Sábado, 24 de Julho de 2010
Histórias do café - ou quando o empregado perfeito não serve o cliente
Pedro Godinho

Ao fim da tarde, terminado mais um dia de trabalho, sentava-se no café de eleição – a ler e a tomar notas para uma futura criação literária.

Escolhera aquele café, em particular, por ser suficientemente distante quer do emprego quer da residência, de modo a não correr o risco de se cruzar nem com colegas nem com vizinhos, e não ter de entabular conversa, prestar contas ou dar explicações sobre a sua vida e manias.

Como queria, ali era um simples desconhecido, que podia gozar a tranquilidade oferecida por essa qualidade.

Homem de hábitos, pedia invariavelmente um galão – de máquina, precisava – e dois pastéis de bacalhau.

Fazia pouco mais de três semanas que descobrira aquele café de bairro, que passara desde logo a frequentar.

- O costume, senhor? – perguntou-lhe solícito o empregado.

Tremeu-lhe o lábio. Era o fim. Tornara-se um habitual.

Seguir-se-iam os pequenos apartes, primeiro, a tentativa de meter conversa, em suma, o reconhecimento e familiaridade que temia.

Levantou-se e saiu, dirigindo ao empregado o primeiro e último ‘boa tarde’ de sempre. Estava na hora de procurar um novo café.


publicado por Carlos Loures às 11:00
link do post | comentar

2 comentários:
De Luis Moreira a 24 de Julho de 2010 às 12:38
É das melhores coisas que nos dá a cidade. Privacidade.Belo conto!


De clara castilho a 24 de Julho de 2010 às 13:30
Quando há possibilidade de escolha, que se escolha! Mas, se não fosse tão rígido nos hábitos, talvez não se tivesse tornado um "habitual"...É a repetição que os outros notam? O empregado nota o que se pede para ser servido. Um esteta notará o que veste. Um intelectual que está sempre escrevendo, virado para dentro...Fiquei a pensar - o que os outros verão em mim?


Comentar post

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
OláEu sou Ibrahim Mohammed do Emirado árabe unido,...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Potrebuješ pôžičku? Máte nízke kreditné skóre a ne...
Atenção; Você é um homem de negócios ou uma mulher...
Viveu bastantes anos em Portugal, mais precisament...
Empréstimo e InvestimentoOlá a buscar um empréstim...
No dia 08/01/1974, faleceu o furriel Zeca Rachide,...
Cheguei aqui pelo link no blogue O Cantinho da Jan...
Apply now for all kinds of loans and get it urgent...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links