Sábado, 18 de Setembro de 2010
Mulheres que fizeram a diferença - (Centenário da República)
Clara Castilho


I – O poder de uma mulher  – Carolina Beatriz Ângelo

Imaginam uma mulher cuja atitude fez com que uma lei fosse mudada? Pois é, foi o caso de Carolina Beatriz Ângelo (1871 -1911) !

Nascida na Guarda, fez o curso de Medicina em 1902, nas Escolas Politécnica e Médico-Cirúrgica em Lisboa. Lutadora sufragista foi fundadora da Associação de Propaganda Feminista.

O seu voto, depositado nas urnas para as eleições da Assembleia Constituinte, em 28 de Maio de 1911, resultou do facto de ter invocando a sua qualidade de chefe de família, uma vez que era viúva e mãe. O seu direito a voto foi reconhecido pelo tribunal com base no sentido do plural da expressão ‘cidadãos portugueses com mais de 21 anos, que soubesse ler e escrever e fossem chefes de família’ cujo masculino se refere, ao mesmo tempo, a homens e a mulheres. E assim, foi a primeira mulher a votar em Portugal!

Oh, mas tal foi uma afronta, e logo a lei foi alterada, acrescentando-se “chefes de família do sexo masculino”…

Para além desta “inovação”, Carolina foi a primeira médica portuguesa a operar no Hospital de São José, dedicando-se mais tarde à especialidade de ginecologia.

Também tiro o chapéu ao juiz João Baptista de Castro que proferiu na sua a sentença: «Excluir a mulher (…) só por ser mulher (…) é simplesmente absurdo e iníquo e em oposição com as próprias ideias da democracia e justiça proclamadas pelo partido republicano. (…) Onde a lei não distingue, não pode o julgador distinguir (…) e mando que a reclamante seja incluída no recenseamento eleitoral».



Só em 1931 às mulheres portuguesas foi ser concedido o direito de voto com as seguintes restrições: apenas podiam votar as que tivessem cursos secundários ou superiores, enquanto para os homens continuava a bastar saber ler e escrever. Estes, a partir de 1946, mesmo sendo analfabetos puderam passar a votar, desde que pagassem ao Estado pelo menos 100 escudos de impostos. Por essa altura, as mulheres chefes de família e as casadas que, sabendo ler e escrever, tivessem bens próprios e pagassem pelo menos 200 escudos de contribuição predial também puderam passar a votar.

Em 1968 voltámos a ter mudanças na lei, com o reconhecimento do direito de voto político às mulheres. Mas, na prática, … Já só depois de 25 de Abril de 1974,foram abolidas todas as restrições à capacidade eleitoral dos cidadãos tendo por base o género.

Obrigada Carolina Beatriz Ângelo.


publicado por Carlos Loures às 11:00
link do post | comentar

1 comentário:
De Luis Moreira a 18 de Setembro de 2010 às 11:38
Espíritos superiores que marcam uma época e que abrem caminho ao sonho.


Comentar post

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
Here is a good news for those interested. There i...
oferta para todosOlá, volto para todos os indivídu...
esse dalmaso nao e brasileiro ele deu depoimento e...
Meu nome é Patricia Martins, de Portugal, um pai s...
Dia bom, Meu nome é Laura Pablo, eu quero testemun...
Afinal em que ficamos? Esta coisa do Daflon do Ven...
UPDATE ON LOAN REQUIREMENT If you are in need of ...
Olá, sou ivani suarez, atualmente morando em santi...
Olá Sr. / Sra.Você precisa de empréstimos para o p...
HOLA...¿NECESITA PRESTAR DINERO PARA PAGAR CUENTAS...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links