito é que o retorno seria maior que o do Europeu, provavelmente com mais visitantes, e com toda a certeza com mais adeptos nas ruas a festejarem, sempre que os grandes golfistas presentes tivessem jogadas de génio.                                                                                       

 

Aliás estava mesmo a ver os alentejanos da zona da Comporta, Carvalhal e Pego, logo de manhã, a trabalharem nos arrozais, com sapatos de golfistas, pull-overs lacoste vestidos e calças de marca, preparados paras as festas que surgiriam após as emotivas jornadas diárias da Ryder. Só os mosquitos do fim do dia é que atrapalhariam um pouco, mas mesmo assim, os donos do complexo e seus pares, teriam sempre hipóteses de fazerem uma grande campanha contra os bem aborrecidos bichinhos voadores que atacam ao fim do dia, braços, pernas e tudo o que esteja à mostra no corpo humano.                                                                                                                                                                         

 

O problema real é que segundo me contaram, os mosquitos da península de Tróia, da Comporta e da Herdade do Espírito Santo, não conseguem distinguir os ricos dos pobres, e não param de picar em tudo o que mexe. Além desse problema real, desconfio também do facto de Sarkozy ter comprado uma casa na Comporta porventura tentando perceber os pontos fracos da nossa candidatura. Acho mesmo que a derrota de Portugal se deveu a esses factores porque dos outros indicadores já se sabia que seriam todos superiores a essa pequena e residual organização chamada Euro 2004.                                                                                                                                                                                                   

 

Aliás na actual conjuntura política e económica do país, esta organização viria mesmo a calhar, dado que efectivamente têm aumentado muito significativamente o número de praticantes de golfe, um desporto popular, voltado para as massas, que está mesmo entranhado na nossa cultura e tradição desportiva.

 

PS: já se tinha encontrado uma boa razão para mais um campo de golfe, numa encosta atlântica virgem, à volta do qual se ergueriam hotéis e mais hotéis, com o bom senso e o bom gosto, demonstrados no Algarve. Ufa! por agora não passou... (Luis Moreira)

 

O vídeo foi acrescentado ao texto por mim. (Luis Moreira)



publicado por Luis Moreira às 12:00
link do post | comentar

Quarta-feira, 18 de Maio de 2011
A Final Portuguesa - por Carlos Godinho

in Todos Somos Portugal

 

Agora que se chegou ao dia da final portuguesa da Liga Europa já se tem a ideia da repercussão que este facto inédito teve na Europa do futebol.

 

Em Portugal tem havido realmente bastante impacto ao nível da comunicação social, mas aqui para o sul, passa um pouco ao lado da vida das pessoas. Duas equipas do norte, uma delas, o FC Porto, o actual grande rival do Benfica, e o SC Braga, que acabou por eliminar o clube lisboeta, leva a que os adeptos do futebol da cidade de Lisboa pouco se interessem pelo jogo, particularmente até pelo facto de a maioria ter esperado ser o Benfica um dos finalistas. A desilusão, sente-se, foi, é enorme. Quanto à Europa espreita e acompanha timidamente o evento para ver no que dá, mas também sem um entusiasmo por aí além. Por sua vez, os irlandeses, esperavam pelo Liverpool ou por qualquer outro clube inglês e à UEFA agradava-lhe concerteza dois grandes do futebol europeu. A entrada do Braga nesse clube restrito não deve ter agradado aos dirigentes uefeiros.

 

Uma equipa pequena, de um país pequeno, contra uma equipa grande do mesmo país pequeno, não terá sido o sonho dos dirigentes e patrocinadores da prova... Caberá ao Braga e ao Porto desmentirem este aparente pouco entusiamo irlandês e europeu e demonstrarem  a sua capacidade e mérito para estarem ambos na final, não se esquecendo as boas equipas de grandes países que ficaram a seus pés. Se os dois treinadores, que fizeram duas excelentes carreiras esta época, se libertarem dos complexos que muitas vezes acompanham os finalistas, esta poderá vir a ser uma excelente final.



