Segunda-feira, 4 de Abril de 2011
Entrevista com Carlos Luna, activista da causa de Olivença

 

Alguns dados biográficos:

 

 

 

Carlos Eduardo da Cruz Luna, nasceu em 1956 em Lisboa, de forma perfeitamente acidental, como faz questão de salientar Oriundo de uma família de Estremoz, é nessa cidade alentejana onde vive e ensina. Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, é Professor de História, há 32 anos. No período que se seguiu à Revolução de Abril militou no MES.

 

Ao longo da sua vida, tem-se batido por causas que considera justas, desde a liberdade para a Birmânia até aos Direitos do Povo Curdo ou a independência do Sara Ocidental, desde a ecologia até ao desenvolvimento sustentado de Portugal... e entre essas causas privilegia a da restituição de Olivença a Portugal. É de sua autoria o livro "Nos Caminhos de Olivença".

 

Assumindo-se como um regionalista alentejano, visita quase semanalmente Olivença, onde tem muitos amigos e alguns não-amigos., acrescenta. Continua a estudar o território usurpado, apoiando iniciativas que visem a recuperação das antigas História e Língua.

 

 

Estrolabio – Como é possível o caso de Olivença ser tão ignorado em Portugal? Como é possível que os sucessivos governos do País, desde o princípio do século XIX, nunca tenham reivindicado de forma categórica um território que à luz do Direito Internacional, lhe pertence?

 

Carlos Luna: - Muitos portugueses nem conhecem a sua História, mas o mais grave é que Portugal se acha tão mau, tão mau, que nem reivindica o que é seu de direito. Em 20 de Maio de 1801,  Olivença foi  ocupada por Espanha. Curiosamente, foi  em 20 de Maio de 2002, que Timor dia da independência de Timor….

 

 O empenhamento que se pôs na causa de Timor, devia ter sido posto na causa de Olivença?

 

Acho que sim.

 

Como começou esta sua luta?

  

Por volta de 1986 lembrei-me de ir à terra de que muito se falava, gostei do que vi mas detestei a profunda desinformação que reina em Olivença entre a população que não tem culpa nenhuma. As autoridades espanholas mascararam e esconderam a verdadeira realidade histórica ao povo de Olivença, fazendo-os acreditar em mitos absurdos, ofensivos e chauvinistas em relação a Portugal e à sua História.

 

Mesmo depois de 1975, da democratização?

 

É verdade. Acho inacreditável que uma Espanha democrática continue a ensinar a um povo um passado que não é o seu. Embora parte da culpa de não haver uma definição no caso de Olivença também resida no povo português.

 

No povo e sobretudo nos sucessivos governos…

 

 Sou essencialmente um lutador pela positiva e há alguns argumentos que eu detesto, os portugueses têm um desprezo tal por si próprios que é quase impossível de explicar. A luta pelo caso de Olivença tem muitas semelhanças com a contenda sobre Gibraltar. Neste caso, os espanhóis insistem ser uma questão de justiça e tratam-no de maneira muito diferente do que acontece com a localidade próxima de Portugal. Aproveitam todas as oportunidades para resolver, ou pelo menos debater, a questão de Gibraltar. Em contrapartida, o Estado Português não fala em Olivença, é quase uma posição clandestina.

 



publicado por Carlos Loures às 14:00
editado por João Machado em 03/04/2011 às 12:14
link do post | comentar

44 comentários:
De oceanicfinance a 16 de Janeiro de 2018 às 02:20
Você precisa de um empréstimo para pagar suas contas? Você precisa de um empréstimo para iniciar negócios? Você precisa de um empréstimo para comprar um apartamento? oferecemos todos os tipos de empréstimos a taxa de juros de 2%, se você estiver interessado em obter um empréstimo simplesmente Email: Oceanicfinance113@gmail.com ou whatsApp: +1(267)725-7570


De Eric Jordan a 26 de Janeiro de 2018 às 13:29
Bom dia a todos!
Meu nome é Eric Jordan, tenho uma adorável esposa e 3 filhos. 2 semanas atrás, eu estava na necessidade desesperada de dinheiro, então eu pensei em ter um empréstimo, então encontrei muitas mãos erradas que alegaram ser mutuantes de empréstimos, não sabendo que eram todos golpistas. Eles coletaram € 4000 de mim e se recusam a me enviar um e-mail. Fiquei muito confuso e frustrado, tornei-me um bêbado, um dia fiel, fui ao Bar para beber e depois conheci um velho amigo, contei-lhe tudo o que aconteceu comigo, ele me disse que ele iria me apresentar GINA MORGAN LOAN COMPANY LTD, ele disse que a empresa é genuína e confiável, ele me contou como a empresa ajudou ele e sua família. Então eu colecionei seu endereço de e-mail (ginamorganloancompany@gmail.com), entrei em contato com ela imediatamente e cheguei em casa, ela me disse as regras e regulamentos e eu segui, depois de processar o empréstimo, em menos de 24 horas, recebi meu empréstimo de € 50,000 ... Estou certo de que ela também ficará feliz em ajudá-lo, então se você estiver interessado em um empréstimo, você também pode contatá-la neste e-mail: ginamorganloancompany@gmail.com


De Laura Pablo a 6 de Fevereiro de 2018 às 10:38
Dia bom,
Meu nome é Laura Pablo, eu quero testemunhar o bom credor de empréstimo que me mostrou luz depois de ter sido atropelado por 2 credores da Internet diferentes. Perdi meu dinheiro e foi um total de € 5.000 euros. Um dia eu estava navegando pela internet parecendo muito frustrado, então encontrei um testemunho de um homem que também foi enganado e, eventualmente, ligou-se a uma empresa de empréstimo legítima e confiável chamada Gina Morgan Loan Company (ginamorganloancompany@gmail.com) onde ele finalmente conseguiu seu empréstimo, então eu decidi entrar em contato com a mesma empresa de empréstimo e depois contei a minha história. Eles me disseram que não chorasse mais porque eu fiz a escolha certa entrando em contato com eles. Preenchi o formulário de pedido de empréstimo e procedi com tudo o que foi solicitado de mim e me foi concedido um montante de empréstimo de € 32,000.00 por esta grande empresa. Então, fiz um voto para mim mesmo, que vou continuar testemunhando na internet de como recebi meu empréstimo. Eu acredito que outras pessoas também estão testemunhando esse mesmo credor honesto. Você precisa de um empréstimo com urgência? Entre em contato gentil e rápido com a empresa por email: ginamorganloancompany@gmail.com


Comentar post

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
Dia bom,Meu nome é Laura Pablo, eu quero testemunh...
Bom dia a todos!Meu nome é Eric Jordan, tenho uma ...
Você precisa de um empréstimo para pagar suas cont...
Bom dia a todos!Meu nome é Eric Jordan, eu tenho u...
Você precisa de um empréstimo? SE SIM! Entre em co...
O texto de fato é do Ricardo Gondim, publicado liv...
Meu nome é Valeria Marco, 6 meses atrás, meu colap...
Oi pessoal,terminou todas as preocupações com seu ...
Olá,Esta mensagem foi enviada de James Ben GROUP P...
bom dia meu tio de nome joao da cunha fernandes da...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links