Quarta-feira, 23 de Junho de 2010
Aloísio
Ethel Feldman


- Aloísioooooooooo! Aloísio, só por um segundo ... espera. Ontem, lembras-te de ontem? Sim ontem, quando tentaste sair da mesa de jantar e caíste? Broc no chão? Ninguém nem deu por nada, mas lá estavas tu feito um tomate sem vida. Não te lembras? Quando olhei para trás para te chamar e não te vi pensei que tivesse sido um milagre, alguém lá do céu, um desses santos misericordiosos que tivessem vindo te buscar... Pois claro, tanto sofrimento merece uma recompensa, senão como suportar as rugas que teu corpo albergou em menos de um mês, tua face encovada, teu olhar vazio? Pensei: levaram meu Aloísio para descansar, lá no céu onde nenhum anjo tem sexo e não é pecado amar. Tu sabes que sempre tive fé, tu sempre soubeste que rezei por ti. Todas as noites, antes de me deitar, mesmo quando dormíamos juntos eu rezava e pedia a Deus que fosses feliz. Tu dormias feito um santo – já era prenúncio do teu sofrimento. Lá estavas tu tremulo, a tentar sair do chão em busca de um tempo que nunca foi teu, mostrando-me um tempo que nunca foi meu.

Aloísio antes de saires traz-me toda água que encontrares. Tamanha é a minha sede. Afoga a minha dor. Deus segredou que nem tu nem eu seremos santos. Tanto sofrimento em vão!


Rica a língua que confunde pelo som o comum dos mortais. Tua mãe equivocada quis teu nome sinónimo de lugar de descanso dos justos. Antes do sono sorria-te carinhosa:

- Aloísio meu filho serás o abrigo dos heróis, dos santos, dos poetas e deuses...

Pobre mulher iletrada nunca soube que elísio nada tem a ver com aluísio. No dicionário sequer existes. Na vida sempre foste o equívoco. Nenhum anjo te aliviou o peso do erro.

Em criança gritavas sem fé:

- Viajo pela diagonal, atravesso a montanha de outubro a dezembro. Vuuhhh... E teu peito sentia a mentira

Já adolescente desconfiado do destino apregoado pela tua mãe ameaçaste revolta.

Perdida na estrada, adolescente encontrei-te sem rumo em busca do nada. Fomos no encontro do acaso a dor repartida – cem mil vezes repetida. E se um dia no passado esmaguei minha cabeça contra a parede, tu ontem abraçaste o chão.

Dizem que o mundo é perfeito. Se assim não sentimos é somente porque não vemos as coisas como elas são.

Se penso em Deus quando mal te sustentas, se invento que és anjo e não te vejo asas, é porque procuro o paraíso fora de mim.

Quando saires deixa a porta aberta. O vento é de sudeste – são os ventos elísios. Seja esta a casa que deixas, lugar onde repouso, abrigo do viajante desconhecido.

Seja esta casa o abrigo de um beijo na face que descansa tímidamente nos lábios.


publicado por Carlos Loures às 23:55
link do post | comentar

2 comentários:
De Luis Moreira a 24 de Junho de 2010 às 02:11
Contos deliciosos.Onde foi a "caçadora de estrelas" descobrir o Aloísio? No nosso caso não será mais heloísio?


De paladar da loucura a 24 de Junho de 2010 às 09:11
Sabes que não faço a menor ideia? Entro em transe (vuhhhh, não sou responsável por nada do que escrevo (sorriso).
Acho que tens mesmo razão Heloísio!


Comentar post

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
Empréstimo e InvestimentoOlá a buscar um empréstim...
No dia 08/01/1974, faleceu o furriel Zeca Rachide,...
Cheguei aqui pelo link no blogue O Cantinho da Jan...
Apply now for all kinds of loans and get it urgent...
Sou do Bat. Caç. 4613/72 que foi para Angola em fi...
Aí meu Deus eu tenho um pavor a esses bichos! Un d...
ei pessoal do bat cav 1927 e ex combatentes boa pa...
Eu fiz uma descoberta que eu gostaria de compartil...
I recebeu um empréstimo em um notável credores, ho...
Eu fiz uma descoberta que eu gostaria de compartil...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links