publicado por Luis Moreira às 14:30
link do post | comentar

Segunda-feira, 16 de Maio de 2011
Futebol no feminino - Final da Taça e selecção de Portugal - por Carlos Godinho

 

 

in todos Somos Portugal

 

Foi um dia recheado de futebol no feminino no Jamor. Desde as 10 horas da manhã até às 15 horas, cerca de 500 jovens representando equipas federadas e do desporto escolar, estiveram em acção em seis campos de futebol de sete. Vieram a Lisboa 39 equipas, desde Carrazeda de Ansiães à Madeira, de Bragança a Viseu, da Guarda à Amareleja, e  outras praticamente de todo o país, para competirem informalmente entre si. Jovens jogadoras de futsal e futebol, dos 10 aos 14 anos de idade, demonstrando uma vontade enorme em jogarem, em praticarem desporto.                  

 

A partir das 16 horas, todas elas, assistiram no Estádio Nacional, à Final da Taça de Portugal de Futebol Feminino, o prato forte do dia, a um jogo interessante, mais equilibrado do que aquele que aconteceu há um ano atrás. No final, a equipa mais madura, com melhores valores individuais, o 1º Dezembro, ganhou, como se esperava, mas o Futebol Benfica, deixou um sinal que no futuro, quem sabe, poderá levar a taça para casa. Em resumo, um dia em cheio para todos os que participaram, da FPF, aos clubes, ao desporto escolar, às organizações de mulheres como "O Jogo das Raparigas", mas sobretudo para as jovens jogadoras que viveram um dia inesquecível.


 

 

Foi ontem inaugurada no Centro Comercial Dolce Vita Tejo, uma exposição fotográfica, subordinada ao tema "Selecção Nacional Feminina", da autoria do fotojornalista José Caria. Um olhar indiscreto, pessoal, de alguém de "fora" que acompanhou a selecção durante vários estágios e jogos.       
Uma actividade inédita e de grande qualidade que traz ao conhecimento do público uma visão diferente do papel da mulher, neste caso jogando futebol. Um olhar, a preto e branco, indiscreto,  mas atento. A não perder. Em seguida, a partir de 21 do corrente, esta exposição estará no Centro Comercial Dolce Vita, no Porto, e terminará no final do mês na FPF.

 



publicado por Luis Moreira às 10:55
link do post | comentar

Sábado, 14 de Maio de 2011
O petardo - por Carlos Godinho

in todos somos portugal

No jantar comemorativo dos 45 anos do CNID discutia-se à mesa o ambiente existente no futebol português e particularmente nas relações entre os seus principais clubes. Falava-se mesmo que qualquer dia acontece uma tragédia e nessa altura todos se preocuparão com o assunto. Nesse mesmo dia uma decisão de um tribunal, reproduzida no jornal online de "A Bola", dizia sinteticamente o seguinte:

 

"Um adepto foi hoje condenado pelo Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa, acusado de tentar entrar num estádio com um petardo.
O Tribunal condenou o indivíduo a pena de sete meses de prisão, transformada em 210 dias de multa, num total de 1.260 euros".
O adepto sempre negou que o artefacto fosse seu, garantindo que o petardo que originou a detenção foi apanhado do chão pelas autoridades."
Foi um adepto de um determinado clube e isso é o que menos conta para este assunto.  O que está em causa é que por 1.260 euros, qualquer um pode correr o risco de levar para dentro de um qualquer estádio, um objecto que se pode tornar perigoso ou mesmo mortal. E o que se pergunta é se não seria mais pedagógico que qualquer um apanhado numa situação destas não deveria antes ter de se apresentar numa esquadra no momento em que o seu clube jogasse,  castigo aplicado, por exemplo, durante cinco anos. Parece-me que mais que prisão, multa, ou lá  o que seja, este deveria ser o caminho, impedindo-se assim que tantos elementos anti-sociais pudessem ter livre acesso a locais que deveriam ser de celebração desportiva e onde se encontram habitualmente muitas crianças. Continuar a confundir um estádio de futebol com um circo romano não me parece ser o caminho.

