Sábado, 25 de Setembro de 2010
Comunicação - Que armadilha!
Ethel Feldman


Um dia qualquer de agosto de 1988. Conto pelos dedos - 18 anos? A Simone sem rugas. A Geninha a falar brasileiro com sotaque açoreano... É na RTP - O canal dos anos passados. A memória feito fotografia em visita ao presente - TRETA!



No odisseia - espanto! RealDolls... bonecas articuladas que fazem companhia aos japoneses solitários. Num quarto, o fulano de tal, guarda 30 delas. Todas vestidinhas. Num golpe de mágica tira-se a cabeça para trocar a roupa da boneca. Sem a cabeça parecem todas iguais.

Esse tal leva Kia - a preferida - a passear pela floresta.

- Ela não tem como resistir. Se quero tirar-lhe uma foto - tiro! Esta é a mais temperamental...



Trinta e oito anos, olhos em bico o novo Gepeto comenta:

- O homem não é sensível à pura beleza mas à sensação de algo que intui o belo... é isso que quero quando construo uma boneca. Não sei se é normal. tenho 38 anos em vez de fazer filhos, faço bonecos...

Por trás um casal pequenino de bonecos a sugerirem real felicidade.

Parece que é médico, psicológo, antropólogo ou sociólogo. A verdade é que comenta seriamente o que arrisco apelidar de distúrbio:

- Aqui a comunicação faz-se! O homem alcançou o intangível. Deu vida ao corpo inerte. Projecta a boa comunicação...

E como tudo faz parte de uma sociedade sem problemas de comunicação, um executivo que não pode se identificar mostra as habilidades da cabeça para os pés. Primeiro eram as insufláveis, pouco jeitosas. Agora são já perto de 50. Nunca as abandona. Mesmo velhas mantêm-se fiel.



Na net esses brinquedos custam quase 7000 dólares.



Arrepio que atravessa minha espinha. Ontem propus fazer um boneco que me desse adeus quando saísse para viajar. Ou que recebesse as visitas que viessem jantar.

Um amigo disparou: - Queres um boneco virtual...

No ar adivinho o medo. Não o defino - sinto!

Tento explicar que só quero esculpir um boneco, como pinto um quadro - a minha expressão sintetizada num gesto...

Nada a fazer. Não me faço entender.



Fazer amor com LoveDolls. Haverá moral da história nesta história?


publicado por Carlos Loures às 16:30
link do post | comentar

EDITORIAL
AUTORES
Adão Cruz

Adriano Pacheco

Alexandra Pinheiro

Andreia Dias

António Gomes Marques

António Marques

António Mão de Ferro

António Sales

Augusta Clara

Carla Romualdo

Carlos Antunes

Carlos Durão

Carlos Godinho

Carlos Leça da Veiga

Carlos Loures

Carlos Luna

Carlos Mesquita

Clara Castilho

Ethel Feldman

Eva Cruz

Fernando Correia da Silva

Fernando Moreira de Sá

Fernando Pereira Marques

Hélder Costa

João Machado

José Brandão

José de Brito Guerreiro

José Magalhães

Josep Anton Vidal

Júlio Marques Mota

Luís Moreira

Luís Rocha

Manuel Simões

Manuela Degerine

Marcos Cruz

Maria Inês Aguiar

Paulo Melo Lopes

Paulo Rato

Pedro Godinho

Raúl Iturra

Rui de Oliveira

Sílvio Castro

Vasco de Castro

Contacte-nos
estrolabio(at)gmail.com
últ. comentários
OláEu sou Ibrahim Mohammed do Emirado árabe unido,...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Eu sou um disposo privada de um fons de that em ro...
Potrebuješ pôžičku? Máte nízke kreditné skóre a ne...
Atenção; Você é um homem de negócios ou uma mulher...
Viveu bastantes anos em Portugal, mais precisament...
Empréstimo e InvestimentoOlá a buscar um empréstim...
No dia 08/01/1974, faleceu o furriel Zeca Rachide,...
Cheguei aqui pelo link no blogue O Cantinho da Jan...
Apply now for all kinds of loans and get it urgent...
pesquisar neste blog
 
posts recentes

De 26 de Setembro a 2 de ...

As minhas novas pegadas (...

A viagem dos argonautas

Portugal, a União Europei...

Políticos que cumprem ! P...

O Ministro Gaspar

Anima ver o lado positivo

Palavras Interditas - por...

Os jornais e as notícias ...

Summer Time - Ella Fitsge...

arquivos

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

todas as tags


sugestão: revista arqa #84/85
links