Terça-feira, 29 de Março de 2011
Um breve regresso a Madrid, por João Machado

 

 

 

 

 

 

 

 

Chegámos ontem a Madrid, num voo da Easyjet. Pude mais uma vez constatar o que é estar numa cidade minimamente organizada. Saímos facilmente de Barajas, apanhámos um autocarro e, em pouco mais de meia hora, chegámos ao hotel, na Atocha.  Pagámos dois euros cada bilhete.

 

 A cidade pareceu-nos novamente magnífica. É verdade que estamos talvez na melhor parte, onde há museus, monumentos, jardins, muitos transportes. Voltei a ficar impressionado com a vastidão das praças e a largueza (prefiro a largura, termo muito geométrico) das avenidas. Mas ainda não vai ser desta vez que vou percorrer Madrid mais demoradamente, mas insisto: que diferença para as cidades portuguesas! Não é só uma questão de dimensão. O urbanismo é sem dúvida uma ciência, que recebe contributos de outras ciências e das mais variadas artes, e as suas técnicas hoje em dia são decisivas para se alcançar um nível de vida decente numa cidade. Estamos sem dúvida noutro país, embora mesmo ao lado.

 

A vida aqui sempre bastante animada. Vi um pouco de televisão, cujos programas não parecem, de uma maneira geral, muito melhores que os nossos. Também dizem que os nossos canais de televisão vêm buscar aqui muita inspiração. Nunca acompanhei o problema de perto, mas não me custa acreditar.

 

Há algumas notícias interessantes. Ontem, domingo, houve uma manifestação enorme contra a despenalização do aborto. Embora sabendo o peso que a Igreja Católica tem em Espanha, não consigo deixar de ficar espantado. Há que ver que aqui as pessoas aderem mais a causas, mesmo a causas como esta. Mas custa-me que tanta gente não aceite que as pessoas, nomeadamente as mulheres grávidas devem ter liberdade de decisão num problema tão marcante para a vida de cada um, e, mais importante ainda, que as vidas de todos estão profundamente limitadas, que é fácil cometer erros, e que todos merecemos oportunidades.

 

Aqui no hotel distribuem jornais. Consegui ficar com um exemplar de La Vanguardia de ontem, domingo. Muito interessante, como muita informação e artigos de fundo. É um jornal de Barcelona. Aqui em Espanha estão a preparar as eleições autárquicas e regionais (vão incluir as autonomias), que vão serem Maio. Parece que o PP queria  que fossem eleições gerais. Mas isso não acontecerá. O Zapatero reuniu-se com os grandes empresários, e estes acham que a legislatura é para ser levada até ao fim. Comentários para quê?

 

Mas o melhor do La Vanguardia de ontem, 27 de Março, é um artigo de opinião de Gabriel Magalhães, dedicado, imaginem, a Portugal. Intitula-se Radiactividad Moral. Comece assim: Em Portugal temos um problema muito sério: há no país demasiadas coisas que não verdade. Fala muito de José Sócrates e do PEC IV. Diz alto aquilo que todos nós sabemos, mas de que pouco falamos. Remata dizendo: O país vive naquele cepticismo infinitamente triste que surge nas sociedades quando se conformam com a falta de honradez.

 

Gabriel Magalhães é português. Se bem percebo, vive na Catalunha. A distância muitas vezes melhora a visão das coisas, e também solta a língua. Parece também não confiar muito na oposição portuguesa. Permitam-me aqui um desabafo: temos que arranjar maneira de confiar uns nos outros aqui em Portugal, ou então o melhor é fechar a porta. Vou levar o jornal comigo e traduzir o artigo para o Estrolabio.

 



publicado por Carlos Loures às 10:00
editado por Luis Moreira em 28/03/2011 às 10:29
link do post | comentar

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
Empréstimo e InvestimentoOlá a buscar um empréstim...
No dia 08/01/1974, faleceu o furriel Zeca Rachide,...
Cheguei aqui pelo link no blogue O Cantinho da Jan...
Apply now for all kinds of loans and get it urgent...
Sou do Bat. Caç. 4613/72 que foi para Angola em fi...
Aí meu Deus eu tenho um pavor a esses bichos! Un d...
ei pessoal do bat cav 1927 e ex combatentes boa pa...
Eu fiz uma descoberta que eu gostaria de compartil...
I recebeu um empréstimo em um notável credores, ho...
Eu fiz uma descoberta que eu gostaria de compartil...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links