Domingo, 11 de Julho de 2010
A Catalunha em peso condena a decisão do Tribunal Constitucional
O nosso amigo e colaborador Josep Anton Vidal enviou-nos há momentos esta mensagem:

Mis felicitaciones por el éxito de Estrolabio. Por este lado de la península andamos revolucionados por el ataque de la España más reaccionariamente nacionalista y troglodita, personificada en los jueces del Tribunal Constitucional -claramente inconstitucional-, que han decidido actuar como Grandes Inquisidores de la idea de España. No sé si la prensa portuguesa habrá dicho algo al respecto, pero te adjunto algunos artículos e imágenes de La Vanguardia de hoy, en PDF, sobre la manifestación multitudinaria de ayer en Barcelona como afirmación de dignidad nacional bajo el lema "Som una nació. Nosaltres decidim".(”Somos uma nação” e “Nós decidimos”).

Mostramos algumas imagens da grande manifestação realizada ontem em Barcelona. Um milhão e cem mil pessoas pelas ruas e praças da capital da Catalunha, segundo dados da Polícia Urbana.

Catalunha - o adeus a Espanha?






publicado por Carlos Loures às 15:30
link do post | comentar

6 comentários:
De Luis Moreira a 11 de Julho de 2010 às 15:39
Fantástico poste!


De Carlos Mesquita a 11 de Julho de 2010 às 16:26
Como habitual seguidor da TVE24 e Internacional, para saber o que se passa num mundo que a nossa imprensa passa pouco, tenho acompanhado a discussão sobre o Estatuto da Catalunha. Grandiosa resposta da Nação Catalã. Catalunha é Catalunha.


De carlos loures a 11 de Julho de 2010 às 17:00
Claro que sim. O estado espanhol necessita da Catalunha - será que a Catalunha necessita de um estado centralista que secundariza a sua cultura, a sua história, o seu idioma?
Dentro de pouco mais de duas horas, veremos jogadores catalães tentando que a equipa do estado que oprime a Catalunha seja campeã do mundo. Quem precisa de quem?


De António Gomes Marques a 11 de Julho de 2010 às 22:14
Visito a actual Espanha sempre com paixão e conheço-a de Norte a Sul. Tenho amigos castelhanos que vivem em Madrid, tenho familiares a viver em Vélez de Málaga, uns aqui nascidos, portanto andaluzes, os pais oriundos de Roca de la Sierra,na província de Badajoz,pertencente à Comunidade da Extremadura.
Barcelona é uma das minhas cidades, para além de Lisboa, Rio de Janeiro, Praga, Londres, Paris,Istambul, S. Petersburgo, Moscovo, etc. A Catalunha é uma das Comunidades que em Espanha mais me encanta, como me encanta o País Basco.
Não sei tomar partido nesta questão da independência e, como escrevi no caso de Cuba, compete aos catalães decidir o que para eles é mais importante, aceitando eu a decisão final, mesmo que essa seja a independência e que esta não seja conseguida com actos terroristas.
Sinto-me sobretudo europeu e espero que, venham ou não as Comunidades espanholas a conseguir a independência, os seus povos se sintam como eu: europeus!


De António Sales a 11 de Julho de 2010 às 22:55
Conheço a Catalunha e, em particular Barcelona. Estive lá no tempo do franquismo quando o catalão era proibido. Conheci escritores catalães. Voltei várias vezes a Barcelona. Aqui, as televisões estão caladas e os jornais deram hoje notícias curtas. Talvez fosse bom escreveres um esclarecimente sobre o que o Tribunal Constitucional decidiu quando à língua catalã na constiituição da Catalunha.


De carlos loures a 12 de Julho de 2010 às 00:04
A pessoa indicada para fazer esse esclarecimento, seria o Josep Anton Vidal que, como catalão catalanista, está a viver o problema. Já lhe pedi uma análise a essa questão tão importante, para a Catalunha e para as demais nações integradas no estado espanhol. Reconhecendo a existência de Espanha, eu diria que esta questão é importante para a própria Espanha. Se ele não tiver tempo, tentarei nos próximos dias organizar uma exposição sucinta sobre o tema.


Comentar post

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
Eu fiz uma descoberta que eu gostaria de compartil...
I recebeu um empréstimo em um notável credores, ho...
Eu fiz uma descoberta que eu gostaria de compartil...
Eu fiz uma descoberta que eu gostaria de compartil...
Recebi um empréstimo de um credores excepcionais, ...
Para a sua atençãoMais preocupação por seus proble...
Carlos Loures a Anália já aqui disse tudo. Ter em ...
Caro Carlos Loures, Obrigada pela sua resposta. Es...
Agradeço o seu depoimento. Só agora respondo porqu...
Tanto quanto soube recentemente, foi o próprio Car...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links