Quarta-feira, 8 de Setembro de 2010
Maratona Poética - Alberto Caeiro e Bernardo Marques


Alberto Caeiro



E há poetas que são artistas

E trabalham nos seus versos

Como um carpinteiro nas tábuas!...

Que triste não saber florir!

Ter que pôr verso sobre verso, como quem constrói um muro

E ver se está bem, e tirar se não está!...

Quando a única casa artística é a Terra toda

Que varia e está sempre bem e é sempre a mesma.

Penso nisto, não como quem pensa, mas como quem respira.

E olho para as flores e sorrio...

Não sei se elas me compreendem

Nem se eu as compreendo a elas,

Mas sei que a verdade está nelas e em mim

E na nossa comum divindade

De nos deixarmos ir e viver pela Terra

E levar ao colo pelas Estações contentes

E deixar que o vento cante para adormecermos

E não termos sonhos no nosso sono.






E terminamos como começámos - Autopsicografia, agora dito pelo grande João Villaret. E despedimo-nos até à próxima iniciativa. Queremos que a última palavra seja a de um grande poeta e que seja a palavra coração.



publicado por Carlos Loures às 23:59
link do post | comentar

4 comentários:
De Joao Machado a 9 de Setembro de 2010 às 01:27
Parabéns, Carlos. Um grande abraço. João


De paladar da loucura a 9 de Setembro de 2010 às 02:57
Obrigada, Carlos! Obrigada, Adão - os teus quadros são belíssimos. Ficaremos com saudades destas 24 horas magníficas.


De plácidoagitador a 9 de Setembro de 2010 às 22:34
Aproveito a embalagem deste notável esforço, para render homenagem a um "ausente" (creio - ainda não consegui correr a maratona toda - falta de treino...): Raul Solnado.
A melhor leitura que já ouvi (e vi...) do poema "Liberdade", de Pessoa, é a de Solnado.
Infelizmente, só tomei conhecimento dessa leitura - verdadeiramente genial - no dia da sua morte, no decurso das costumeiras evocações televisivas. Fazia parte de um pequeno programa que, durante algum tempo, foi transmitido, diariamente, a seguir ao Telejornal e que eu não tinha por hábito seguir, porque não passava, globalmente, de uma má ideia, ainda que bem-intencionada e servida por uma realização que cumpria os mínimos: na maior parte dos casos, punha gente conhecida e desconhecida a assassinar poemas... E se " a poesia deve ser feita por todos", não deve ser dita por todos (nem, na maioria dos casos, pelos próprios criadores!)... Isto é, e não querendo ser mal interpretado: não pretendo lesar a liberdade de expressão de ninguém; quem quiser, pode dizer, mesmo publicamente, o que quiser e como quiser! O que pretendo expressar é que são poucos os que a dizem bem (como a pesquisa que fiz confirmou, tal como confirmou ser Maria Bethânia um dos mais notáveis "transmissores" de poesia em língua portuguesa, facto que prolongou a tal pesquisa, arrastado que fui pelo prazer de ir saltando de registo em registo "mariano", sedução irresistível!)
Desse conhecimento, em absoluto extemporâneo, da leitura genial do Raul Solnado, conclui que, se havia alguém na equipa de produção do dito-cujo programa que percebesse efectivamente de poesia e não tenha entendido que deveria partir dali para gravar uma série de programas de poesia com o Solnado, essa(s) criatura(s) é (são), objectivamente, (um) criminoso(s). Se a proposta existiu e não foi aceite pela RTP, então o crime incluir-se-á no cadastro do(s) respectivo(s) decisor(es)...
Numa primeira tentativa de busca, não consegui encontrar a gravação do Solnado no "Youtube". Será que procurei mal? Será que a "R e T de P" a tem disponível na "Net".
Em todo o caso, se puderem "caçá-la", não a percam! Atentem nas pequenas mudanças na enunciação e no tom, nas pausas!... É uma delícia e uma lição - de como se põe na voz a indispensável ANÁLISE do texto poético.

Parabéns pela Maratona!

Paulo Rato


De carlos loures a 10 de Setembro de 2010 às 00:09
Amigo Paulo Rato, ficámos completamente convencidos. Vamos procurar "caçar" essa gravação.Obrigado. Apareça quando quiser, Um abraço.


Comentar post

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
OláEu sou Ibrahim Mohammed do Emirado árabe unido,...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Potrebuješ pôžičku? Máte nízke kreditné skóre a ne...
Atenção; Você é um homem de negócios ou uma mulher...
Viveu bastantes anos em Portugal, mais precisament...
Empréstimo e InvestimentoOlá a buscar um empréstim...
No dia 08/01/1974, faleceu o furriel Zeca Rachide,...
Cheguei aqui pelo link no blogue O Cantinho da Jan...
Apply now for all kinds of loans and get it urgent...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links