Domingo, 9 de Janeiro de 2011
Bertolt Brecht - o analfabeto político

Luis Moreira

 

 

"Não há pior analfabeto que o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. O analfabeto político é tão burro que se orgulha de o ser e, de peito feito, diz que detesta a política. Não sabe, o imbecil, que da sua ignorância política é que nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista, desonesto, o corrupto e lacaio dos exploradores do povo." Bertolt Brecht (1898-1956)

 

É disto que cá temos, uma coisa que jamais compreenderei é como a maioria dos nossos políticos chegaram onde chegaram, sem curriculum académico e ou profissional, a única explicação é que naquele momento era o que melhor correspondia às necessidades de quem realmente manda. Não é só cá, olha-se em volta e percebe-se que a actual geração de políticos é do pior, nenhum político sai da mediania, completamente tolhidos por uma sistema que não compreendem e não controlam, tudo acaba nas mãos de quem mobiliza grande volume de votos, grandes interesses económicos ou poderes corporativos há muito cimentados na administração pública.

 

Estou em crer que a actual situação, cavado o enorme fosso entre uma minoria opulenta e uma maioria com dificuldades acrescidas não serve a ninguém, nem sequer aos detentores da riqueza, conscientes como estão que se sentam num barril de pólvora que pode explodir a qualquer momento. A maior lição que podemos tirar destes últimos 30 anos é que não podemos entregar as nossas vidas, nem ao mercado da mão invisível que tudo toca e torna perfeito nem ao Estado que tudo pode, porque embora podendo, torna-se cego,surdo e mudo, conforme as forças em presença. A sociedade civil tem que ter uma posição cada vez mais forte, interveniente e participativa, desde um sistema de sufrágio que aproxime eleitos dos eleitores, até à descentralização efectiva do poder, entregando ao poder autárquico e local vastas áreas de responsabilidade, com os necessários e imprescindíveis meios técnicos, financeiros e humanos.

 

O estatismo, o centralismo e a impunidade a que se chegou nos estados modernos faz destes uma parte do problema! Bem sabemos que não podemos estar nas mãos da ganância dos mercados mas que dizer do flagrante falhanço dos Estados, das instituições de supervisão? Como é que três (3) empresas de notação financeira, todas elas de raiz Norte-Americana, que contribuíram com a sua cumplicidade para este desastre global, continuam a manipular os ratings dos países como se nada tivesse acontecido? Como se não tivessem responsabilidades e não estivessem envolvidas na fraude? Não deveriam ser chamadas a dar explicações e a sua credibilidade reduzida a zero?

 

E a UE, ela própria, não tem a sua instituição de rating que classifique bancos e países, no estrito cumprimento de um serviço público e não na manipulação dos mercados e no processo de ataque às dívidas soberanas. Não tem porquê?



publicado por Luis Moreira às 13:00
link do post | comentar

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
HOLA...¿NECESITA PRESTAR DINERO PARA PAGAR CUENTAS...
Bom-dia Senhoras e Senhores.Sou uma mulher de negó...
Sou uma mulher de negócio Portuguesa e ofereço emp...
Dude, if you were trying to sound portuguese let m...
Olá Andreia! Sei que esta publicação já é antiga. ...
Patricia Deus vai abençoar você e sua empresaMeu n...
Meu nome é Fábio João Pedro e eu sou de Portugal. ...
Meu nome é jose matheus Giliard Alef sou do brasil...
Bom dia a todosMeu nome é Damián Diego Alejandro, ...
Olá a todosEu sou Tainara izabella paola e sou da ...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links