 

Petardo 2 - anjos ou demónios

Foi com estas palavras que Joseph Blatter definiu alguns dos seus colegas do Comité Executivo da FIFA a propósito da acusação  que Lord Triesman ontem fez acerca de eventuais pedidos que lhe foram feitos para votarem na candidatura inglesa pela qual era responsável. O muito falado Jack Warner de Trinidad e Tobago, Ricardo Teixeira do Brasil, Issa Hayatou dos Camarões, Jacques Anouma da Costa do Marfim, Nicolas Leoz do Paraguai e Worawi Makudi da Tailândia, são alguns dos elementos apontados por Triesman que lhe solicitaram apoios pessoais ou para projectos, definindo assim a sua opção de voto, ou seja, pagas e eu voto. Ou muito me engano ou este assunto, que já aqui abordei por diversas vezes, ainda vai fazer muito sangue ou pelo menos vai fazer correr muita tinta. Oxalá. De qualquer forma o escândalo está aí.


publicado por Luis Moreira às 11:00
link do post | comentar

Sábado, 7 de Maio de 2011
Dublin - A Final Portuguesa por Carlos Godinho

 in Todos Somos Portugal

 

 

 

 

 

 

Tenho boas memórias de Dublin sempre que lá me desloquei ao serviço da Selecção Nacional e onde guardo alguns amigos. Gente simpática que gosta de futebol, de música, da noite, da Guinness... Vale a pena uma deslocação à cidade dos U2 e neste caso serão muitos os portugueses que durante um dois dias aproveitarão a oportunidade e encherão aquelas ruas cheias de locais para se conviver e beber uma boa cerveja. Será na Dublin Arena, novo estádio da cidade, que será jogada a final portuguesa entre o SC Braga e o FC Porto, final pouco esperada e em que só acreditavam os adeptos bracarenses.                                                                                                                                                                            

 

Todo o mundo do futebol esperava que o poder, tradição e experiência do Benfica levasse de vencida a equipa do Minho, mas surpreendentemente, ou não, foi o contrário que aconteceu. Com um pouco de sorte à mistura, nunca há campeão sem sorte, os minhotos acabaram por merecer a passagem à final e fizeram história. Dia 18 o futebol português também fará história inédita desejando desde já que esse jogo seja disputado de forma brilhante, sem violência, num belo espectáculo que nos dignifique perante a Europa e o mundo.

 

 

PS: Muito sinceramente, com os olhos do mundo do futebol postos neste jogo entre duas equipas portuguesas, espero que treinadores e jogadores percebam que têm uma oportunidade única de mostrar como pode ser bonito um jogo de futebol! E que vença o melhor e que o melhor seja o Braga, neófito nestas andanças. (Luis Moreira)

 



publicado por Luis Moreira às 13:00
link do post | comentar

Sábado, 30 de Abril de 2011
Chernobyl - por Carlos Godinho

 

 

Em 1996, mais ou menos por esta altura do ano, desloquei-me a Kiev, acompanhado pelo meu amigo Sr. José Carlos Esteves, actual médico do FC Porto, a fim de preparar o jogo Ucrânia/Portugal que teria lugar em 5 de Outubro desse ano. Fomos visitar os hotéis, estádio e possíveis campos de treino.                                                                                                                                                                                                 A

 

Ucrânia era na altura uma sociedade com imensos problemas a sair ainda do poder soviético de que fez parte integrante, mas cujos dirigentes eram ainda praticamente os mesmos do passado. Fomos extremamente bem recebidos dado que era a primeira vez que uma delegação da FPF visitava aquele país e aquela federação. Depois de cumprido o trabalho fomos convidados para uma refeição pelo Presidente e Secretário Geral da Federação de Futebol da Ucrânia.                                                                                                                                                                               

 

O jantar começou com brindes, sempre acompanhados de vodka, servidos em pequenos copos. Ao fim de alguns brindes e já com alguns deles a serem despejados por nós, não pelos anfitriões, discretamente, num vaso com plantas, o Presidente fez um brinde à vida. Perguntei-lhe o significado mais exacto do brinde e rapidamente explicou-me  que a sua/deles esperança de vida era um mistério em função do desastre de Chernobyl, ocorrido dez anos atrás e pelo facto de se sentirem quase sempre doentes sem explicação plausível a não ser o facto de terem estado muito próximos do local onde ocorreu a explosão e portanto sujeitos a uma enorme exposição.                                                                   

 

Nunca mais os vi e nada mais soube deles e como recordação desse ainda tenho duas garrafas de vodka produzida localmente na propriedade rural do Presidente. Hoje passam 25 anos do desastre, sem se conhecer solução para aquela central, e ainda há quem sugira a energia nuclear como futuro.

