Segunda-feira, 21 de Junho de 2010
Saramago à procura de Deus?


Luis Moreira


A obra de Saramago é uma procura incessante do transcendental ? Quando Saramago confronta Deus com a imperfeição do Homem, ou O acusa da Bíblia ser "um conjunto violências" estamos perante uma revolta por não encontrar Deus na Humanidade?

Se nas obras em que essa confrontação é evidente, como acusando Deus e os Evangelhos de serem profundamente imperfeitos vindos de alguem que se apresenta como perfeito e está em todo o lado, no "Ensaio sobre a Cegueira" que foi o livro que lhe deu o empurrão final para o Nobel, essa leitura pode e deve ser feita.De que se trata?

De toda uma população que cega, com a excepção de uma mulher, "SER" excepcional que vê pelos outros, que se "dá" aos outros, que "guia" entre a miséria e o sofrimento.Porquê alguem que vê quando os outros não conseguem? Porquê uma mulher? Ser que dá a vida não deixando de ser uma mulher?

Esta procura incessante presente na obra de Saramago, vai ao arrepio do homem ateu, ou faz parte das interrogações do homem empenhado no curso da humanidade?

A nota do Vaticano sobre a morte de Saramago é amarga e pouco bondosa, não "recebe o filho desavindo no seu seio" carimba-o de marxista- lelinista e vê na sua obra um confronto gratuíto com a Igreja.Nada de mais errado! Saramago à sua maneira é um escritor profundamente revoltado com a falta de Deus no quotidiano medíocre e sem grandeza do Homem.Chamemos-lhe o que quisermos, Deus, transcendente, mas o objectivo de tirar a Humanidade da escravidão do "TER" e chamá-lo ao "SER" parece-me ser um linha orientadora da sua obra, reconhecidamente Universal!


publicado por Luis Moreira às 16:30
link do post | comentar

4 comentários:
De carlos loures a 21 de Junho de 2010 às 17:18
Dando-te alguma razão no que afirmas, circula pela internet este poema do Saramago, publicado em PROVAVELMENTE ALEGRIA, um livro editado em 1985:

Na ilha por vezes habitada do que somos,
há noites, manhãs e madrugadas em que não precisamos de morrer.
Então sabemos tudo do que foi e será.
O mundo aparece explicado definitivamente e entra em nós uma grande serenidade,
e dizem-se as palavras que a significam.
Levantamos um punhado de terra e apertamo-la nas mãos.
Com doçura.
Aí se contém toda a verdade suportável: o contorno, vontade e os limites.
Podemos então dizer que somos livres,
com a paz e o sorriso de quem se reconhece e viajou à roda do mundo infatigável
porque mordeu a alma até aos ossos dela.
Libertemos devagar a terra onde acontecem milagres como a água, a
pedra e a raiz.
Cada um de nós é por enquanto a vida.
Isso nos baste.

(


De Luis Moreira a 21 de Junho de 2010 às 19:55
Sim, é melhor dizer que é um assunto que está sempre presente na obra dele.


De paladar da loucura a 21 de Junho de 2010 às 20:35
Cada um de nós é por enquanto a vida.
Isso nos baste.

que se cale quem agora fale que o excesso é lixo


De Luis Moreira a 22 de Junho de 2010 às 00:35
Foram-se as palavras...


Comentar post

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
OláEu sou Ibrahim Mohammed do Emirado árabe unido,...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Potrebuješ pôžičku? Máte nízke kreditné skóre a ne...
Atenção; Você é um homem de negócios ou uma mulher...
Viveu bastantes anos em Portugal, mais precisament...
Empréstimo e InvestimentoOlá a buscar um empréstim...
No dia 08/01/1974, faleceu o furriel Zeca Rachide,...
Cheguei aqui pelo link no blogue O Cantinho da Jan...
Apply now for all kinds of loans and get it urgent...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links