Quinta-feira, 30 de Setembro de 2010
O quissange - Maria-Cecília Correia
(Colocado por Clara Castilho)



Que sei eu de quissanges, ou das suas leis? Nada…

“Morais” tinha um. Não que o usasse dentro de casa. Talvez para o caminho, talvez para o convívio com os amigos na hora da sesta, em qualquer sombra ali perto.

Uma conversa amiga e o quissange mudou de dono.

E agora, pensei, como vai “ele” aceitar as minhas mãos – outras mãos?

Uma outra conversa amiga: “Tu tens de ter paciência. Sou de outros mundos, mas gostaria de ter-te comigo. Até já te chamei cravo e tu não protestaste; estamos a caminho de nos entendermos”.

Fiz uma das minhas misturas: versos de Verlaine metidos numa canção corsa (ninguém sabe do atentado e, como diz uma lei consagrada “na Natureza tudo se transforma”). E o quissange anuiu como um cão de caça entregue para guia de cegos. Abençoado!

E assim convivíamos em horas longas, longas de minha doença.

- Pareces um cravo, dizia-lhe.

- Então sou um cravo, respondia amável.

E deixava-se ser cravo no quarto quente e abafado, nas tardes compridas e vazias. Deixava que eu me enganasse vezes e vezes até acertar:

Un vaste et tendre apaisement
Semble descendre du firmament…

E ele calava a saudade das fogueiras e das noites de festa; calava a sua saudade para que a minha fosse menor. Respondia nas minhas mãos menos escuras igual que nas do Morais: com fidelidade.

Podia tê-lo dado a outro Morais quando regressei, mas veio comigo. Foi ele que assim o quis. Um bom cão de cegos faria o mesmo: não abandonaria nunca quem dele precisasse.

(In Pretérito Presente, e.d., Lisboa, 1976)


publicado por Carlos Loures às 11:00
link do post | comentar

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
HOLA...¿NECESITA PRESTAR DINERO PARA PAGAR CUENTAS...
Bom-dia Senhoras e Senhores.Sou uma mulher de negó...
Sou uma mulher de negócio Portuguesa e ofereço emp...
Dude, if you were trying to sound portuguese let m...
Olá Andreia! Sei que esta publicação já é antiga. ...
Patricia Deus vai abençoar você e sua empresaMeu n...
Meu nome é Fábio João Pedro e eu sou de Portugal. ...
Meu nome é jose matheus Giliard Alef sou do brasil...
Bom dia a todosMeu nome é Damián Diego Alejandro, ...
Olá a todosEu sou Tainara izabella paola e sou da ...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links