 

O Mestre e o Disciplo - Cruyf e Pep Guardiola

 Curiosa esta imagem já com alguns anos onde se pode ver Cruyff e o seu discípulo Pep Guardiola o actual técnico do FC Barcelona. Cruyff tem sido protagonista habitual de bastantes críticas a José Mourinho censurando-o por ser treinador de títulos e não treinador de futebol.                                                                                            
Pensava eu que ser treinador é essencialmente algo que tem a ver com ganhar, jogos e títulos. Claro que alguns não o conseguem, neste caso a maioria, mas uma minoria, como Guardiola e Mourinho têm estado sempre na primeira linha dos vencedores. Quando se ganha um grande estatuto pode-se dizer as maiores baboseiras com a maior dos à vontade.
   
                                                


publicado por Luis Moreira às 11:00
link do post | comentar

Domingo, 24 de Abril de 2011
O Raúl Meireles não precisa de Fundos para ser o melhor em inglaterra - por Carlos Godinho

 in Todos Somos Portugal

 

Nunca foi um jogador mediático dada o seu evidente low-profile. Desde miúdo, dos seus tempos do Boavista, que demonstrava uma qualidade muito acima de média naquele seu jeito meio desengonçado mas de enorme qualidade técnica. Lembro-me perfeitamente que num Torneio da Madeira Sub/20 com votação dos técnicos presentes e da organização, ter sido eleito o melhor jogador do torneio. Nos últimos tempos no FC Porto, com Jesualdo Ferreira, o seu valor era com alguma frequência posto em causa e sempre que havia substituição lá ia o bom do Raul para o banho mais cedo sem que se compreendesse muito bem porquê. O Liverpool porém estava atento e cedo viu que estava ali alguém com imensas qualidades para colocar o seu meio-campo num nível superior, como os adeptos ingleses agora comprovaram elegendo-o como o melhor jogador da liga, prémio conceituado e muito prestigiado. Na Selecção Nacional, nos últimos tempos, com Moutinho e Carlos Martins, tem formado um dos melhores trios de centro-campistas de sempre, com menos nome dos anteriores, menos mediáticos, mas com qualidade para dar e vender. Em 2012 confirmar-se-á o que digo.

 

 

Como funcionam os Fundos de jogadores?

 

Só a partir do ano de 2001 e mais tarde depois do caso Tevez, o mundo do futebol ganhou consciência da existência dos fundos de investimento de jogadores.
O processo é simples, um grupo de empresários compra determinada percentagem dos direitos económicos de um ou vários jogadores, para mais tarde beneficiar em percentagem igual, a quando da transferência do(s) jogadore(s) para outro clube, naturalmente por valores superiores aos da aquisição.
É com esta intenção que o antigo director desportivo do Chelsea Peter Kenyon, actualmente na CAA Sports International, juntamente com o agente FIFA Português Jorge Mendes, proprietário da Gestifute, uma das maiores agências de jogadores, decidiram criar a Quality Sports Investments LP Fund.
Funcionamento do Quality Sports Investments LP Fund:
  • O Fundo procura pelo menos 15 empresários Americanos, Europeus e/ou do Médio Oriente, interessados em investir um mínimo de 1,1 milhões de Euros cada.
  • A intenção do Fundo é a de adquirir percentagens de direitos económicos de jogadores, a clubes com experiência e resultados na formação de jovens talentos, e partilhar os dividendos das futuras transferências com os seus investidores.
  • O Fundo será registado em Jersey, um paraíso fiscal Norte Americano, tendo em vista a redução de impostos dos seus investidores.
  • O Fundo promete aos seus investidores lucros anuais de 10% nos 3 a 5 anos previstos para a sua existência.
  • Os jogadores terão como origem clubes de Portugal, Espanha e Turquia, onde a constituição destes Fundos é legal. Note-se que em Inglaterra este tipo de Fundos é actualmente ilegal.
  • Os jogadores transferidos terão como principal destino grandes clubes Europeus de Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França.
Naturalmente que com a experiência de Jorge Mendes e Peter Kenyon, o Quality Sports Investments LP Fund, tem tudo para se tornar num dos fundos de investimento desportivos com maior sucesso, não fosse o agente FIFA responsável pelas transferências de Cristiano Ronaldo, Nani, Ricardo Carvalho, Di Maria, Quaresma, etc… para alguns dos maiores clubes europeus.
In: Football Finance
Este é um texto do Football Finance que ilustra bem o poder empresarial que rodeia o futebol de hoje que obviamente não comento. O que mais me preocupa é se os Fundos, este e outros, dominam os jogadores, inevitavelmente alguns treinadores, por consequência alguns dirigentes, qual a margem de manobra de liberdade para todos, especialmente para os clubes que me parecem seriamente condicionados na sua margem de decisão?




