Sábado, 5 de Junho de 2010
A integração na UE!

Rolf Damher

A capacidade para o auto-engano é condição base para se tornar político.

Fernando Pessoa, Livro do Desassossego

Hoje começo com uma breve tradução parcial de uma entrevista que o Ex-Ministro dos Negócios Estrangeiros, Joschka Fischer, deu ao magazine DER SPIEGEL (21/2010)

SPIEGEL: A UE já existia antes de existir o euro. Porque ela estaria no fim se a moeda comum não se impor?

Fischer: Não se trata só de uma moeda, trata-se do projecto europeu em si. Trata-se da questão se a Europa é suficientemente forte e se tem a vontade comum de defender este projecto contra ataques de fora, neste caso contra especuladores. Aqui é de importância central a unidade e determinação. Infelizmente desde a eclosão da crise em volta a Grécia, o nosso país tem reagido de forma totalmente diversa.

SPIEGEL: Mas com pode ser que um pequeno país como a Grécia lançe a UE para uma crise existencial?

Fischer: Desde o princípio não se tratava apenas da Grécia. Os mercados confrontaram a Europa duramente com a realidade. Todas as nossas bonitas ilusões – também as minhas próprias -, todo o nosso auto-engano, tudo isso foi varrido. Integração verdadeira ou dissolução, hoje é esta a alternativa.

SPIEGEL: A que ilusões se refere?

Fischer: Sempre se dizia que não se podia falar mais dos Estados Unidos da Europa. Dizia-se que o euro era capaz de funcionar só com base nos critérios de Maastricht, sem qualquer integração política. Os mercados nos mostraram que isto assim não funciona. Por isso, agora é preciso dar-se um passo corajoso para frente.

Este “passo para frente”, para a UE poderá consistir no já referido novo grande objectivo: “New Deal”. De índole extrovertido e sóciocêntrico, o mesmo em vez de custar milhares de milhões para pagar uma coesão artificial de efeito passageiro da UE –acabou-se o dinheiro, felizmente! –, gera coesão social genuina e, automaticamente, meios materiais para todos. “Voemos”, pois, em formação de “V”, unidos e não permitindo que alguns “gansos” – Grècia, Portugal, Espanha, etc. – saiam ou sejam expulsos da formação. Confrontados com a diferente resistência aerodinâmica eles acabariam por sucumbir. Não permitamos isto, pois também seria em desfavor do resto da formação.

Atenção: quando falo de formação em “V”, é preciso saber que sendo sujeitos às leis da natureza, nós tal como qualquer outro sóciosistema “voamos” sempre em formação em “V”. Porque é que desta vez esta estratégia natural deixou de funcionar? Fácil: porque a formação, sem que a maioria de nós se apercebesse, virou às avessas e todos os seus elementos perderam as vantagens aerodinâmicas por completo. Daí os nossos crescentes problemas. É, portanto, presiso voar assim ^, e não mais assim V, com a ponta para baixo. Os pássaros sabem-no e nunca se lembrariam inverter essa ordem. Nós, com a nossa enorme esperteza cientificada, (pelos vistos) não. Tudo isso não passa de romanticismo social? Errado! É a lei da natureza implacável, pura e dura. Quem a aceita, terá ascensão social, quem não, nem por isso.



Rolf Damher (convidado)


publicado por Luis Moreira às 11:00
link do post | comentar

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
O grupo Maria Isco fornece ajuda para resolver a c...
Olá, eu nome Madame Aniello LIZI um indivíduo que ...
Agora fiquei curioso com esta autoria. Em que livr...
Testemunho de um empréstimoConsegui obter um empré...
Caro Sr / Sra,Antes de qualquer outra palavra, pri...
OláEu sou Ibrahim Mohammed do Emirado árabe unido,...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Potrebuješ pôžičku? Máte nízke kreditné skóre a ne...
Atenção; Você é um homem de negócios ou uma mulher...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links