Sexta-feira, 14 de Maio de 2010
A importância da contradição nas organizações do futuro
António Mão de Ferro


Será possível que o homem e a mulher encontrem o tão ambicionado equilíbrio entre segurança e aventura? A inquietação do homem e da mulher sempre existiram. Hoje, mais do que nunca, é preciso encontrar condições que ajudem a suprir ou atenuar a sua intranquilidade e o stress que isso lhes causa, permitindo-lhes que se afirmem sem restrições. Tarefa difícil, se se tiver em conta que o ser humano gosta de agredir e dificilmente se concebe que consiga viver num mundo, onde “todos se amem uns aos outros” sem rivalidades.

Virá o primitivo do homem e da mulher ao de cima em determinadas situações, evidenciando as suas características de batoteiros? Por um lado estabelecem leis, por outro procuram escapes inocentes ou não, para as trapacear. Existirá um desejo secreto de substituir a segurança pela glória e aventura?

Quando se conseguir encontrar um meio que permita ao ser humano assegurar a tranquilidade e a paz, será uma monotonia. Encontrar um equilíbrio no quadro de um grau de segurança essencial para a vida em sociedade, com possibilidade de aventura e contestação compatíveis com o mundo civilizado, é o grande desafio a vencer pelos gestores das empresas. É importante que partindo do adquirido se recrie o existente, se valorize e reconheça a cultura da organização, mas que se evite que as regras se constituam como o principal obstáculo a ultrapassar e não permitam rasgos individuais dos colaboradores, que não se sujeitam ao rebanho.

As organizações do futuro só conseguirão responder aos desafios, se conseguirem criar espaços que permitam que o ser humano manifeste as suas contradições, possibilitando a existência de génios e os seus rasgos individuais e consigam materializar os seus efeitos, nos resultados da comunidade de trabalho, tal como acontece numa bem sucedida equipa de futebol


publicado por Carlos Loures às 18:00
link do post | comentar

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
OláEu sou Ibrahim Mohammed do Emirado árabe unido,...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Potrebuješ pôžičku? Máte nízke kreditné skóre a ne...
Atenção; Você é um homem de negócios ou uma mulher...
Viveu bastantes anos em Portugal, mais precisament...
Empréstimo e InvestimentoOlá a buscar um empréstim...
No dia 08/01/1974, faleceu o furriel Zeca Rachide,...
Cheguei aqui pelo link no blogue O Cantinho da Jan...
Apply now for all kinds of loans and get it urgent...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links