Terça-feira, 20 de Julho de 2010
Twilight Zone
Fernando Moreira de Sá

Caros companheiros do Estrolabio, dou início às hostilidades nesta casa com um texto de ficção. Pode parecer verdadeiro mas é pura fantasia. Juro pela saúde do meu periquito.


O recente fecho do 24Horas não teve direito a muitas velas pela sua memória na blogosfera e na imprensa em geral. Para muitos não passou de uma simples nota de rodapé. Pode parecer estranho...

O 24Horas, a exemplo do Tal & Qual, praticava um jornalismo nada ao gosto dos nossos jornalistas mas com clientes certinhos no público em geral. Um misto de tablóide inglês com umas pitadas aqui e ali de algum mau gosto e sem papas na língua. Sempre me fez lembrar a história da revista Maria: nunca lhe conheci um comprador mas vende que se farta. Quando a direcção do diário da Controlinveste decidiu acabar com os classificados, estranhei. Aliás, em conversa informal com um comercial disse-lhe temer o pior, em termos financeiros, no futuro. Era uma fonte de receita perfeitamente cimentada. Pela mesma altura mudaram-lhe o formato e o aspecto gráfico. Para os leitores habituais foi um choque. No caso dos restantes foi um sopro de esperança. Aconteceu o pior: a clientela antiga fugiu a sete pés para o Correio da Manhã e a nova clientela potencial, obviamente, preferiu não passar da fase de experimentação.

O diário da Cofina agradeceu, aliás, nos últimos anos farta-se de agradecer ao somatório de tiros nos pés dos responsáveis da Controlinveste que, com denodo, tudo continuam a fazer para melhorar as audiências do…Correio da Manhã. Pode parecer estranho…

O insólito de tudo isto é a decisão, sem apelo nem agravo, de fechar o 24Horas sem, ao que julgo saber, uma simples e singela auscultação ao mercado para saber se, por mero acaso, não haveria nenhum interessado na aquisição do título. Pode parecer estranho…

…Excepto se, por outro mero acaso, a Controlinveste não tiver mudado de mãos ou não tiver sido prometida a terceiros que, a bem do negócio, pediram uma rápida cura de emagrecimento – ninguém gosta de comprar um grupo empresarial e ter de iniciar processos de despedimentos, sobretudo nesta área de negócio. Esse trabalho deve ser feito pelos anteriores mesmo que com dinheiro dos posteriores proprietários. Pode parecer estranho mas são estas as regras do jogo.


publicado por Carlos Loures às 13:30
link do post | comentar

11 comentários:
De carlos loures a 20 de Julho de 2010 às 16:23
Bem-vindo ao Estrolabio, Fernando Moreira de Sá. A tua abertura de hostilidades, não podia ser melhor, falando-nos dessa região crepuscular das empresas jornalísticas, que tão bem conheces.


De Luis Moreira a 20 de Julho de 2010 às 18:05
É como as mulheres divorciadas que voltam ao mercado, fazem umas plásticas de emagrecimento...


De FMSá a 21 de Julho de 2010 às 00:21
Obrigado, meus caros.


De furiadosdias a 21 de Julho de 2010 às 00:32
Para primeiro post, não está mau não senhor.
Aliás, o último parágrafo é um paradigma digno de ser, digamos, "mais aprofundado"...


De Luis Moreira a 21 de Julho de 2010 às 02:23
Faltou dizer que só tem um defeito. É um Dragão em labaredas.


De Anónimo a 22 de Julho de 2010 às 16:08
É triste falar do que nao se sabe... ou será que também foi encomendado?


De FMSá a 22 de Julho de 2010 às 19:29
Caro anónimo: Prisa, Ongoing, etc, diz-lhe alguma coisa ou prefere esperar? E quanto à ser encomendado, se assim fosse faria como você, escrevia como anónimo...


De FMSá a 22 de Julho de 2010 às 19:30
o "a" é sem acento, sorry...


De Luis Moreira a 22 de Julho de 2010 às 19:31
O anónimo é um triste e um cobardolas!Encomendas tens tu, não é?


De carlos loures a 22 de Julho de 2010 às 21:07
Os trolls (existe em português a palavra "trolho") começam a aparecer no nosso blogue - é sinal de que crescemos. Existe um bom remédio contra este tipo de praga - eliminar os comentários que não nos cheguem devidamente identificados e também os que contenham ofensas ou palavrões gratuitos. A bem da higiene.


Comentar post

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
HOLA...¿NECESITA PRESTAR DINERO PARA PAGAR CUENTAS...
Bom-dia Senhoras e Senhores.Sou uma mulher de negó...
Sou uma mulher de negócio Portuguesa e ofereço emp...
Dude, if you were trying to sound portuguese let m...
Olá Andreia! Sei que esta publicação já é antiga. ...
Patricia Deus vai abençoar você e sua empresaMeu n...
Meu nome é Fábio João Pedro e eu sou de Portugal. ...
Meu nome é jose matheus Giliard Alef sou do brasil...
Bom dia a todosMeu nome é Damián Diego Alejandro, ...
Olá a todosEu sou Tainara izabella paola e sou da ...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links