Terça-feira, 15 de Junho de 2010
Zé Ninguém
Ethel Feldman

Em criança pensava que algumas pessoas nasciam nas esquinas, outras na maternidade. Quem nascia na maternidade crescia devagar, quem vinha da esquina nascia com rugas – morria sem dentes.

Da minha janela via o senhor José todos os dias. Umas vezes deitado, enroscado feito criança. Doutras, sentado de olhos fechados. Nas pernas o chapéu barrento pedia ajuda. Na boca um obrigado apressado a quem com pressa largava a esmola. Não me lembro de o ver comer. Não sei de cor o cheiro dele. Não sei a cor dos seus olhos - nunca cruzei seu olhar.

Sinto frio quando me lembro do seu corpo durante o Inverno. No chão, restos de papelão. No corpo um cobertor velho. No Verão tirava o casaco e mostrava sem pudor uma camisa sem cor.

Na memória seu nome por mim inventado – Senhor José, Zé da Esquina, Zé do Estrago, Zé sem sobrenome a rimar com Ninguém.

A esquina da rua Nossa Senhora de Jesus com a da Rua da Boa Morte era seu território ocupado.

Sempre pensei que os homens que dormem na rua, na rua nascem.

Hoje quando me deito sufoco de medo. Se me tirarem o cartão amassado no chão vou morrer de frio.

Nasci na Lapa, numa cama aquecida. Meu endereço? Desculpe, não me lembro do nome da esquina.


publicado por Carlos Loures às 09:00
link do post | comentar

2 comentários:
De Luis Moreira a 15 de Junho de 2010 às 11:19
Sempre poesia.


De paladar da loucura a 15 de Junho de 2010 às 21:09
Bem tento que seja um conto...
Depois invento que escrevo um romance, e até acredito que o faço. Meu pai diz:
- Isto é prosa poética...
Então me perco e deixo de saber a regra. Um conto tem isto, um poema em alguns casos deve rimar, um haicai tem 17 sílabas, um romance tem enredo.. Perguntam-me o que escrevo. E eu timidamente respondo:
- Uns textos...
Não sei bem o que faço. Sei que a vida tem regras só por necessidade prática e quando são muitas ZÁS! Toca a contestar senão morremos sufocados num colete de forças.
Mas sabe bem 'ouvir-te' dizer poesia. :)


Comentar post

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
OláEu sou Ibrahim Mohammed do Emirado árabe unido,...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Potrebuješ pôžičku? Máte nízke kreditné skóre a ne...
Atenção; Você é um homem de negócios ou uma mulher...
Viveu bastantes anos em Portugal, mais precisament...
Empréstimo e InvestimentoOlá a buscar um empréstim...
No dia 08/01/1974, faleceu o furriel Zeca Rachide,...
Cheguei aqui pelo link no blogue O Cantinho da Jan...
Apply now for all kinds of loans and get it urgent...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links