Domingo, 10 de Outubro de 2010
pequenas notas que podem ser úteis, no contexto da morte súbita em atletas
Adão Cruz*

Se um atleta ou candidato à prática desportiva tem história suspeita ou demonstrada de cardiopatia, deve ser observado por cardiologia.

Se não tem história de cardiopatia deve ser submetido a um primeiro exame de entrada.

Tipo de exame

-Exame médico individual, conduzido pelo médico assistente.

Vantagens:

Melhor conhecimento, por parte do médico pessoal, da história do atleta.

Boa relação médico-atleta, melhor comunicabilidade acerca de assuntos sensíveis como existência de patologias, problemas de desenvolvimento, uso de drogas etc.

Presença dos pais ou encarregados de educação na colheita da história familiar.

Melhor continuidade no seguimento.

Desvantagens:

Falta de interesse e de conhecimento, por parte de alguns prestadores de saúde.

Custo aumentado para o atleta.

Falta de interacção entre o médico e a escola.

-Exame médico em grupo, realizado na instituição e conduzido de maneira sistemática por pessoal de saúde (médicos, enfermeiros, fisioterapeutas etc.), actuando em unidade.

Vantagens:

Mais baixo custo para o atleta.

Potencialmente mais alta taxa de detecção de problemas.

Maior consistência e eficiência do exame.

Desvantagens:

Perda de continuidade das observações e cuidados.

Falta de relação com o médico pessoal do atleta.

Menor conhecimento da história do atleta e da eventual doença.

Maior dificuldade na orientação dos cuidados e na profilaxia.

Exame cardiovascular

-Deve ser feito numa zona sossegada.

-Para além da inspecção, não só do tórax mas global, deve registar-se o peso, a estatura, a tensão arterial e o pulso.

-A auscultação cardíaca deve ser muito cuidada, no sentido de distinguir, dentro das capacidades do observador, sopros funcionais de sopros orgânicos.

No primeiro caso, na ausência de sintomatologia e de história pessoal ou familiar de doença, considera-se uma situação normal. Com história pessoal ou familiar de cardiopatia, deve ser observado por cardiologia.

No segundo caso, mesmo sem sintomatologia e sem história pessoal ou familiar de cardiopatia deve ser enviado a cardiologia. (Observação, Radiografia do tórax., Electrocardiograma, Eco-Doppler cardíaco, Ecg. de Holter, Prova de esforço etc., conforme o entendimento do especialista.).

Exemplo de questionário de rotina:

(com idade inferior a 35 anos)

1-Já passaram pelo menos dois anos desde a última observação médica, nomeadamente auscultação cardíaca e avaliação da tensão arterial?

Sim ( ) Não ( )

2-Alguma vez foi informado de que tinha "sopro no coração"?

Sim ( ) Não ( )

3-Desmaiou ou teve alguma dor torácica nos últimos dois anos?

Sim ( ) Não ( )

4-Algum dos seus familiares directos com idade inferior a 35 anos teve morte súbita?

Sim ( ) Não ( )

5-Algum médico detectou em familiares, doença de Marfan, ou "coração dilatado"?

Sim ( ) Não ( )

6-Já alguma vez usou anabolizantes ou cocaína?

Sim ( ) Não ( )

7-Alguma vez foi considerado inapto para a prática desportiva?

Sim ( ) Não ( )

(Com idade superior a 35 anos)

8-Fuma, tem antecedentes de hipertensão arterial, alterações das gorduras do sangue ou diabetes?

Sim ( ) Não ( )

9-Algum familiar (pais, avós, irmãos) padece de doença das coronárias (angina de peito, enfarte do miocárdio…) ou foi operado ao coração antes dos 65 anos?

Sim ( ) Não ( )

NOTA: Se alguma destas questões for afirmativa, o médico deve requerer a opinião de um cardiologista.

* Médico cardiologista


________________________
(Ilustração de Adão Cruz)


publicado por Carlos Loures às 09:00
link do post | comentar

3 comentários:
De carla romualdo a 10 de Outubro de 2010 às 14:22
Aqui está uma boa metáfora da convivência prodigiosa que consegues: o rigor científico aliado à perplexidade do artista. Porque aquele homem que jaz lá em cima, anónimo, sem cabeça, sem rosto, sem identidade, conta-nos, saibamos nós escutá-lo e entendê-lo, aquilo que a ciência não pode dizer sobre estes atletas, em quem ninguém viu ou não quis ver o risco de uma morte prematura. E assim o escrúpulo asséptico do questionário é perturbado, humanizado, pela presença de um corpo, fragmentado, incompleto, e solitário.


De adão cruz a 10 de Outubro de 2010 às 15:54
Que bonito Carla! Só tu poderias dar este sentido ao sentido que eu, consciente ou inconscientemente tentei delinear. Mais parabéns a ti do que a mim. Um beijinho, Carla.


De augusta.clara a 10 de Outubro de 2010 às 16:57
Vou passar à minha malta atleta.


Comentar post

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
Empréstimo e InvestimentoOlá a buscar um empréstim...
No dia 08/01/1974, faleceu o furriel Zeca Rachide,...
Cheguei aqui pelo link no blogue O Cantinho da Jan...
Apply now for all kinds of loans and get it urgent...
Sou do Bat. Caç. 4613/72 que foi para Angola em fi...
Aí meu Deus eu tenho um pavor a esses bichos! Un d...
ei pessoal do bat cav 1927 e ex combatentes boa pa...
Eu fiz uma descoberta que eu gostaria de compartil...
I recebeu um empréstimo em um notável credores, ho...
Eu fiz uma descoberta que eu gostaria de compartil...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links