publicado por Luis Moreira às 16:00
link do post | comentar

Domingo, 17 de Abril de 2011
Agências de rating - três equipas portuguesas nas meias finais europeias por Carlos Godinho
in Todos Somos portugal
 
Com o título "Agências de rating armadilharam Portugal", o jornal "A Bola" de ontem publicou partes de um artigo da autoria de Robert M. Fishman, Professor de Sociologia da Universidade de Notre Dame, publicado no New York Times, com o título de "O desnecessário resgate de Portugal".
 
"Distorcendo as percepções dos mercados sobre a estabilidade portuguesa, as agências de rating armadilharam tanto a sua recuperação económica como a sua liberdade política" e ainda, "Portugal viu-se sob injusta e arbitrária pressão dos correctores, especuladores e analistas de rating de crédito, que, por visão curta ou razões ideológicas, conseguiram forma de afastar uma administração eleita e potencialmente amarrar as mãos da próxima", "Ao aumentar os custos da dívida portuguesa para níveis insustentáveis, as agências de rating forçaram Portugal a procurar resgate" e finalmente, "No destino de Portugal reside um claro aviso para os outros países, incluindo os EUA. A revolução portuguesa de 1974 inaugurou uma onde de democratização que varreu o globo. É bem possível que 2011 possa marcar o começo de uma onda de invasão da democracia por mercados desregulados, com Espanha, Itália ou Bélgica como próximas vítimas potenciais."

 

É caso para perguntarmos todos: "Estamos nas mãos de quem?" Os avisos que lemos não vêm da boca de um perigoso comunista ou de um elemento da extrema-esquerda, surgem dos EUA e no New York Times. Impressionante.

 

 Final Europeia

 

É de facto um marco muito importante e notável a qualificação de três equipas nacionais para as meias-finais da Liga Europa, e consequentemente a certeza de que uma, pelo menos, será finalista. Muito agradecem os meus amigos irlandeses que há bem pouco tempo me expressaram esse desejo aspirando mesmo que estejam dois clubes portugueses na final em Dublin. Desde 2005 que Portugal não estava representado numa final europeia pelo que se aspira que desta vez se consiga melhor que a presença na final e se consiga trazer para o nosso país a respectiva taça e o consequente prestígio que tal implica. Agradecem todos aqueles que gostam mais de futebol na sua globalidade do que fanaticamente dos seus clubes. Boa sorte para todos é o que se deseja.



publicado por Luis Moreira às 11:00
link do post | comentar

Sábado, 9 de Abril de 2011
Futebol - A Pedreira do Prémio Pritzker da Arquitectura por Carlos Godinho

in todos somos Portugal

 

Há uns largos meses, Beckenbauer, a propósito da eventualidade do Bayern de Munique poder falhar a entrada na Champions disse: "Não podemos voltar a competir na Liga Europa dado que não gostaria de fazer novos jogos em estádios sem condições como aquele que fizemos em Portugal construído num pedreira". Beckenbauer é um homem de princípios,carácter, foi um extraordinário jogador e treinador, de curta carreira diga-se, que venceu mundiais nas duas situações, mas que pelos vistos de arquitectura tem fracos conhecimentos. O homem que projectou o estádio na pedreira, Souto Moura, acabou de ganhar o prémio Pritzker, considerado o nobel da arquitectura. Um prémio merecido que honra o próprio, o país e por consequência o futebol português e para quem teve a coragem de fazer aquela obra que Beckenbauer detesta. Também não se pode ser bom a tudo.

