Quinta-feira, 9 de Setembro de 2010
A nossa encantadora Natureza - 5 - por Andreia Dias
Borboleta-monarca (Danaus plexippus)


Esta borboleta é muito conhecida pelas longas migrações anuais que efectua desde a América do Norte até ao México. Como não consegue sobreviver aos rigorosos Invernos do Norte, inicia longas viagens de 4000km todos os Outonos. Em cada Primavera, as borboletas rumam para Norte onde acasalam, põem os ovos e morrem quase de seguida.

Actualmente encontra-se nos cinco continentes. As borboletas fixam-se onde exista a sua planta hospedeira, a Asclepia cuvassarica. Em Portugal, começou por ser observada na Ilha da Madeira onde encontrou a planta e as condições ecológicas de que necessita. Começaram a ser observadas mortas junto à costa, no Algarve e actualmente existem aí colónias estáveis (desde o final dos anos 1990). É exemplo uma colónia reprodutora com centenas de indivíduos na ribeira de Seixe, na Serra de Monchique. Aqui as borboletas descobriram uma planta, a Gomphocarpus fruticosus (Falso-algodoeiro), uma espécie de origem afro-asiática, que adoptaram para proliferar por ter compostos químicos semelhantes à de que dependem originalmente.



Não se sabe exactamente como ocorreu a emigração, mas as borboletas poderão ter sido transportadas por navios, tanto adultos como larvas em plantas hospedeiras. É muito provável o envolvimento humano no processo, mas não se sabe ao certo, visto estarem aptas a realizar longas viagens.



Curiosidades: Como efectua migrações com milhões de exemplares todos os anos, pela altura do dia de finados, os mexicanos vêem-nas como almas dos seus antepassados.


publicado por Carlos Loures às 19:30
link do post | comentar

8 comentários:
De Luis Moreira a 9 de Setembro de 2010 às 20:58
Andreia,se não são estas são parecidas. Em Iguaçu,(entre o Brasil e a Argentina) nas quedas de àgua, há milhões de borboletas de todas as cores, de todas as espécies, que pousam nas mãos das pessoas. Fixei para sempre, como última imagem daquela visita maravilhosa, o vôo de milhares de borboletas que tingiam de amarelo toda a parte direita do comboio (electico) que me transportava , voando em formação, numa sintonia absoluta.


De adão cruz a 10 de Setembro de 2010 às 08:57
Que beleza de borboleta e de texto, Andreia.


De Andreia Dias a 10 de Setembro de 2010 às 10:23
Estou cheia de inveja do seu encontro com milhões de borboletas... que sorte!
Muito obrigada pelos comentários!


De augusta.clara a 10 de Setembro de 2010 às 19:33
Andreia, gosto muito de borboletas. Tenho uma colecção de borboletas do Perú (embalsamadas, não é? :() que, há muitos anos, me enviaram de lá, à guarda da tripulação dum avião para que não lhes acontecesse nenhum desastre. Sempre que mudei de casa, nunca confiei as minhas borboletas a ninguém. Se conseguir tirar uma boa fotografia, mando-ta.


De Luis Moreira a 10 de Setembro de 2010 às 20:16
Andreia, uma amante da natureza com tu tem que ir aquela parte do mundo. Jovens biólogos ,fantásticos, que vivem a milhares de Kms das cidades, que se dedicam de corpo e alma, às baleias, aos Pinguins "magalhães" aos elefantes marinhos...a Terra já foi assim, como se conserva ainda naqueles lugares,bela, apaixonante, temos um sentimento de respeito por tanta beleza e tanta poesia.Vim de lá com lágrimas nos olhos e conheço meio mundo!


De Luis Moreira a 10 de Setembro de 2010 às 20:17
Andreia, e agradeço que me rates por tu, Luis, afinal sou quase da tua idade...


De Andreia Dias a 13 de Setembro de 2010 às 22:41
Augusta, fico então à espera da foto das maravilhosas borboletas do Perú :-)obrigada!
Luís, não tenho dúvida que tenho que conhecer essa parte do mundo... e se tudo correr bem, poderá ser já num futuro próximo :-) Mas já me dedico "demasiado" aos bichos... nos últimos 4 anos passei mais de meio ano no "mato" com as nossas águias de Bonelli...sózinha! Sei que não há leões, nem crocodilos à solta, mas a paixão e a emoção para mim, é a mesma :-)já as trato a todas pelos nomes...


De Luis Moreira a 13 de Setembro de 2010 às 23:27
Os teus colegas, da Patagónia,conhecem as baleias porque elas voltam todas os anos a um santuário onde têm os bébés com 2 tonelagas de peso.A que ficou minha amiga, estive a uns metros dela, mostrava a alegria, colocando-se na vertical com meio corpo de fora.Era conhecida por isso.


Comentar post

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
OláEu sou Ibrahim Mohammed do Emirado árabe unido,...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Potrebuješ pôžičku? Máte nízke kreditné skóre a ne...
Atenção; Você é um homem de negócios ou uma mulher...
Viveu bastantes anos em Portugal, mais precisament...
Empréstimo e InvestimentoOlá a buscar um empréstim...
No dia 08/01/1974, faleceu o furriel Zeca Rachide,...
Cheguei aqui pelo link no blogue O Cantinho da Jan...
Apply now for all kinds of loans and get it urgent...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links