 

 

 

 

 

 

 

A balança

 

Ronaldo e Adriano dois fantásticos jogadores que já tiveram bastantes quilos a menos. Adriano assinou pelo Fluminense. Ronaldo retirou-se.

 

 

 

 PS: não sei quem é o melhor jogador de sempre, mas sei a quem vi fazer as mais fantásticas jogadas : Ronaldo! (Luis Moreira )



publicado por Luis Moreira às 11:00
link do post | comentar

Sábado, 2 de Abril de 2011
Futebol no feminino e na equipa de Portugal - por Carlos Godinho

 in Todos Somos Portugal

Conheço como poucos o processo de desenvolvimento do futebol feminino em Portugal. Sei bem os passos difíceis que foram sendo dados nestes últimos anos e por isso sou capaz de reconhecer que muitas vezes uma derrota pode significar um avanço. A Selecção Nacional Feminina Sub/19 perdeu  com a Noruega por 2/0 na qualificação para o Euro da categoria, e os números já por si, significam um avanço e uma aproximação com uma das maiores potências do futebol feminino europeu. Este caminho, sabe-se, é longo e vai demorar mais alguns anos até surgirem equipas competitivas que nos permitam pensar em ganhar a adversários tão fortes. Continuar a trabalhar é o único caminho.

 

 

 

 

 

 

O rescaldo que faço desta dupla jornada de jogos de preparação é extremamente simples. Aprontar mecanismos, organizar mais e melhores procedimentos colectivos, entendimento mais positivo entre sectores, conhecimento mais aprofundado de alguns jogadores que não tinham tido oportunidades até este momento, algumas estreias de jovens jogadores de futuro, a de Ruben Micael foi notável, a consolidação de uma nova geração pronta a dar sequência ao trabalho do passado ainda recente e em suma, para terminar, unificar ainda mais todo o grupo. Mesmo com turbulências pelo meio, foi possível, de certa forma, blindar a selecção nacional de alguns traumas que vieram a lume no período da concentração e levar a equipa a um destino seguro, particularmente em Aveiro. Hoje existe um leque alargado de jogadores que poderão consolidar uma posição internacional de relevo numa próxima competição internacional. Haja entretanto alguma pacificação dentro do futebol português de forma a se poder preparar convenientemente os desafios difíceis de Junho, Setembro e Outubro. A Selecção Nacional irá concerteza, mais uma vez, corresponder aos anseios de todos os portugueses que gostam de futebol e da equipa das quinas.

 



publicado por Luis Moreira às 13:00
editado por Carlos Loures às 15:07
link do post | comentar


EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
O grupo Maria Isco fornece ajuda para resolver a c...
Olá, eu nome Madame Aniello LIZI um indivíduo que ...
Agora fiquei curioso com esta autoria. Em que livr...
Testemunho de um empréstimoConsegui obter um empré...
Caro Sr / Sra,Antes de qualquer outra palavra, pri...
OláEu sou Ibrahim Mohammed do Emirado árabe unido,...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Potrebuješ pôžičku? Máte nízke kreditné skóre a ne...
Atenção; Você é um homem de negócios ou uma mulher...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

Caricaturas e imagens - ...

Em económica - por Carlos...

1961 - 50 anos depois - p...

Futebol de véu islâmico -...

A beleza no Futebol e no ...

Ryder Cup - Carlos Godin...

A Final Portuguesa - por ...

Futebol no feminino - Fin...

O petardo - por Carlos Go...

Dublin - A Final Portugue...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links